Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.

Halitose: o que é, principais causas e tratamento

Março 2021

A halitose, popularmente conhecida como mau hálito ou "bafo", é uma situação desagradável que pode ser notada após acordar ou ser percebida ao longo do dia quando se fica muito tempo sem comer ou não se escova os dentes com frequência, por exemplo.

Apesar da halitose estar normalmente relacionada com a limpeza inadequada dos dentes e da boca, pode ser também ser sinal de doenças, sendo importante consultar o médico quando o mau hálito é persistente, pois assim é possível identificar a causa e iniciar o tratamento mais adequado.

Halitose: o que é, principais causas e tratamento

Principais causas da halitose

A halitose pode ser consequência de situações do dia a dia ou ser devido a doenças crônicas, sendo as principais causas:

  1. Diminuição da produção de saliva, o que acontece principalmente durante a noite, resultando na maior fermentação das bactérias presentes naturalmente na boca e levando à liberação de enxofre, resultando em halitose;
  2. Higienização da boca inadequada, já que favorece a formação de tártaros e cáries, além de favorecer a saburra lingual, o que também promove a halitose;
  3. Ficar muitas horas sem comer, pois também leva à fermentação das bactérias da boca, além de haver maior degradação de corpos cetônicos como forma de gerar energia, resultando no mau hálito;
  4. Alterações no estômago, principalmente quando a pessoa possui refluxo ou eructação, que são os arrotos;
  5. Infecções na boca ou na garganta, já que os microrganismos responsáveis pela infecção podem fermentar e levar ao mau hálito;
  6. Diabetes descompensada, pois nesse caso é comum haver a cetoacidose, em que são produzidos muitos corpos cetônicos, sendo uma de suas consequências a halitose.

O diagnóstico da halitose é feito pelo dentista por meio da avaliação geral da saúde da boca, em que é verificada a presença de cáries, tártaros e a produção de saliva. Além disso, nos casos em que a halitose é persistente, o dentista pode indicar a realização de exames de sangue para investigar se há alguma doença relacionada com o mau hálito e, assim, ser recomendado o tratamento mais adequado. Saiba mais sobre as causas de halitose. 

Como é feito o tratamento

O tratamento da halitose deve ser indicado pelo dentista de acordo com a causa do mau hálito. De forma geral, é recomendado que a pessoa escove os dentes e a língua pelo menos 3 vezes ao dia após as refeições principais e use fio dental com frequência. Em alguns casos, pode ser indicado também o uso de enxaguante bucal sem álcool para ajudar a eliminar as bactérias que possam estar em excesso na boca.

No caso da halitose estar relacionada com o acúmulo de sujeira na língua, é indicado o uso de um limpador de língua específico. Além disso, é importante que a pessoa tenha hábitos alimentares saudáveis, como dar preferência a alimentos ricos em fibras, mastigar bem os alimentos e consumir pelo menos 2 litros de água por dia, pois isso também ajuda a melhorar o hálito.

Quando a halitose está relacionada com doenças crônicas, é importante que a pessoa consulte o médico para que seja realizado o tratamento para combater a doença e, assim, melhorar o hálito.

Confira no vídeo a seguir mais dicas para combater a halitose:

Esta informação foi útil?
Mais sobre este assunto:

Carregando
...