Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Conheça as principais consequências do excesso de estresse e ansiedade

O estresse e a ansiedade constante podem causar vários problemas como aumento de peso, síndrome do cólon irritável e úlcera no estômago, além de facilitar a ocorrência de doenças infecciosas, como gripe e, contribuir para o surgimento do câncer, por exemplo.

O aumento de peso ocorre porque normalmente o estresse leva à produção elevada de cortisol, que é um hormônio responsável por controlar o estresse, manter os níveis de açúcar e pressão no sangue estáveis e contribuir para o bom funcionamento do sistema imune.

Desta forma, o excesso de cortisol potencia o acúmulo de gordura no corpo, principalmente no abdômen, além de poder tornar o sistema imune mais fraco, o que potencia o desenvolvimento de infeções.

O que pode indicar estresse ou ansiedade

O estresse manifesta-se através de alguns sintomas, como:

  • Coração e respiração acelerada;
  • Suores, principalmente nas mãos;
  • Tremores e tonturas;
  • Boca seca;
  • Voz presa e sensação de nó na garganta;
  • Roer as unhas;
  • Vontade frequente de urinar e dor de barriga.
Conheça as principais consequências do excesso de estresse e ansiedade

No entanto, quando estes sintomas são frequentes podem potenciar outros, como:

  • Alterações no sono, como dormir pouco ou muito mantendo-se cansado;
  • Dores musculares;
  • Alterações na pele, principalmente espinhas;
  • Pressão alta;
  • Alterações do apetite, com aumento ou perda de vontade para comer;
  • Dificuldade de concentração e esquecimento frequente.

A maioria das pessoas já sofreu com situações de estresse na escola, na família ou no trabalho no entanto, situações menores como perder coisas ou ficar num engarrafamento também são causas comuns de estresse. Veja a diferença dos sintomas entre estresse físico e emocional.

Estresse e ansiedade significam o mesmo?

Estresse e ansiedade são expressões usadas como significado da mesma coisa, porém, o estresse está associado a qualquer situação ou pensamento que provoca frustração e nervosismo, que acaba passando espontaneamente.

Já a ansiedade está relacionada com medo irracional, aflição, preocupação excessiva, angústia e enorme desconforto interior devido à sensação de perigo e incerteza que é mais comum em doenças psiquiátricas, como ocorre na depressão.

Assim, o estresse é na maioria dos casos, a sensação de perda de controle da situação e, normalmente, contribui para um melhor desempenho porque pode se tornar motivador. No entanto, quando esta reação é muito exagerada prolonga-se por muitos dias ou meses, pode ser prejudicial à saúde.

O que acontece se não controlar o estresse?

O estresse deve ser controlado de forma a evitar o desenvolvimento de doenças como:

  • Síndrome do cólon irritável, que se caracteriza pelo descontrolo do intestino;
  • Síndrome metabólica, que leva ao aumento de peso, diabetes e pressão alta;
  • Úlcera de estômago;
  • Queda de cabelo e unhas quebradiças.

Além disso, o risco de desenvolver doenças infecciosas, como gripe ou herpes por exemplo, é maior porque o sistema imune está enfraquecido.

Como controlar o estresse e a ansiedade eficazmente

Para controlar os sintomas que provocam stress e ansiedade é importante ocupar a mente com pensamentos positivos e respirar corretamente, inspirando profundamente e soltando o ar lentamente.

Outras estratégias que podem ajudar são tomar chá de camomila ou valeriana, ou beber um suco de laranja e maracujá que ajudam a relaxar.

Em alguns casos, quando não se consegue controlar com técnicas naturais pode ser necessário ir no psicólogo para aprender técnicas específicas de relaxamento ou no psiquiatra para tomar remédios como Alprazolam ou Diazepam. Conheça mais dicas que podem ajudar a controlar a ansiedade.

Assista ao vídeo para conhecer todos os alimentos que o podem ajudar a se livrar do estresse:

Mais sobre este assunto:
Carregando
...