Halitose: o que é, causas e tratamento

Atualizado em dezembro 2023

A halitose é um sintoma que pode ser notado após acordar ou ser percebido ao longo do dia quando se fica muito tempo sem comer ou ao não escovar os dentes bem e/ou com frequência, por exemplo.

A halitose, que é popularmente conhecida como mau hálito, também pode ser causada por problemas de saúde, como diabetes e refluxo gastroesofágico, ou ainda pelo consumo de alguns alimentos como alho, cebola e brócolis. Confira todas as causas do mau hálito.

Assim, quando a halitose é persistente ou acompanhada de outros sintomas, é importante consultar o clínico geral ou dentista, para identificar a causa dessa condição e iniciar o tratamento mais adequado, que pode incluir remoção de tártaro, uso de remédios e higiene oral adequada, por exemplo.

Imagem ilustrativa número 1

Principais causas da halitose

As principais causas da halitose são:

  1. Diminuição da saliva, que acontece durante a noite, resultando na maior fermentação das bactérias presentes naturalmente na boca e levando à liberação de enxofre;
  2. Má higiene bucal, pois favorece a formação de placas bacterianas e cáries, além de favorecer a saburra lingual;
  3. Ficar muitas horas em jejum, pois leva à fermentação das bactérias da boca e causa maior degradação de corpos cetônicos para gerar energia, provocando o mau hálito;
  4. Cáseos amigdalianos, pequenas bolinhas brancas na garganta que podem surgir devido ao acúmulo de restos de alimentos, saliva e células da boca;
  5. Problemas no estômago, como má digestão, refluxo ou gastrite, que causam arrotos que provocam o mau hálito;
  6. Infecções na boca ou na garganta, como sinusite e amigdalite, pois os microrganismos responsáveis pela infecção podem fermentar e levar ao mau hálito;
  7. Comer alimentos que favorecem a formação de enxofre, como brócolis, couve-flor, alho e cebola;
  8. Diabetes descompensada, que pode causar a cetoacidose, em que são produzidos muitos corpos cetônicos.

Além disso, a halitose também pode ser causada por medicamentos, como antineoplásicos, anti-histamínicos, anfetaminas, tranquilizantes, diuréticos, fenotiazinas, que diminuem a produção de saliva provocando o mau hálito. Conheça todas as causas do mau hálito.

Como confirmar o diagnóstico

O diagnóstico da halitose é feito pelo clínico geral ou dentista por meio da avaliação geral da saúde da boca da pessoa e da avaliação de outros sintomas, como boca seca, dor na boca ou coriza.

Se deseja avaliar o risco de halitose, marque uma consulta com o clínico geral mais perto de você:

Cuidar da sua saúde nunca foi tão fácil!

Marque uma consulta com nossos Clínicos Gerais e receba o cuidado personalizado que você merece.

Marcar consulta

Disponível em: São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Pernambuco, Bahia, Maranhão, Pará, Paraná, Sergipe e Ceará.

Foto de uma doutora e um doutor de braços cruzados esperando você para atender

Além disso, nos casos em que a halitose é persistente, o médico também pode indicar a realização de exames de sangue para investigar se há alguma doença relacionada com o mau hálito.

Como é feito o tratamento

O tratamento da halitose é feito conforme a causa dessa condição, sendo geralmente recomendado escovar os dentes, usar o fio dental e limpar a língua após as refeições. Em alguns casos,o médico ou dentista também pode indicar o uso de enxaguante bucal com hortelã, zinco ou clorexidina para ajudar a eliminar as bactérias.

Além disso, é importante manter hábitos alimentares saudáveis, como priorizar alimentos ricos em fibras, mastigar bem os alimentos e beber pelo menos 2 litros de água por dia.

Alguns remédios caseiros, como óleo essencial de melaleuca, infusão de tomilho e chá de cravo-da-índia ,também ajudam a complementar o tratamento do mau hálito. Confira outros remédios caseiros para mau hálito.

Além disso o tratamento de outras causas da halitose, como refluxo, diabetes e sinusite, pode incluir o uso de antibióticos, antiácidos, spray nasais ou a cirurgia, que devem ser indicados pleo médico.

Halitose tem cura?

A halitose tem cura, que é obtida através do tratamento da causa dessa condição e de medidas que previnem o seu reaparecimento.

Como prevenir a halitose

Algumas dicas para prevenir a halitose são:

  • Escovar bem os dentes e usar o fio dental, pelo menos 2 vezes ao dia;
  • Limpar a língua, com o uso de um raspador específico;
  • Fazer bochechos com produtos antissépticos;
  • Evitar ficar muitas horas em jejum;
  • Beber pelo menos 2 litros de água por dia;
  • Evitar alimentos que podem causar mau hálito, como cebola, repolho, alho e brócolis;
  • Evitar fumar.

Além disso, é importante também consultar o dentista, pelo menos uma vez por ano, para avaliar a saúde dos dentes e fazer a limpeza dos dentes, removendo o tártaro que são placas bacterianas acumuladas no dentes e que causam o mau hálito. Confira outras dicas para prevenir e acabar com o mau hálito.

Confira no vídeo a seguir mais dicas para combater a halitose:

youtube image - Como tratar gengivite e mau hálito