Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Mancha no Pulmão: O que pode ser

A mancha no pulmão geralmente é um termo usado pelo médico para descrever a presença de uma mancha branca no raio X pulmonar, dessa forma, a mancha pode ter várias causas.

Embora o câncer de pulmão seja sempre uma possibilidade, é bastante raro e, normalmente, a mancha é apenas um sinal de infecção ou inflamação do tecido do pulmão. E mesmo quando é causada pelo crescimento de algo dentro do pulmão, geralmente é um tumor benigno, não estando relacionado com câncer.

Muitas vezes, a mancha no raio X também pode ser referida como um nódulo no pulmão, mas nesses casos, o médico já pode estar suspeitando de um crescimento de tecido, que pode ser benigno ou maligno. Entenda mais sobre o nódulo no pulmão.

Mancha no Pulmão: O que pode ser

1. Infecção no pulmão

As infecções são a principal causa de manchas no pulmão, mesmo que já não exista uma infecção ativa. Dessa forma, a mancha branca pode surgir no raio X depois que a pessoa teve uma pneumonia ou uma tuberculose, por exemplo, representando um local no pulmão onde os tecidos ainda estão inflamados.

No entanto, caso não exista histórico de infecção, o médico deve avaliar a presença de sintomas e fazer um exame ao catarro para confirmar se existem bactérias se desenvolvendo no pulmão.

Confira os principais sintomas de infecções pulmonares como a pneumonia ou a tuberculose.

2. Tumor benigno

O tumor benigno consiste no crescimento de tecido dentro do pulmão, que normalmente não causa qualquer tipo de sintoma e, por isso, só é descoberto durante exames de rotina. Um dos tipos mais comuns é o fibroma, no qual tecido muito rico em fibras se desenvolve nas visas respiratórias.

Quando o crescimento deste tipo de tumores é muito exagerado, pode causar alterações na respiração, mas normalmente não causa qualquer tipo de sintoma e, por isso, o tratamento pode não ser necessário.

3. Malformação dos vasos sanguíneos

Outra possível causa de uma pequena mancha no pulmão é a presença de um aglomerado de vasos sanguíneos em alguma região do pulmão, conhecido como hemangioma. Geralmente, esses vasos vão se desenvolvendo desde o nascimento, mas como geralmente não causam qualquer tipo de sintoma, são identificados apenas durante exames de rotina. Veja mais sobre o que é o hemangioma e como é tratado

O hemangioma geralmente é mantido apenas sob vigilância, para avaliar se está aumentando de tamanho. Caso o tamanho não altere, o médico normalmente não indica qualquer tipo de tratamento, porém, se estiver crescendo e pressionando as vias respiratórias, pode ser necessário fazer uma cirurgia para retirar o excesso de vasos, por exemplo.

4. Câncer pulmonar

Embora seja mais raro, o câncer no pulmão também pode ser uma das causas de mancha no pulmão. Normalmente, nesses casos, podem já existir outros sinais como tosse persistente, sensação de falta de ar, sangue no catarro ou dor no tórax, por exemplo.

O câncer de pulmão é mais frequente em pessoas fumantes, por isso, se esse for o caso, o médico pode pedir outros exames como a tomografia computadorizada para tentar confirmar ou despistar o diagnóstico de câncer.

Veja que outros sinais podem ajudar a identificar o câncer de pulmão.

O que fazer depois de descobrir uma mancha no pulmão

Após identificar uma mancha pulmonar no raio X, o médico faz uma avaliação do histórico da pessoa para tentar determinar qual o risco de poder ser um problema mais grave, como um câncer. Além disso, podem ser feitos outros exames como tomografia computadorizada ou até uma biópsia para tentar avaliar melhor o tipo de tecido que está causando a mancha, permitindo decidir qual a melhor forma de tratamento.

Com a tomografia computadorizada, o médico já deverá conseguir avaliar com maior detalhe o tamanho e a forma da mancha, o que já pode indicar melhor o risco de ser câncer. Geralmente, manchas muito grande e com forma muito irregular têm maior chances de ser câncer, mas apenas uma biópsia pode confirmar o diagnóstico.

Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar