Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Tratamento para câncer de pulmão

O tratamento para câncer de pulmão pode ser feito com cirurgia, quimioterapia, radioterapia ou terapêutica fotodinâmica, dependendo do tipo de câncer, tamanho, localização do tumor, e do estado geral de saúde do paciente.

O câncer de pulmão tem maiores chances de cura quando é diagnosticado precocemente e o tratamento é seguido corretamente.

Cirurgia para câncer de pulmão

A cirurgia para câncer de pulmão consiste em retirar o tumor e os gânglios linfáticos próximos do pulmão afetado, para evitar o crescimento do tumor e que ele se espalhe pelo organismo, podendo ser de 3 tipos:

  • Segmentectomia: consiste na retirada de uma pequena parte do lobo pulmonar com câncer. É indicada para pacientes com tumores pequenos ou que estão com o estado de saúde fragilizado.
  • Lobectomia: consiste na remoção de um lobo inteiro do pulmão. É a mais indicada, mesmo para tumores pequenos.
  • Pneumectomia: consiste na remoção de todo o pulmão do lado afetado pelo câncer. É indicada quando o tumor está localizado próximo do centro do tórax.

O tempo de recuperação da cirurgia é demorado e podem surgir algumas complicações como dificuldade ao respirar, sangramento, infecções ou pneumonia, que podem ser tratadas com o uso de medicamentos ou fisioterapia. O tratamento fisioterapêutico para câncer de pulmão é bastante importante, porquê ajuda a melhorar e aumentar a capacidade de expansão do tórax durante a respiração, sendo indicada antes e depois da cirurgia.

Quimioterapia para câncer de pulmão

A quimioterapia para câncer de pulmão tem como objetivo destruir as células cancerígenas, localizadas no pulmão ou espalhadas pelo organismo, e é geralmente administrada por injeção na veia ou através de um cateter, um pequeno tubo colocado numa grande veia durante todo o tratamento. Este tratamento pode durar 1 ano ou mais.

A quimioterapia pode ser realizada antes da cirurgia para reduzir o tumor e tornar mais fácil e sua retirada, ou pode ser realizada após a cirurgia para destruir as células cancerígenas, que possam ainda restar no corpo. Nos casos onde a cirurgia é contraindicada e nos casos de cânceres avançados, a quimioterapia é o principal tratamento, sendo utilizada para controlar o crescimento do tumor e aliviar os sintomas da doença.

Geralmente, a quimioterapia utiliza a combinação de 2 medicamentos como Cisplatina, Etoposídeo, Gefitinibe, Paclitaxel, Vinorelbina ou Vinblastina, sendo que os efeitos colaterais que podem surgir, são:

  • Perda de cabelo;
  • Inflamação da boca;
  • Perda de apetite;
  • Náuseas e vômitos;
  • Diarreia ou prisão de ventre;
  • Infecções;
  • Alterações sanguíneas;
  • Cansaço extremo.

A maioria dos efeitos colaterais desaparecem após terminar o tratamento, mas em alguns casos podem ser utilizados analgésicos ou remédios para o enjoo, para aliviar os sintomas e tornar o tratamento mais fácil de ser seguido.

Radioterapia para câncer de pulmão

A radioterapia para câncer de pulmão utiliza radiação para destruir as células cancerígenas e pode ser aplicada por radiação externa, através de uma máquina que emite feixes de radiação, ou por braquiterapia em que o material radioativo é colocado próximo do câncer.

A radioterapia é muitas vezes o principal tratamento do câncer de pulmão, principalmente quando a cirurgia é contraindicada devido ao seu tamanho ou localização do tumor. É utilizada, também, antes da cirurgia para reduzir o tamanho de tumor, ou depois, para destruir as células cancerígenas que ainda possam estar no pulmão. Os efeitos colaterais da radioterapia podem ser:

  • Fadiga;
  • Perda de apetite;
  • Dor de garganta;
  • Irritação na pele no local da radiação;
  • Febre;
  • Tosse;
  • Falta de ar.

Geralmente, os efeitos colaterais desaparecem no final do tratamento, mas alguns sintomas como tosse, falta de ar e febre, indicativos de inflamação dos pulmões, podem persistir por alguns meses.

Terapia fotodinâmica para câncer de pulmão

A terapia fotodinâmica para câncer de pulmão é utilizada nos estágios iniciais da doença quando é preciso abrir as vias aéreas obstruídas pelos tumores nos pulmões. Esta terapia consiste no uso de um remédio especial, que é injetado na corrente sanguínea com o objetivo de se acumular nas células cancerígenas. Após o acúmulo do medicamento no tumor, é aplicado um raio laser no local para matar as células cancerígenas que depois são removidas através de uma broncoscopia. A terapia fotodinâmica pode provocar inchaço das vias aéreas por alguns dias, causando falta de ar, tosse com sangue e catarro, que podem ser tratadas no hospital.

O tratamento nutricional para câncer de pulmão consiste na ingestão de medicamentos ou alimentos ricos em antioxidantes como vitamina A, E e C, que ajudam a reduzir os efeitos colaterais da quimioterapia ou radioterapia e estimulam a sua ação, aumentando assim a chance de cura do câncer.

Em caso de câncer de pulmão existem diferentes tipos de câncer e o seu tratamento é diferente. O tratamento de câncer de pulmão de pequenas células consiste em radioterapia e quimioterapia, dispensando a cirurgia.

Links úteis:

Mais sobre este assunto:


Carregando
...