Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é vacuoterapia e para que serve

A vacuoterapia é um tratamento estético, muito utilizado no combate à gordura localizada e celulite, que consiste em deslizar um equipamento sobre a pele, realizando uma sucção que descola a pele do músculo, sendo ótima para remover contraturas e melhorar a circulação linfática.

Essa técnica pode usada de forma isolada ou em protocolos que envolvem outros tipos de tratamentos, como massagem modeladora, radiofrequência, lipocavitação ou carboxiterapia, variando de acordo com a necessidade de cada pessoa. As sessões devem ser realizadas pelo fisioterapeuta especialista em dermatofuncional ou pelo esteticista, com sessões realizadas 1-4 vezes por mês, com duração de 20-40 minutos por região a ser tratada. 

O que é vacuoterapia e para que serve

Para que serve a vacuoterapia

A vacuoterapia ajuda a estimulação a circulação linfática e, por isso, pode ser realizada para:

  • Remover contraturas musculares no pescoço, nas costas, braços ou pernas;
  • Ajudar no combate à celulite da barriga, flancos, bumbum e coxas;
  • Eliminar o excesso de líquido na região abdominal, pernas e tornozelos;
  • Contribuir para a eliminação de toxinas;
  • Estimular e auxiliar o sistema linfático;
  • Melhorar a resposta da pele a aplicação de cremes de uso diário como hidratantes e anti-rugas;
  • Estimular a produção de colágeno e elastina;
  • Melhorar a aparência da cicatriz, deixando-a mais fina e menos aderida ao músculo.

A sucção é feita por um equipamento que é acoplado a pele e a sucção da pele ocorre devido a uma diferença de pressão que pode ser controlada pelo terapeuta que está aplicando a técnica. Dependendo do objetivo da sucção, esta deve ser realizada sempre respeitando a direção dos gânglios e vasos linfáticos. Veja mais detalhes sobre como é feita a vacuoterapia para celulite.

Contraindicações da vacuoterapia

Este tratamento geralmente é bem tolerado, no entanto é importante que a pessoa passe antes por uma avaliação, em que é definido o objetivo do tratamento e avaliação da região para verificar se existe alguma contraindicação.

A vacuoterapia não deve ser realizada em caso em cima de uma cicatriz recente, por cima de varizes, ferida aberta, infeção local, uso de marcapasso cardíaco, hérnia no local, hematoma, flebite, infecção ativa, hipertensão, uso de anticoagulantes, ou em pessoas que possuem baixa tolerância à dor.

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem