Somos REDE D'OR
icon de informação icon de telefone 3003-3230
Número disponível apenas em território brasileiro, com custo de chamada local.

Tenesmo vesical: o que é, sintomas, causas e tratamento

dezembro 2022
  1. Sintomas
  2. Causas
  3. Tratamento

O tenesmo vesical é a vontade frequente de urinar e sensação de não ter esvaziado a bexiga completamente após urinar, mesmo quando não há urina na bexiga, sendo geralmente causado por infecções urinárias, pedra nos rins ou bexiga hiperativa, por exemplo.

O tenesmo vesical pode trazer desconforto e interferir diretamente no dia-a-dia e qualidade de vida da pessoa, já que sente necessidade de ir ao banheiro mesmo que a bexiga não esteja cheia.

Por isso, é importante consultar o urologista ou o clínico geral sempre que surgir sintomas de tenesmo vesical, para que seja identificada sua causa e iniciado o tratamento mais adequado.

Imagem ilustrativa número 1

Sintomas de tenesmo vesical

Os principais sintomas de tenesmo vesical são:

  • Vontade frequente de urinar;
  • Sensação de esvaziamento incompleto da bexiga;
  • Sensação de bexiga cheia, mesmo quando não tem urina na bexiga;
  • Urgência para urinar;
  • Urinar excessivamente à noite, interrompendo o sono;
  • Dor ou desconforto ao urinar;
  • Incontinência urinária, em alguns casos.

Ao apresentar sintomas de tenesmo vesical é importante consultar o urologista ou o clínico geral, para que sejam feitos exames, identificada a sua causa e indicado o melhor tratamento de acordo com a causa.

Como confirmar o diagnóstico

O diagnóstico do tenesmo vesical é feito pelo clínico geral ou urologista, através da avaliação dos sintomas, do histórico de saúde e do exame físico e neurológico.

Além disso, o médico pode solicitar exame de urina e exames de imagem, como ultrassom das vias urinárias e estudo urodinâmico, que mede a pressão, o fluxo e a ação dos músculos da bexiga durante a micção. 

Possíveis causas

O tenesmo vesical é mais frequente em pessoas mais velhas e em mulheres, podendo ser causado por algumas condições de saúde, como:

  • Infecções urinárias;
  • Herpes genital;
  • Vaginite, no caso das mulheres;
  • Pedra nos rins;
  • Obstrução da bexiga;
  • Bexiga baixa, também chamada de cistocele;
  • Bexiga hiperativa;
  • Excesso de peso;
  • Tumor ou câncer na bexiga.

Além disso, em homens, o tenesmo vesical também pode ser causado devido à prostatite, que é a inflamação na próstata, ou câncer de próstata, por exemplo. Veja outros sintomas do câncer de próstata.  

Como é feito o tratamento

O tratamento do tenesmo vesical deve ser feito com orientação do urologista ou clínico geral, de acordo com a causa do tenesmo, com o objetivo de aliviar os sintomas. 

Assim, o médico deve recomendar diminuir a ingestão de bebidas alcoólicas e cafeína, já que estimulam a produção de urina, e, caso esteja acima do peso, perder peso através de alimentação saudável e prática de atividades físicas, uma vez que a gordura em excesso pode pressionar a bexiga, resultando no tenesmo vesical.

Além disso, o médico deve recomendar praticar exercícios que fortaleçam o assoalho pélvico, como os exercícios de Kegel ou fisioterapia urológica, por exemplo, pois assim é possível controlar a bexiga. Saiba como fazer os exercícios de Kegel

Outros tratamentos que podem ser recomendados pelo médico é o uso de antibióticos, no caso de infecções urinárias, anticolinérgicos, como oxibutinina, no caso de bexiga hiperativa, ou até cirurgia, quimioterapia ou radioterapia, nos casos de tumor na bexiga ou próstata, por exemplo.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Flávia Costa - Farmacêutica, em dezembro de 2022.

Bibliografia

  • DRAY, E. V.; CLEMENS, J. Q. Recurrent urinary tract infections in patients with incomplete bladder emptying: is there a role for intravesical therapy?. Transl Androl Urol. 6. Suppl 2; S163-S170, 2017
  • LEE, K. S.; KOO, K. C. Clinical Factors Associated With the Feeling of Incomplete Bladder Emptying in Women With Little Postvoided Residue. Int Neurourol J. 24. 2; 172-179, 2020
Mostrar bibliografia completa
  • NG, M.; BARADHI, K. M. IN: STATPEARLS [INTERNET]. TREASURE ISLAND (FL): STATPEARLS PUBLISHING. Benign Prostatic Hyperplasia. 2022. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK558920/>. Acesso em 27 dez 2022
  • THE INTERNATIONAL CONTINENCE SOCIETY. Feeling of Incomplete Bladder Emptying. 2022. Disponível em: <https://www.ics.org/committees/standardisation/terminologydiscussions/feelingofincompletebladderemptying>. Acesso em 27 dez 2022
  • FUJIMURA, T.; et al. Assessment of lower urinary tract symptoms in men by international prostate symptom score and core lower urinary tract symptom score. BJU Int. 109. 10; 1512-6, 2012
  • PANICKER, J. N. Neurogenic Bladder: Epidemiology, Diagnosis, and Management. Semin Neurol. 40. 5; 569-579, 2020
  • SOUNTOULIDES, P.; MUTOMBA, W. F. Feeling of incomplete bladder emptying: A definition with clinical implications. Lower Urinary Tract Symptoms. 11. 1; 85-85, 2019
  • LIGHTNER, D. J.; et al. Diagnosis and Treatment of Overactive Bladder (Non-Neurogenic) in Adults: AUA/SUFU Guideline Amendment 2019. J Urol. 202. 3; 558-563, 2019
Equipe editorial constituída por médicos e profissionais de saúde de diversas áreas como enfermagem, nutrição, fisioterapia, análises clínicas e farmácia.

Tuasaude no Youtube

  • Como identificar os sintomas e curar a INFECÇÃO URINÁRIA rapidamente

    07:47 | 478608 visualizações
  • Incontinência Urinária: 7 truques para o xixi não escapar

    06:04 | 75322 visualizações
  • INCONTINÊNCIA URINÁRIA | com Rosana Jatobá e Silvia Faro

    06:01 | 16912 visualizações
  • Exercícios para INCONTINÊNCIA URINÁRIA

    04:02 | 753635 visualizações
  • Infecção Urinária e Cistite | O que comer para Curar e Evitar

    04:49 | 3999546 visualizações