Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Anticoncepcional Tamisa 30: o que é, como usar e efeitos colaterais

Atualizado em Setembro 2019

O Tamisa 30 é um anticoncepcional que contém 75 mcg de gestodeno e 30 mcg de etinilestradiol, duas substâncias que inibem os estímulos hormonais que levam à ovulação. Além disso, este anticoncepcional também causa algumas alterações no muco cervical e no endométrio, dificultando a passagem do esperma e reduzindo a capacidade para o óvulo fecundado se implantar no útero.

Este contraceptivo oral pode ser comprado nas farmácias convencionais, por um preço de cerca de 30 reais, mediante a apresentação de receita médica. Além disso, é ainda possível comprar caixas com 63 ou com 84 comprimidos, que permitem fazer até 3 ciclos seguidos de uso do anticoncepcional.

Anticoncepcional Tamisa 30: o que é, como usar e efeitos colaterais

Como usar

O tamisa 30 deve ser usado seguindo a direção das setas marcadas no verso de cada cartela, ingerindo um comprimido por dia e, se possível, sempre no mesmo horário. No final dos 21 comprimidos deve ser feita uma pausa de 7 dias entre cada cartela, iniciando-se a nova cartela no dia seguinte.

Como começar a tomar

Para iniciar o uso do tamisa 30, deve-se seguir as orientações:

  • Sem uso anterior de outro anticoncepcional hormonal: iniciar no 1º dia da menstruação e utilizar outro método contraceptivo durante 7 dias;
  • Troca de anticoncepcional oral: tomar o primeiro comprimido no dia após o último comprimido ativo do contraceptivo anterior ou, no máximo, no dia em que se deveria tomar o próximo comprimido;
  • Quando se usava minipílula: iniciar no dia imediatamente a seguir e usar outro método contraceptivo por 7 dias;
  • Quando se usava DIU ou implante: tomar o primeiro comprimido no mesmo dia de remoção do implante ou do DIU e utilizar outro método contraceptivo durante 7 dias;
  • Quando se usava anticoncepcional injetável: tomar o primeiro comprimido no dia em que seria a próxima injeção e usar outro método contraceptivo por 7 dias;

No pós-parto é aconselhável iniciar o uso do Tamisa 30 após 28 dias, em mulheres que não estão amamentado, sendo recomendado usar outro método contraceptivo durante os primeiros 7 dias de uso da pílula. Saiba qual anticoncepcional tomar durante a amamentação.

O que fazer se esquecer de tomar

A ação do tamisa 30 pode ser diminuída quando existe esquecimento de um comprimido. Se o esquecimento ocorrer até 12 horas, deve-se tomar o comprimido esquecido assim que possível. Se o esquecimento por mais de 12 horas, deve-se tomar o comprimido assim que se lembrar, mesmo que seja necessário tomar dois comprimidos no mesmo dia. É ainda recomendado usar outro método contraceptivo por 7 dias.

Embora o esquecimento por menos de 12 horas geralmente não afete a proteção do tamisa 30, é importante lembrar que mais de 1 esquecimento por ciclo pode aumentar o risco de gravidez. Saiba mais sobre o que fazer sempre que esquecer de tomar o anticoncepcional.

Possíveis efeitos colaterais

Alguns dos efeitos colaterais mais comuns que podem ocorrer com o uso do Tamisa 30 são dor de cabeça, incluindo enxaqueca e sangramento de escape.

Além disso, embora seja menos comum, pode ainda ocorrer vaginite, incluindo candidíase, alterações de humor, incluindo depressão, alterações do desejo sexual, nervosismo, tontura, náuseas, vômitos, dor abdominal, acne, dor nas mamas, aumento da sensibilidade nas mamas, aumento do volume mamário, saída de secreção das mamas, cólica menstrual, alteração do fluxo menstrual, alteração do epitélio do colo do útero, falta da menstruação, inchaço e alterações de peso.

Tamisa 30 engorda ou emagrece?

Um dos efeitos colaterais que podem ocorrer são alterações do peso corporal, por isso, é provável que algumas pessoas sofram aumento de peso, enquanto outras possam perder.

Quem não deve tomar

O tamisa 30 está contraindicado para mulheres grávidas, amamentando ou que tenham suspeita de gravidez.

Além disso, não deve ser usado por mulheres com hipersensibilidade aos componentes da fórmula ou com histórico de trombose venosa profunda, tromboembolismo, AVC, valvulopatias trombogênicas, distúrbios do ritmo cardíaco, trombofilias, dor de cabeça com aura, diabetes com problemas de circulação, pressão alta não controlada, tumores do fígado, sangramento vaginal sem causa, doenças do fígado, pancreatite associada a hipertrigliceridemia grave ou em casos de câncer da mama e outros tipos de câncer que dependem do hormônio estrogênio.


Bibliografia

  • HTTP://WWW.ANVISA.GOV.BR/DATAVISA/FILA_BULA/FRMVISUALIZARBULA.ASP?PNUTRANSACAO=3582472017&PIDANEXO=5236017. Tâmisa 30® (gestodeno + etinilestradiol). 2017. Link: <www.anvisa.gov.br>. Acesso em 02 Set 2019
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem