Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Remédios para Urticária

Dependendo do tipo de urticária que a pessoa apresenta, o médico pode prescrever diferentes anti-histamínicos e, caso estes não sejam suficientes para reduzir os sintomas da doença, podem ser associados outros medicamentos. Além disso, o tratamento pode ainda ser complementado com remédios caseiros, como com um banho de imersão de aveia ou uma mistura de argila verde e babosa, por exemplo.

A urticária é uma reação da pele, cujos principais sintomas são a coceira em todo o corpo e aparecimento de manchas na pele, que pode ser causada por diversos fatores, sendo potencialmente grave, especialmente se for de causa medicamentosa. Se, durante um episódio de urticária, a pessoa começar a sentir falta de ar, deve ir ao hospital o mais rápido possível. Saiba mais sobre a doença.

Remédios para Urticária

Remédios de farmácia

O tratamento vai depender da pessoa, da idade, do tipo e da gravidade da urticária. Geralmente, os remédios que são utilizados inicialmente, são os anti-histamínicos, no entanto, em alguns casos, pode ser necessário complementar o tratamento ou substituir os anti-histamínicos por outros medicamentos.

Anti-histamínicos

Geralmente, os anti-histamínicos mais usados, por possuírem menos efeitos colaterais, nomeadamente sedação, são os seguintes:

  • Loratadina (Claritin, Loratamed);
  • Desloratadina (Desalex, Esalerg, Sigmaliv);
  • Fexofenadina (Allegra, Altiva);
  • Cetirizina (Reactine, Zyrtec);
  • Levocetirizina (Zyxem, Vocety).

No entanto, o médico pode recomendar outros anti-histamínicos, como a clorfeniramina, difenidramina ou a hidroxizina, que são mais eficazes que os anteriores no tratamento da urticária, mas podem uma sedação mais acentuada que os anteriores.

Quando os anti-histamínicos H1 são inadequados, o acréscimo de antagonistas H2, como a cimetidina, ranitidina ou famotidina, pode trazer benefícios adicionais. Outra alternativa é o medicamento doxepina, que é um antagonista H1 e H2.

Outros medicamentos

Em alguns casos, o médico pode ainda acrescentar ao tratamento outros medicamentos:

  • Montelucaste (Singulair, Montelair), que são medicamentos que, embora atuem de forma diferente dos anti-histamínicos, também reduzem os sintomas alérgicos;
  • Glicocorticoides sistêmicos, que são úteis no tratamento da urticária de pressão, urticária vasculítica ou urticária crônica, que geralmente têm uma resposta insatisfatória ao tratamento tradicional;
  • Hidroxicloroquina (Reuquinol, Plaquinol) ou colchicina (Colchis, Coltrax), que pode ser acrescentada depois da hidroxizina e antes ou junto com glicocorticoides sistêmicos, no tratamento da urticária vasculítica persistente;
  • Ciclosporina (Rapamune), que pode ser eficaz nos pacientes com urticária idiopática ou autoimune crônica grave e com resposta insatisfatória às outras modalidades de tratamento e/ou quando a dose necessária de glicocorticoide é muito alta;
  • Omalizumabe, que são anticorpos monoclonais anti IgE, indicado no tratamento da urticaria crônica induzida pela ativação dos mastócitos e dos basófilos por um auto anticorpo.

Estes remédios são geralmente usados em casos mais severos, quando o uso de remédios naturais e anti-histamínicos não é eficaz. Deve-se sempre ir ao médico antes de decidir fazer o tratamento para a urticária e também durante o uso destes remédios, já que muitos deles possuem efeitos colaterais que podem prejudicar a a saúde.

Remédios para Urticária

Remédio caseiro para urticária

Um ótimo remédio caseiro para casos leves de urticária, para complementar o tratamento indicado pelo médico, é tomar um banho de imersão com cerca de 200 g de aveia em flocos e 10 gotas de óleo essencial de alfazema. Depois, deve-se deixar a pele secar sozinha, sem usar a toalha.

Um outro excelente remédio natural para casos leves de urticária é aplicar, em todo o corpo, uma mistura de argila verde com óleo essencial de hortelã-pimenta e 30 mL de gel de babosa. Bastar juntar todos os ingredientes numa tigela, misturar bem e aplicar na pele, deixando-o atuar por alguns minutos. No fim, deve-se enxaguar com água morna.

Outras medidas que podem ajudar é vestir roupa leve, confortável e não apertada e preferencialmente de algodão, evitar sabões demasiado abrasivos e optar por aqueles que são suaves e que têm pH neutro, aplicar protetor solar mineral antes de sair de casa e evitar coçar a pele.


Bibliografia

  • MAYO CLINIC. Chronic hives. Link: <www.mayoclinic.org>. Acesso em 07 Mai 2019
  • LONGO, Dan L. et al.. Medicina interna de Harrison. 18.ed. São Paulo: AMGH Editora, 2013. 2713.
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem