Urinar depois da relação sexual: é realmente importante?

Revisão médica: Dr. Gonzalo Ramirez
Clínico Geral e Psicólogo
fevereiro 2021

Fazer xixi após o contato íntimo ajuda a evitar infecções do trato urinário, que são mais frequentes na mulher, principalmente aquelas causadas pela bactéria E.coli, que pode passar do reto para a bexiga, produzindo sintomas como dor ao urinar.

Assim, é possível limpar a uretra de bactérias, reduzindo o risco de desenvolver uma infecção urinária provocada por microrganismos provenientes do reto e de secreções da região genital, assim como infecções da bexiga, vesícula seminal e próstata.

Os homens que têm relações sexuais anais sem proteção têm mais risco de desenvolver uma infecção urinária em relação a outros homens e, por isso, assim como as mulheres, é muito importante que urinem logo após as relações sexuais até no máximo 45 minutos.

Se acha que pode estar com uma infecção urinária, veja como é feito o tratamento.

Outros cuidados para evitar infecção urinária

Embora as infecções urinárias sejam muito frequentes na mulher depois do contato íntimo, existem algumas formas de reduzir esse risco. Outras dicas, além de esvaziar a bexiga logo depois do sexo, são:

  • Lavar a região genital antes e depois da relação sexual;
  • Evitar o uso de diafragma ou espermicidas como método contraceptivo;
  • Preferir tomar banho de chuveiro, pois a banheira facilita o contato de bactérias com a uretra;
  • Utilizar sabão exclusivo para a região genital que não tenham perfumes ou outros químicos;
  • Utilizar preferencialmente roupa interior de algodão.

Já no homem, os cuidados mais importantes consistem em manter a região genital bem lavada antes e depois do contato íntimo, assim como o uso de preservativo, pois protege a uretra de bactérias que possam estar na vagina ou ânus.

Veja ainda algumas dicas fáceis de alimentação para reduzir as chances de infecção urinária:

Conheça outros 5 hábitos que deve evitar para não ter mais infecção urinária.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Manuel Reis - Enfermeiro, em fevereiro de 2021. Revisão médica por Dr. Gonzalo Ramirez - Clínico Geral e Psicólogo, em fevereiro de 2021.
Revisão médica:
Dr. Gonzalo Ramirez
Clínico Geral e Psicólogo
Clínico geral pela UPAEP com cédula profissional nº 12420918 e licenciado em Psicologia Clínica pela UDLAP nº 10101998.

Tuasaude no Youtube

  • Infecção Urinária e Cistite | O que comer para Curar e Evitar

    04:49 | 3784908 visualizações