Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
Fechar Coronavírus: Informações sobre COVID-19 Ler mais
O que você precisa saber?

Sistema muscular: o que é, classificação dos músculos e tipos

O sistema muscular corresponde ao conjunto de músculos presentes no corpo que permitem a realização dos movimentos, bem como garante a postura, estabilização e sustentação do corpo. Os músculos são formados por um conjunto de fibras musculares, as miofibrilas, que são organizadas em feixes e envolvidas por um tecido.

Os músculos são capazes de realizar o movimento de contração e relaxamento e é isso que favorece a realização dos movimentos do dia a dia, como andar, correr, pular, sentar, além de outros que são essenciais para o funcionamento correto do corpo, como circular o sangue, respirar e realizar a digestão.

Sistema muscular: o que é, classificação dos músculos e tipos

Classificação dos músculos

Os músculos podem ser classificados didaticamente de acordo com a sua estrutura, a sua função e as suas características de contração. De acordo com as suas características de contração, os músculos podem ser:

  • Voluntários, quando a sua contração é coordenada pelo sistema nervoso, que é influenciado pelo desejo da pessoa;
  • Involuntários, em que a contração e o relaxamento do músculo não depende da vontade da pessoa, acontecendo de forma regular, como no caso do músculo cardíaco e do músculo presente no intestino que permite os movimentos peristálticos, por exemplo.

De acordo com a sua função, podem ser classificados em:

  • Agonistas, que contraem com o objetivo de gerar o movimento;
  • Sinergistas, que contraem na mesma direção dos agonistas, ajudando a produzir o movimento;
  • Antagonistas, que opõem-se ao movimento desejado, ou seja, enquanto os músculos agonistas estão gerando o movimento de contração, os antagonistas promovem o relaxamento e alongamento gradual do músculo, permitindo que o movimento aconteça de forma coordenada.

Além disso, de acordo com as características estruturais, os músculos podem ser classificados em liso, esquelético e cardíaco. Esses músculos atuam diretamente ligados com o sistema nervoso com o objetivo de permitir que a movimentação aconteça de forma correta e coordenada.

Tipos de músculos

De acordo com a estrutura, o tecido muscular pode ser classificado em três tipos diferentes:

1. Músculo cardíaco

O músculo cardíaco, também chamado de miocárdio, é o músculo que recobre o coração e permite os movimentos desse órgão, favorecendo o transporte de sangue e oxigênio para outros órgãos e tecidos do corpo, mantendo o bom funcionamento do corpo.

Esse músculo é classificado como involuntário, pois a sua função é desempenhada independente do desejo da pessoa. Além disso, apresenta estriações, podendo também ser chamado de estriado cardíaco, e é constituído por células alongadas e ramificadas que contraem de forma vigorosa e rítmica.

2. Músculo liso

Esse tipo de músculo possui contração involuntária e lenta e pode ser encontrado na parede de órgãos ocos como o sistema digestório, bexiga e artéria, por exemplo. Diferentemente do músculo cardíaco, esse músculo não apresenta estrias e, por isso, recebe a denominação de liso.

3. Músculo esquelético

O músculo esquelético é também um tipo de músculo estriado, no entanto diferentemente dos outros tipos de músculos, ele possui contração voluntária, ou seja, para que exista movimentação é preciso que a pessoa dê esse sinal para que exista a contração do músculo. Esse tipo de músculo está fixado aos ossos por meio dos tendões, permitindo que exista a movimentação dos músculos do braço, pernas e mãos, por exemplo.

Bibliografia >

  • DUTTON, Mark. Fisioterapia ortopédica: exame, avaliação e intervenção. 2ª ed. Porto Alegre: Artmed, 2010. 17; 31-36.
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem