Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é Vacuoterapia e para que Serve

A vacuoterapia, ou endermologia, é um tratamento que consiste em deslizar um equipamento sobre a pele, realizando uma sucção que descola a pele do músculo, sendo ótima para remover contraturas e melhorar a circulação linfática. Esse tratamento estético é normalmente usado para combater a celulite e a gordura localizada.

Essa técnica pode usada de forma isolada ou em protocolos que envolvem outros tipos de tratamentos, como massagem modeladora, radiofrequência, lipocavitação ou carboxiterapia, variando de acordo com a necessidade de cada pessoa. As sessões devem ser realizadas pelo fisioterapeuta especialista em dermato funcional ou pelo esteticista, com sessões realizadas 1-4 vezes por mês, com duração de 20-40 minutos por região a ser tratada. 

O que é Vacuoterapia e para que Serve

Para que serve a vacuoterapia

O tratamento com vacuoterapia pode ser indicado para:

  • Remover contraturas musculares no pescoço, nas costas, braços ou pernas;
  • Ajudar no combate à celulite da barriga, flancos, bumbum e coxas;
  • Eliminar o excesso de líquido na região abdominal, pernas e tornozelos;
  • Contribuir para a eliminação de toxinas;
  • Estimular e auxiliar o sistema linfático;
  • Melhorar a resposta da pele a aplicação de cremes de uso diário como hidratantes e anti-rugas;
  • Estimular a produção de colágeno e elastina;
  • Melhorar a aparência da cicatriz, deixando-a mais fina e menos aderida ao músculo.

A sucção é feita por um equipamento que é acoplado a pele e a sucção da pele ocorre devido a uma diferença de pressão que pode ser controlada pelo terapeuta que está aplicando a técnica. Dependendo do objetivo da sucção, esta deve ser realizada sempre respeitando a direção dos gânglios e vasos linfáticos.

Contraindicações da vacuoterapia

Este tratamento geralmente é bem tolerado, mas não deve ser realizado em caso em cima de uma cicatriz recente, por cima de varizes, ferida aberta, infeção local, uso de marcapasso cardíaco, hérnia no local, hematoma, flebite, infecção ativa, hipertensão, uso de anticoagulantes, e pouco tolerância à dor. 

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem