Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é ozonioterapia

A ozonioterapia consiste num processo em que é administrado gas de ozônio no corpo para tratar alguns problemas de saúde. O ozônio é um gás composto por 3 átomos de oxigênio e que pode ser usado para tratar feridas, diabetes, infecções, problemas respiratórios e inflamatórios e câncer.

O tratamento deve ser realizado por um profissional de saúde, aplicando o ozônio localmente ou injetando via intravenosa, via intramuscular ou por insuflação retal.

Para que serve e como funciona

A terapia com ozônio funciona interrompendo processos não saudáveis no corpo, como o crescimento de bactérias patogênicas se houver uma infecção, ou impedindo alguns processos oxidativos, podendo por isso ser usado para melhorar diversos problemas de saúde:

1. Problemas respiratórios

O que é ozonioterapia

Como promove entrada de maior quantidade de oxigênio no sangue, a ozonioterapia é uma boa opção para pessoas com problemas respiratórios, como asma e doença pulmonar obstrutiva crônica. Saiba como identificar e tratar a asma.

A entrada de maior quantidade de oxigênio no sangue, provoca um aumento na taxa de glicólise dos glóbulos vermelhos, aumento assim a quantidade de oxigênio liberado para os tecidos.

Além disso, aumenta significativamente a resistência das vias aéreas e a frequência respiratória.

2. Distúrbios no sistema imune

O que é ozonioterapia

A terapia com ozônio pode trazer benefícios para pessoas com o sistema imunológico debilitado e ajudar a tratar infecções, já que estimula e reforça o sistema imune, porque aumenta o número de moléculas envolvidas na emissão de sinais entre as células durante o desencadeamento das respostas imunes.

Veja outras formas de aumentar a imunidade.

3. Tratamento da AIDS

O que é ozonioterapia

Vários estudos comprovam que a ozonioterapia pode inativar o HIV, o vírus da AIDS, devido a inativação de uma proteína nuclear do vírus HIV. Saiba mais sobre os sintomas, contágio e de como é feito o tratamento da AIDS.

4. Tratamento do câncer

O que é ozonioterapia

Alguns estudos comprovam também que o ozônio administrado em uma concentração entre 30 e 55 μg / cc causa aumento na produção de interferon, que é uma proteína produzida para, entre outros mecanismos, interferir na replicação de células tumorais e estimular a atividade de defesa de outras células.

Além disso, leva também ao aumento do fator de necrose tumoral e interleucina-2, que por sua vez estimula uma cascata de reações imunológicas subsequentes.

5. Tratamento de infecções

O que é ozonioterapia

A ozonioterapia leva também à inativação de bactérias, vírus, fungos e parasitas. Nas bactérias atua através de um mecanismo que interrompe a integridade do envelope celular bacteriano, levando à oxidação dos fosfolipídios e lipoproteínas.

Nos fungos, o ozônio inibe o crescimento celular em certos estágios e em vírus danifica o capsídeo viral e perturba o ciclo reprodutivo ao interromper o contato entre o vírus e a célula com a peroxidação.

6. Complicações na diabetes

O que é ozonioterapia

Complicações na diabetes são atribuídas ao estresse oxidativo no corpo e estudos demonstram que o ozônio ativa o sistema antioxidante que afeta o nível de glicemia. Conheça outras formas de tratar os vários tipos de diabetes.

7. Tratamento de feridas

O que é ozonioterapia

O ozônio pode ainda ser usado para o tratamento de feridas, aplicando o gás diretamente na região afetada. Em um estudo in vitro, observou-se que o ozônio é muito eficaz na redução das concentrações de Acinetobacter baumannii, Clostridium difficile e Staphylococcus aureus.

O ozônio pode também ser usado para tratar doenças inflamatórias, como artrite, reumatismo, degeneração macular, hernia de disco, problemas circulatórios, síndrome respiratória aguda grave, em sintomas hipóxicos e isquêmicos e para diminuir o colesterol no sangue.

Além disso tem também sido usado em odontologia, no tratamento de cáries dentárias. Saiba como identificar e tratar uma cárie dentária.

Como é feito o tratamento

O tratamento com ozônio deve ser realizado por um profissional de saúde e nunca por via inalatória.

Existem várias formas de realizar a ozonioterapia, aplicando o gas diretamente na pele, caso se pretenda tratar uma ferida, via intravenosa ou intramuscular. Para administrar o ozônio pela veia, para tratar outros problemas de saúde, é retirada uma determinada quantidade de sangue que é misturada com o ozônio e depois é administrado novamente na pessoa via intravenosa. Também pode ser administrada via intramuscular, em que o ozônio pode estar misturado com o sangue da própria pessoa ou com água estéril.

Além disso, também são usadas outras técnicas, como a injeção intradiscal, paravertebral ou insuflação retal, em que é introduzida uma mistura de ozônio e oxigênio através de um cateter no cólon.

Possíveis efeitos colaterais

O facto de o ozônio ser ligeiramente instável torna-o um pouco imprevisível, podendo danificar os glóbulos vermelhos do sangue e por isso a quantidade usada no tratamento deve ser precisa.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...