Ultrassom da próstata: para que serve, preparo e como é feito

Atualizado em novembro 2023

Ultrassom da próstata é um exame de imagem que serve para avaliar a saúde da próstata, vesículas seminais e bexiga, permitindo identificar alterações ou lesões que possam indicar prostatite, hiperplasia prostática benigna ou câncer de próstata, por exemplo,

Esse exame é recomendado principalmente quando o médico detecta alterações na próstata durante o exame de toque retal ou alteração no resultado do exame de PSA, podendo também ser feito no caso de presença de sintomas de problema na próstata, como dificuldade para urinar ou diminuição do jato de urina. Veja como é feito o toque retal.

O ultrassom de próstata pode ser feito por via abdominal ou transretal, sendo disponibilizado gratuitamente pelo SUS, desde que tenha indicação do urologista, e os resultados devem ser interpretados pelo médico.

Imagem ilustrativa número 1

Para que serve

O ultrassom da próstata serve para avaliar a localização, o tamanho e o formato da próstata, assim como permite avaliar as vesículas seminais e bexiga.

Desata forma, esse exame permite identificar sinais de inflamação ou infecção na próstata (prostatite), presença de calcificações, cálculos, cistos, nódulos ou sinais indicativos de câncer de próstata. Confira os principais sinais de câncer de próstata.

Além disso, esse exame ajuda no diagnóstico de sintomas de problemas na próstata como dificuldade para urinar ou diminuição do jato de urina, por exemplo.

O ultrassom de próstata deve ser feito com indicação do urologista e realizado pelo radiologista, após avaliação clínica, exame de toque retal e de exames laboratoriais, sendo um exame simples e que não causa dor.

Se deseja a avaliação de um urologista, marque uma consulta na região mais próxima de você:

Cuidar da sua saúde nunca foi tão fácil!

Marque uma consulta com nossos Urologistas e receba o cuidado personalizado que você merece.

Marcar consulta

Disponível em: São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Pernambuco, Bahia, Maranhão, Pará, Paraná, Sergipe e Ceará.

Foto de uma doutora e um doutor de braços cruzados esperando você para atender

Quando é indicado

O ultrassom de próstata é indicado nas seguintes situações:

  • Presença de alterações na próstata, durante o exame de toque retal;

  • PSA aumentado;

  • Auxiliar no diagnóstico de infertilidade;

  • Guiar a inserção da agulha durante a biópsia de próstata;

  • Verificar o estadiamento do câncer da próstata;

  • Avaliação da hiperplasia da próstata benigna ou da sua recuperação após cirurgia. 

Além disso, esse exame pode ser indicado para ajudar a identificar a causa de sintomas como dificuldade para urinar, diminuição do jato de urina, aumento da frequência urinária, sangue na urina ou sêmen ou dor na região dos testículos, por exemplo.

Dessa forma, de acordo com o resultado do exame, o urologista poderá verificar se há algum risco de desenvolvimento de alterações na próstata ou se o tratamento realizado está sendo eficaz, por exemplo. Saiba identificar as principais alterações da próstata.

Como se preparar

O preparo para o ultrassom de próstata varia de acordo com o tipo de ultrassom a ser realizado.

No caso do ultrassom de próstata abdominal, é recomendado beber 4 a 6 copos de água, 1 a 2 horas antes do exame, e não urinar, pois a bexiga deve estar cheia no momento da realização do exame

Já para o ultrassom de próstata transretal, o médico deve recomendar jejum algumas horas antes do exame, assim como uma lavagem intestinal, com o uso de laxantes ou enema. Geralmente, faz-se a aplicação de um enema com água ou uma solução própria, cerca de 3 horas antes do exame, para melhorar a visualização. 

Além disso, para o ultrassom transretal, o médico pode solicitar interromper o uso de anticoagulantes alguns dias antes do exame e tomar antibióticos, caso tenha programado uma biópsia da próstata. Veja como é feita a biópsia da próstata.

Como é feito

A forma de fazer o ultrassom de próstata varia de acordo com o tipo de exame a ser realizado, sendo os principais:

1. Ultrassom de próstata abdominal

O ultrassom de próstata abdominal é feito aplicando um gel sobre a região suprapúbica e em seguida coloca o aparelho de ultrassom sobre a pele para obter as imagens da próstata que são transmitidas para um computador.

Esse tipo de ultrassom permite avaliar a forma e o volume da próstata, assim a quantidade de urina residual na bexiga após solicitar a pessoa para urinar, chamado de urina residual pós-miccional.

2. Ultrassom de próstata transretal

O ultrassom da próstata transretal é feito com o homem deitado do lado esquerdo, com as pernas flexionadas. Em seguida é aplicado um lubrificante e inserida sonda de ultrassom no reto, já que a próstata fica localizada entre o reto e a bexiga, para que sejam obtidas imagens dessa glândula e seja possível verificar qualquer sinal de alteração.

Esse exame é simples mas pode ser desconfortável, principalmente se o homem tiver hemorroidas ou fissuras anais, sendo nesse caso necessária a aplicação de anestésico local para diminuir o desconforto.

Caso tenha sido programada uma biópsia da próstata, é feita uma sedação e realização da biópsia de próstata transuretral, retirando-se amostras da próstata para avaliar no laboratório.

Como entender o resultado

O resultado do ultrassom de próstata devem ser interpretado pelo médico, juntamente com outros exames solicitados.

No caso do ultrassom de próstata transretal com biópsia, caso tenha sido identificada alterações nas células indicativas de câncer, o médico deve encaminhar a pessoa para o oncologista, para indicar o tratamento mais adequado. Saiba como é feito o tratamento do câncer de próstata.