Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Xolair para tratar urticária crônica e asma

O Xolair é um medicamento injetável que ajuda a diminuir e controlar os sintomas de urticária como coceira, vermelhidão e inchaço da pele. Assim, este medicamento pode ser usado quando não é possível aliviar os sintomas apenas com remédios antialérgicos comuns, como acontece em cerca de 30% dos casos de urticária crônica.

O princípio ativo deste remédio é o Omalizumabe, uma substância que diminui os níveis do anticorpo IgE livre no sangue e na pele, bloqueando a resposta inflamatória normal dos casos de urticária e diminuindo a frequência e intensidade dos sintomas.

Devido a este princípio ativo, o Xolair também pode ser indicado para alguns casos de asma quando não se consegue controlar os sintomas com o uso de corticoides inalatórios.

Xolair para tratar urticária crônica e asma

Preço

O preço do Xolair pode variar entre 1.900 e 2.500 reais, para cada caixa com 1 amplo de pó e diluente.

Quem pode utilizar

O Xolair está indicado para adultos e crianças com mais de 12 anos de idade no tratamento da urticária crônica espontânea e da asma alérgica persistente, moderada a grave que não pode ser controlada com corticoides inalatórios.

Como usar

Para usar o Xolair deve-se seguir todas as orientações do médico, no entanto, na maioria dos casos o modo de uso deste medicamento consiste numa injeção a cada 2 ou 4 semanas com 150 a 300 mg de medicamento.

Quais os efeitos indesejados

Os principais efeitos colaterais do Xolair incluem dor de cabeça, dor nas pernas e braços, tonturas, cansaço excessivo, vermelhidão na pele, inflamação da garganta ou reação no local da injeção.

Quem não pode tomar

O Xolair está contraindicado em casos de hipersensibilidade ao princípio ativo ou qualquer um dos componenetes da fórmula.

Além disso, este medicamento deve ser utilizado com precaução durante a gravidez e amamentação, assim como por pacientes com diabetes.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...