Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.

10 sintomas de resfriado e como aliviar

Os sintomas do resfriado costumam aparecer de 1 a 3 dias após a infecção por um vírus comum, como o rinovírus, que é transmitido através da inalação de gotículas de secreções nasais suspensas no ar contendo o vírus, que se espalham quando uma pessoa infetada espirra, tosse ou assoa o nariz, por exemplo.

O resfriado é mais frequente em épocas frias do ano, já que durante esse período é comum que as pessoas permaneçam por mais tempo em ambientes fechados e com pouca circulação de ar, o que favorece a transmissão do vírus.

10 sintomas de resfriado e como aliviar

Os principais sintomas do resfriado comum são:

  1. Nariz escorrendo com secreção aquosa e transparente;
  2. Congestionamento nasal;
  3. Catarro com uma coloração amarelo-esverdeada;
  4. Espirros;
  5. Dor de garganta;
  6. Tosse;
  7. Dor no corpo;
  8. Dor de cabeça leve;
  9. Febre baixa;
  10. Sensação de mal-estar geral.

Normalmente esses sintomas aparecem de forma gradual e duram cerca de 7 a 10 dias, mas podem durar mais tempo em pessoas que fumam. No entanto, se não houver melhora dos sintomas ou a pessoa apresentar febre maior que 38,5ºC, deve-se consultar o médico.

Diferença entre gripe e resfriado

A principal diferença entre a gripe e o resfriado é a intensidade dos sintomas, que na gripe são mais intensos e incluem a febre alta, que pode durar alguns dias. No caso do resfriado, os sintomas são mais sutis e fáceis de tratar. Entenda melhor como diferenciar gripe de resfriado.

Como aliviar os sintomas

Os sintomas de resfriado geralmente podem ser facilmente tratados em casa, através de algumas medidas simples como:

1. Beber bastante água

Manter o corpo hidratado é essencial para ajudar a combater o vírus do resfriado comum, além de ajudar a fluidificar as secreções nasais e facilitar sua eliminação, melhorando o desconforto do nariz escorrendo ou entupido. Por isso, deve-se beber bastante água, pelo menos 8 copos por dia, ou sucos, chás, sopas ou água morna com limão. 

Além disso, é importante evitar bebidas com cafeína como café ou chá preto, e bebidas alcoólicas, pois podem causar desidratação.

2. Ficar de repouso

O repouso é importante para ajudar o sistema imunológico a combater o vírus, o que permite a pessoa a se recuperar do resfriado de forma mais rápida, e também ajuda a reduzir as chances de transmitir o vírus para outras pessoas.

Além disso, é aconselhado não ir ao trabalho ou à escola, e ficar de repouso em casa se tiver febre, tosse forte ou se ficar sonolento. 

10 sintomas de resfriado e como aliviar

3. Usar um umidificador

Usar um umidificador ou vaporizador ajuda a aumentar a umidade do ar e aliviar o congestionamento nasal e a tosse. Uma outra forma simples de aumentar a umidade do ambiente, é colocar um balde com água na sala ou no quarto em que a pessoa com resfriado está.

4. Fazer gargarejo com água morna e sal

O gargarejo com água morna e sal ajuda a aliviar o desconforto da dor de garganta e a limpar o catarro agarrado na garganta. Além disso, o sal ajuda a matar bactérias que possam infectar a garganta, agindo como um antisséptico natural.

Para fazer o gargarejo com água morna e sal, basta acrescentar meia colher de chá de sal em meio copo de água morna, gargarejar por alguns segundos e cuspir a água em seguida.

5. Lavar o nariz com soro

Lavar o nariz com soro fisiológico ajuda a aliviar a congestão nasal, eliminando as secreções que deixam o nariz entupido e escorrendo, além de evitar o desenvolvimento de sinusite. Outra opção é usar soluções salinas que podem ajudar a aliviar os sintomas, mesmo em crianças, sendo aconselhado no caso de bebês sugar suavemente a secreção das narinas com uma seringa de bulbo após aplicar a solução salina.

Assista o vídeo com o enfermeiro Manuel Reis sobre como lavar o nariz com soro:

Como é feito o tratamento

Os sintomas do resfriado normalmente melhoram em alguns dias, sem ser necessário qualquer tipo de tratamento específico com remédios. 

No entanto, o médico pode indicar um tratamento com remédios com o objetivo de ajudar a aliviar os sintomas e o desconforto do resfriado:

  • Analgésicos ou anti-inflamatórios, como paracetamol, dipirona ou ibuprofeno, nos casos de febre, dor de garganta, de cabeça ou no corpo;
  • Descongestionante nasal em spray, para aliviar o congestionamento nasal, podendo ser utilizados por adultos no máximo 5 dias;
  • Xarope expectorante, como ambroxol ou guaifenesina, para facilitar a eliminação das secreções nasais;
  • Xarope mucolítico, como acetilcisteína ou bromexina, para deixar as secreções nasais mais líquidas facilitando sua eliminação;
  • Anti-histamínicos, como loratadina ou desloratadina, para abrir as vias nasais e ajudar a aliviar a congestão e os espirros.

Além disso, é importante aumentar as defesas do organismo, pois assim é possível que o sistema imunológico combata o vírus de forma mais eficaz. Dessa forma, para fortalecer a imunidade e tratar o resfriado é indicado aumentar o consumo de alimentos ricos em vitamina C, como laranja, abacaxi, morango e acerola, por exemplo.

Assista o vídeo com a nutricionista Tatiana Zanin com dicas de alimentos para aumentar a imunidade e ajudar a combater o resfriado:

Quando ir ao médico

Embora não seja necessário ir ao médico para curar o resfriado comum, é aconselhado consultar um clínico geral para adultos ou pediatra para crianças quando apresentar:

  • Febre superior a 38,5ºC ou que dura 5 dias ou mais ou que retorna após um período sem febre em adultos;
  • Febre de 38ºC em recém-nascidos até 12 semanas;
  • Febre que aumenta de intensidade ou com duração de mais de dois dias em crianças de qualquer idade;
  • Piora dos sintomas;
  • Falta de ar;
  • Respiração ofegante;
  • Dor de garganta forte;
  • Dor de ouvido;
  • Dor de cabeça;
  • Dor nos seios da face.

Além disso, crianças que apresentam extrema confusão, sonolência incomum ou falta de apetite necessitam ser avaliadas pelo pediatra para iniciar o tratamento mais adequado.

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • HEIKKINEN, Terho; JARVINEN, Asko. The common cold. Lancet. 361. 9351; 51-59, 2003
  • FASHNER, Julia; ERICSON, Kevin; WERNER, Sarah. Treatment of the common cold in children and adults. Am Fam Physician. 86. 2; 153-159, 2012
  • HEMILA, Harri; CHALKER, Elizabeth. Vitamin C for preventing and treating the common cold. Cochrane Database Syst Rev. 1. CD000980, 2013
  • ECCLES, Ron. Understanding the symptoms of the common cold and influenza. Lancet Infect Dis. 5. 11; 718-725, 2005
  • MAYO CLINIC. Common cold. Disponível em: <https://www.mayoclinic.org/diseases-conditions/common-cold/symptoms-causes/syc-20351605>. Acesso em 19 Mar 2021
  • NHS. Common cold. Disponível em: <https://www.nhs.uk/conditions/common-cold/>. Acesso em 19 Mar 2021
Mais sobre este assunto:

Carregando
...