Vacinas que protegem da meningite

Revisão clínica: Flávia Costa
Farmacêutica
setembro 2022

A meningite pode ser causada por diferentes microrganismos e, por isso, existem vacinas que ajudam a prevenir a meningite meningocócica causada por Neisseria meningitidis dos sorogrupos A, B, C, W-135 e Y, meningite pneumocócica causada por Streptococcus pneumoniae e meningite causada por Haemophilus influenzae tipo b.

Algumas destas vacinas já estão incluídas no plano nacional de vacinação, como é o caso da vacina pentavalente, Pneumo10 e a MeningoC. Veja as vacinas incluídas no calendário nacional de vacinação. 

É importante sempre consultar o pediatra que pode orientar o tipo de vacina e as fases da vacinação contra a meningite para crianças de acordo com a idade.

Principais vacinas contra a meningite

As principais vacinas que protegem da meningite são: 

1. Vacina meningocócica C

A vacina meningocócica C, chamada vacina MenC, é indicada para imunização de crianças a partir de 2 meses de idade, adolescentes e adultos para a prevenção da meningite causada por Neisseria meningitidis do sorogrupo C. 

Como tomar:

  • Para crianças a partir de 2 meses, são recomendadas duas doses, sendo a primeira aplicada aos 3 meses de idade e a segunda aos 5 meses. Além disso, são indicadas 3 doses de reforço, sendo uma entre 12 e 15 meses, outra entre 5 e 6 anos e mais um entre 11 e 12 anos de idade;
  • Para crianças e adolescentes de 10 a 19 anos de idade, caso não tenham recebido a vacina na infância, são recomendadas 2 doses com um intervalo de 5 anos. No entanto, caso tenham tomado pelo menos uma dose antes dos 10 anos é recomendado uma dose de reforço aos 11 anos ou com um intervalo de pelo menos 5 anos após a última dose; 
  • Entre 20 e 59 anos de idade, apenas uma dose é recomendada e a sua indicação depende da situação epidemiológica.

Essa vacina geralmente é fornecida de forma gratuita no Programa Nacional de Imunizações (PNI) pelas unidades básicas de saúde até os 5 anos de idade.

2. Vacina meningocócica ACWY

A  vacina meningocócica ACWY é recomendada para a imunização de crianças a partir de 2 meses de idade, no entanto, a idade de início da vacinação e o esquema de aplicação da vacina podem variar de acordo com o fabricante. 

Esta vacina é diferente da meningocócica C, porque fornece maior proteção, sendo efetiva contra Neisseria meningitidis dos sorogrupos A, C, W-135 e Y. Assim, a vacina meningocócica ACWY normalmente é preferida, inclusive para ser aplicada no lugar dos reforços da vacina meningocócica C. 

No entanto, a vacina meningocócica ACWY  está disponível gratuitamente nas unidades básicas de saúde no Brasil apenas para adolescentes entre 11 e 12 anos de idade e, no período entre setembro de 2022 e junho de 2023, será temporariamente oferecida também para adolescentes de 13 e 14 anos. 

Como tomar: 

  • Para crianças a partir de 2 meses, as recomendações de aplicação variam conforme o fabricante da vacina. No entanto, geralmente é indicada no lugar dos reforços da vacina meningocócica C, que normalmente são dados entre 12 e 15 meses, entre 5 e 6 anos e entre 11 e 12 anos de idade, sendo importante ter a orientação do pediatra. 
  • Adolescentes de 10 a 15 anos de idade, caso nunca tenham recebido a vacina, podem receber 2 doses com um intervalo de 5 anos entre elas, idealmente aos 11 e 16 anos de idade. 
  • Após os 16 anos de idade, geralmente é indicada apenas uma dose da vacina. 

3. Vacina meningocócica B

A vacina meningocócica B é indicada para auxiliar na proteção de crianças com idade superior a 2 meses e adultos até os 59 anos de idade, contra doenças causadas pela bactéria Neisseria meningitidis do grupo B.

Como tomar: 

  • Para bebês a partir de 2 meses de idade são recomendadas 2 doses da vacina, idealmente sendo a primeira aos 3 meses e segunda aos 5 meses, além de uma dose de reforço entre 12 e 15 meses; 
  • Para crianças entre 12 e 23 meses que não se vacinaram anteriormente, são recomendadas duas doses, com intervalo de 2 meses entre elas, e uma dose de reforço entre 12 e 23 meses após a última aplicação da vacina. 
  • Crianças a partir de 24 meses e adolescentes são indicadas apenas 2 doses com intervalo mínimo de 1 mês entre elas;
  • Para adultos até 59 anos, dependendo da situação epidemiológica, podem ser indicadas 2 doses, com um intervalo que varia de 1 a 6 meses.

Não existem recomendações para administração desta vacina em adultos com 60 anos ou mais.

4. Vacina pneumocócica conjugada 10-valente

A vacina pneumocócica conjugada 10-valente geralmente é indicada para crianças até 5 anos de idade na prevenção de infecções causadas pela bactéria S. pneumoniae de 10 sorotipos diferentes e é aquela que normalmente se encontra disponível de forma gratuita nas unidades básicas de saúde.

Como tomar: 

  • Para crianças até 5 anos de idade geralmente são recomendadas duas doses da vacina, uma aos 2 e outra aos 4 meses, seguidas de um reforço aos 12 meses de idade. 

5. Vacina pneumocócica conjugada 13-valente

Esta vacina também é indicada para crianças até 5 anos de idade na prevenção de infecções causadas pela bactéria S. pneumoniae, no entanto, confere maior proteção que a vacina pneumocócica conjugada 10-valente, porque inclui a proteção contra 3 sorotipos adicionais. 

Como tomar:

  • Para crianças até 5 anos de idade geralmente são recomendadas 3 doses, que são aplicadas aos 2, 4 e 6 meses de idade, e uma dose de reforço entre 12 e 15 meses.

Embora, esta vacina geralmente seja preferida em relação à vacina pneumocócica conjugada 10-valente, encontra-se disponível apenas em clínicas privadas de vacinação.

6. Vacina conjugada contra Haemophilus influenzae b

Esta vacina é indicada para crianças entre 2 meses e 5 anos de idade na prevenção de infecções causadas pela bactéria Haemophilus influenzae tipo b, como meningite, epiglotite ou pneumonia, por exemplo.

Como tomar: 

  • Para crianças a partir de 2 meses de idade geralmente são indicadas 3 doses, que são aplicadas aos 2, 4 e 6 meses. Além disso, pode ser indicado um reforço entre 12 e 18 meses de idade.

Atualmente, a proteção contra Haemophilus influenzae do tipo b é fornecida por meio da vacina pentavalente no PNI, sendo encontrada nas unidades básicas de saúde no Brasil e fornecida gratuitamente.

Quando não tomar a vacina da meningite

Estas vacinas estão contraindicadas quando existem sintomas de febre ou sinais de inflamação ou para pacientes com alergia a algum dos componentes da fórmula. Além disso, não deve ser usado por grávidas ou lactantes.

Esta informação foi útil?

Atualizado e revisto clinicamente por Flávia Costa - Farmacêutica, em setembro de 2022.

Bibliografia

  • SOCIEDADE BRASILEIRA DE IMUNIZAÇÕES. CALENDÁRIO DE VACINAÇÃO SBIm CRIANÇA 0 < 10 anos. 2022. Disponível em: <https://sbim.org.br/images/calendarios/calend-sbim-crianca.pdf>. Acesso em 16 set 2022
  • SOCIEDADE BRASILEIRA DE PEDIATRIA. Calendário de Vacinação da SBP – Atualização 2022. 2022. Disponível em: <https://www.sbp.com.br/imprensa/detalhe/nid/calendario-de-vacinacao-da-sbp-atualizacao-2022/>. Acesso em 16 set 2022
Mostrar bibliografia completa
  • SOCIEDADE BRASILEIRA DE IMUNIZAÇÕES. Vacinas meningocócicas conjugadas no Brasil — Intercambialidade e diferentes esquemas de doses. 2019. Disponível em: <https://sbim.org.br/images/files/notas-tecnicas/nt-meningo-sbim-sbp-220819-at110919-071019.pdf>. Acesso em 16 set 2022
  • SOCIEDADE BRASILEIRA DE IMUNIZAÇÕES. Vacina Haemophilus influenzae tipo b – Hib. 2022. Disponível em: <https://familia.sbim.org.br/vacinas/vacinas-disponiveis/vacina-haemophilus-influenzae-tipo-b-hib>. Acesso em 16 set 2022
  • GOV.BR. Saúde amplia vacinação contra meningite e HPV; entenda o que muda. Disponível em: <https://www.gov.br/pt-br/noticias/noticias/saude/09/saude-amplia-vacinacao-contra-meningite-e-hpv-entenda-o-que-muda>. Acesso em 16 set 2022
  • SBIM. Comunicado. Disponível em: <https://sbim.org.br/images/files/notas-tecnicas/informe-pni-svs-ampliacao-hpv-temporaria-acwy-220908.pdf>. Acesso em 16 set 2022
  • SOCIEDADE BRASILEIRA DE IMUNIZAÇÕES. Calendário de Vacinação 2022-2023 - doa 20 anos aos 60 +. 2022. Disponível em: <https://sbim.org.br/images/calendarios/calend-pg-adulto-20-ou-mais.pdf>. Acesso em 10 ago 2022
  • SOCIEDADE BRASILEIRA DE IMUNIZAÇÕES. Calendário de vacinação do idoso - 2022/2023. 2022. Disponível em: <https://sbim.org.br/images/calendarios/calend-sbim-idoso.pdf>. Acesso em 10 ago 2022
  • MINISTÉRIO DA SAÚDE. Meningite: o que é, causas, sintomas, tratamento, diagnóstico e prevenção. Disponível em: <http://portalms.saude.gov.br/saude-de-a-z/meningites>. Acesso em 26 mar 2019
Revisão clínica:
Flávia Costa
Farmacêutica
Formada em Farmácia pelo Centro Universitário Newton Paiva em 2003. Mestre em Ciências Biomédicas pela UBI, Portugal.