Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como tratar os principais tipos de Luxação

​O tratamento para luxação deve ser iniciado o mais depressa possível no hospital e, por isso, quando acontece é recomendado ir imediatamente ao pronto-socorro ou chamar uma ambulância, ligando para o 192. Veja o que fazer em: Primeiros socorros para luxação.

A luxação pode acontecer em qualquer articulação, no entanto, é mais comum nos tornozelos, cotovelos, ombros, quadril e dedos, especialmente durante a prática de esportes de contato, como futebol ou handebol, por exemplo.

Luxação do dedo
Luxação do dedo
Luxação do tornozelo
Luxação do tornozelo

Geralmente, o tratamento varia de acordo com a articulação e o grau da lesão, sendo que as principais formas de tratamento incluem:

  • Redução da luxação: é o tratamento mais usado onde o ortopedista coloca os ossos da articulação na posição correta através da manipulação do membro afetado. Esta técnica pode ser feita com anestesia local ou geral, dependendo da dor provocada pela lesão;
  • Imobilização da luxação: é feita quando os ossos da articulação não estão muito afastados ou após fazer a redução, através da colocação de uma tala ou tipóia para manter a articulação imóvel entre 4 a 8 semanas;
  • Cirurgia para luxação: é utilizada nos casos mais graves quando o ortopedista não consegue colocar os ossos no local correto ou quando os nervos, ligamentos ou vasos sanguíneos foram afetados.

Após estes tratamentos, o ortopedista, normalmente, recomenda fazer sessões de fisioterapia para fortalecer os músculos, diminuir a inflamação, facilitar a cicatrização e promover a estabilidade da articulação por meio de aparelhos de fisioterapia e exercícios.

Como acelerar a recuperação da luxação

Para acelerar a recuperação da luxação e evitar agravamento da lesão é importante ter alguns cuidados como:

  • Não andar de carro durante as primeiras 2 semanas, para evitar que o balanço do carro mova a articulação;
  • Evitar fazer movimentos bruscos com o membro afetado, mesmo após retirar a imobilização, especialmente nos primeiros 2 meses;
  • Regressar aos esportes apenas 3 meses após o inicio do tratamento ou de acordo com a orientação do ortopedista;
  • Tomar os anti-inflamatórios prescritos pelo médico no horário para ajudar a reduzir a inflamação da articulação;

Estes cuidados devem ser adaptados de acordo com a articulação afetada. Assim, no caso de luxação do ombro, por exemplo, é importante evitar pegar em objetos pesados nos primeiros 2 meses.

Como recuperar os movimentos depois de tirar a imobilização

Depois da retirada da imobilização é normal os movimentos ficarem um pouco mais presos e haver menor força muscular. Geralmente quando a pessoa fica imobilizada por até 20 dias em apenas 1 semana já é possível voltar à mobilidade normal, mas quando a imobilização é necessária por mais de 12 semanas a rigidez muscular pode ser grande sendo preciso fazer fisioterapia.

Em casa, para recuperar a mobilidade articular você pode deixar a articulação de 'molho' em água quente durante cerca de 20 a 30 minutos. Tentar esticar aos poucos o braço ou a perna também ajuda, mas não se deve insistir se houver dor.

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Mais sobre este assunto:


Publicidade

LIVE | Saúde da Prostata

A Tatiana e o Manuel vão estar te esperando num encontro informal para falar tudo sobre problemas na próstata.

A sua presença vai fazer o evento ser mais especial.

Se inscreva e receba uma notificação quando começar, para não perder nenhum minuto.

Inscreva-se
* Não perca a oportunidade de fazer perguntas e participar deste momento em homenagem ao Novembro Azul.

Estamos ao vivo agora! Vem falar com a gente!

A Tati e o Manuel falam sobre problemas na próstata, o preconceito dos homens a respeito do exame de toque retal, e até sobre impotência sexual, que pode ser um complicação da detecção tardia desse tipo câncer.

Participe agora
* Vamos responder todas as perguntas que chegarem, sem tabus. Estamos te esperando!
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem