Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Tendinite no punho: causas e como é o tratamento

A tendinite no punho acontece devido a movimentos repetitivos que levam à inflamação dos tendões presentes da articulação, havendo dor, inchaço e vermelhidão local, dificuldade para realizar movimentos com a articulação e fraqueza, por exemplo. Quando há envolvimento do tendão localizado na base do polegar, essa inflamação recebe o nome de tenossinovite De Quervain, em que além dos sintomas de tendinite, há acúmulo de líquido ao redor do tendão.

O diagnóstico pode ser feito pelo médico ortopedista ou fisioterapeuta após observar a região e analisar a história clínica do indivíduo. Além disso podem ser realizados testes específicos para identificação da tenossinovite e exames de imagem, como raio-x e ressonância magnética, que apesar de não serem de fato necessários, ajuda no diagnóstico e permite identificar se houve ou não calcificação no tendão, além da extensão da inflamação, o que pode influenciar no tratamento.

O tratamento pode ser feito com o uso de anti-inflamatórios, imobilização da articulação e fisioterapia, no entanto nos casos mais graves pode ser necessária realização de cirurgia. No caso das grávidas e das mulheres que estejam em fase de amamentação, o tratamento não deve ser feito com comprimidos, mas em forma de pomada que devem ser aplicadas diretamente no local da dor, além de alongamentos.

Tendinite no punho: causas e como é o tratamento

Principais causas

A tendinite no punho e a tenossinovite De Quervain são classificadas como Lesões por Esforço Repetitivo (LER), ou seja, acontecem como consequência da movimentação repetitiva da articulação, podendo acontecer devido a diversas situações, como por exemplo:

  • Uso excessivo dos polegares e dos braços com movimentos repetitivos;
  • Escrever muito;
  • Segurar o bebê no colo com o polegar virado para baixo;
  • Pintar;
  • Pescar;
  • Digitar;
  • Costurar;
  • Fazer exercícios de musculação que envolvam a articulação do punho;
  • Tocar instrumento musical por muitas horas seguidas.

Além disso, a tendinite e a tenossinovite podem acontecer devido a um grande esforço da musculatura envolvida, como segurar algo muito pesado, como uma sacola de compras somente com uma mão, por um longo período de tempo.

Veja mais sobre a tenossinovite.

Como é feito o tratamento

O tratamento pode variar de acordo com a gravidade da inflamação, mas em todos os casos é necessário repousar a articulação para que não haja agravamento da inflamação. A melhor forma de repousar, é através da imobilização, pois dessa forma a articulação não é usada, o que favorece a melhora. Além disso, pode-se também passar gelo no local por alguns minutos, pois também ajuda a aliviar os sintomas de inflamação.

Fisioterapia

Exercícios de alongamento e fortalecimento podem ser utilizados desde o primeiro dia e são essenciais para a recuperação. Pode ser útil fazer o exercício de apertar uma bolinha macia ou massinha de modelar em 3 séries de 20 repetições. Além disso, o fisioterapeuta também poderá utilizar técnicas de mobilização das articulações e fitas para imobilizar o tendão.

A fisioterapia para a tendinite no punho pode ser feita com aparelhos de eletroterapia e termoterapia que ajudam a desinflamar e combater a dor, além de exercícios que aumentam a mobilidade e a força dos músculos enfraquecidos. Aparelhos como Tens, Ultrassom, Laser e Corrente Galvânica podem ser usados para acelerar a cura.

Cirurgia

A principal característica desta doença é a degeneração e o espessamento da bainha do tendão, localizada no punho e por isso, a cirurgia pode ser útil para liberar a bainha do tendão, facilitando a movimentação dos tendões dentro dela. A cirurgia só deve ser utilizada como último recurso, quando mesmo após meses de fisioterapia não há melhora dos sintomas e mesmo após este procedimento será preciso fazer fisioterapia para recuperar a força, movimentação e diminuir a dor e o inchaço.

Tratamento caseiro para tendinite no punho

Um ótimo tratamento caseiro para a tendinite no punho é colocar uma bolsa de gelo no punho por 20 minutos, diariamente, 2 vezes por dia. Mas, para proteger a pele contra queimaduras, deve-se envolver a bolsa de gelo (ou um pacote de legumes congelados) em uma folha de papel de cozinha. Após este período, a região ficará anestesiada e será mais fácil realizar o seguinte alongamento:

  1. Esticar o braço com a palma da mão virada para cima;
  2. Com ajuda da outra mão, esticar os dedos para trás, em direção ao chão, mantendo o braço esticado;
  3. Manter a posição por 1 minutos e descansar 30 segundos.

É recomendado fazer esse exercício 3 vezes seguidas pela manhã e à noite para aumentar a flexibilidade dos músculos, do tendão e melhorar a oxigenação nas estruturas afetadas, trazendo alívio dos sintomas. Veja também uma ótima técnica de massagem no vídeo a seguir:

O fim da TENDINITE em 7 minutos | Tati & Marcelle

835 mil visualizações

Bibliografia >

  • AMERICAN SOCIETY FOR SURGERY OF THE HAND. Tenossinovite de De Quervain. Disponível em: <https://www.assh.org/handcare/Anatomy/Details-Page/ArticleID/56837/Tenossinovite-de-De-Quervain-de-Quervain%E2%80%99s-Tenosynovitis>. Acesso em 26 Set 2019
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Mais sobre este assunto:


Publicidade

LIVE | Saúde da Prostata

A Tatiana e o Manuel vão estar te esperando num encontro informal para falar tudo sobre problemas na próstata.

A sua presença vai fazer o evento ser mais especial.

Se inscreva e receba uma notificação quando começar, para não perder nenhum minuto.

Inscreva-se
* Não perca a oportunidade de fazer perguntas e participar deste momento em homenagem ao Novembro Azul.

Estamos ao vivo agora! Vem falar com a gente!

A Tati e o Manuel falam sobre problemas na próstata, o preconceito dos homens a respeito do exame de toque retal, e até sobre impotência sexual, que pode ser um complicação da detecção tardia desse tipo câncer.

Participe agora
* Vamos responder todas as perguntas que chegarem, sem tabus. Estamos te esperando!
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem