Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Tratamento para fratura na coluna

A fratura na coluna vertebral é um problema grave que pode provocar paralisia permanente das pernas ou do corpo, dependendo da vértebra afetada.

Geralmente, as fraturas na coluna vertebral são causadas por acidentes de trânsito, quedas de grande altura ou acidentes em esportes, mas este tipo de lesão também pode surgir espontaneamente em pacientes com osteoporose ou tumores ósseos, devido ao enfraquecimento dos ossos da coluna.

Colete de Jewet
Colete de Jewet

O tratamento precisa ser sempre iniciado no hospital e ser orientado por um ortopedista, pois varia de acordo com o grau da lesão, mas normalmente inclui:

  • Uso de colete de Jewet, colar cervical ou gesso: usado em casos de fratura da coluna sem lesões na medula espinhal. Normalmente, este tipo de tratamento conservador é mantido por 8 a 12 semanas, até que as vértebras cicatrizem;
  • Cirurgia: em caso de fraturas graves e quando a medula é afetada, sendo utilizado um suporte de metal semelhante a parafusos, que alinha a coluna e suporta o peso do corpo.

Durante a recuperação, deve-se ficar de repouso absoluto durante a primeira semana e iniciar lentamente as atividades diárias mais leves, como caminhar e sentar, evitando exercícios pesados, como correr, nadar ou levantar pesos, respeitando todas as indicações do médico.

Quando o tratamento não é feito de forma adequada, mesmo em lesões leves, pode acontecer agravamento da fratura e, nesses casos, pode até haver risco de paralisia, mesmo que incialmente a medula não tenha sido afetada.

Quando fazer fisioterapia

Enquanto for necessário permanecer de repouso, o ortopedista pode indicar que se façam sessões de fisioterapia para facilitar a circulação e impedir a atrofia muscular ou o surgimento de escaras. Além disso, em alguns casos, o fisioterapeuta pode usar um aparelho de magnetoterapia, chamado de Meganetron, que estimula a formação de osso, facilitando a consolidação da fratura. Veja todos os benefícios desta técnica.

O fisioterapeuta pode ainda realizar exercícios respiratórios para prevenir infecções respiratórias e soltar secreções que se vão acumulando nos pulmões. Veja 5 exercícios para respirar melhor depois da cirurgia.

Tratamento para fratura na coluna

Como acelerar a recuperação

Alguns cuidados que ajudam a evitar complicações e acelerar a recuperação das vértebras incluem:

  • Ficar de repouso absoluto na cama nos primeiros dias, fazendo apenas os movimentos permitido pelo ortopedista;
  • Manter as pernas ligeiramente elevadas, utilizando 2 travesseiros em baixo dos pés para facilitar a circulação;
  • Iniciar lentamente as atividades diárias, com indicação do médico e evitando exercícios mais intensos como correr ou nadar, por exemplo;
  • Evitar fazer movimentos bruscos com a coluna, como virar o pescoço ou as costas;

Além disso, a hidroterapia, que é um tipo mais leve de fisioterapia dentro de água, pode ser uma excelente forma para acelerar o processo de recuperação porque permite trabalhar e fortalecer os músculos da coluna sem causar dor.

Durante o período de recuperação é importante ainda fazer uma alimentação equilibrada, para não engordar, e também rica em cálcio e vitamina D, para ajudar a fortalecer os ossos, especialmente no caso de idosos com fratura na coluna devido a osteoporose. Saiba mais sobre como fazer uma dieta alimentação para osteoporose, que pode ajudar no caso de fraturas.

Depois da recuperação completa da cirurgia e segundo orientação médica, é recomendada e ingestão de alimentos ricos em cálcio e a prática de exercício físico gradual e regular para fortalecer os ossos. Conheça outras dicas vendo esse vídeo da nossa nutricionista e da nossa fisioterapeuta: 

Principais sequelas da fratura na coluna

Após uma lesão na coluna, a medula, que é um feixe de nervos que passa por dentro da coluna, pode ficar lesada e comprometer os movimentos das partes do corpo abaixo desse ponto. Assim, uma fratura na coluna cervical (pescoço) pode causar paralisia total do corpo, enquanto que uma fratura na coluna lombar (fundo das costas) ou torácica pode causar paralisia nas pernas.

Normalmente, as complicações de fratura na coluna surgem imediatamente após o acidente, durante o transporte para o hospital ou nas primeiras horas após o início do tratamento.

Anatomia da coluna vertebral

Tratamento para fratura na coluna

As fraturas na coluna podem afetar somente o osso sem provocar lesões no interior da medula. Nestes casos, não existem sequelas graves, como paralisia, sendo apenas necessário fazer repouso e o tratamento, sob orientação do ortopedista, para que o osso da vértebra recupere.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...