Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como identificar os sintomas de câncer de pâncreas

O câncer de pâncreas, que é o tipo de tumor maligno deste órgão, pode apresentar alguns sintomas, como pele amarelada, coceira no corpo, dor na barriga, dor nas costas ou perda de peso, por exemplo, e a quantidade e intensidade variam de acordo com o tamanho do tumor, o local afetado do pâncreas, os órgãos ao redor atingidos e se há ou não metástases.

A maioria dos casos de câncer no pâncreas não apresenta sintomas na fase inicial, ou apenas muito leves, o que dificulta a sua identificação. Entretanto, quando estes sintomas estão intensos ou quando outros sinais e sintomas surgem, é possível que se esteja em uma fase avançada.

Como identificar os sintomas de câncer de pâncreas

Principais sinais e sintomas

Na maior parte dos casos, o câncer se desenvolve nas células que produzem sucos digestivos, conhecido como câncer de pâncreas exócrino, e pode provocar sintomas como:

  1. Pele e olhos amarelados, quando atinge o fígado ou comprime os ductos que transportam a bile;
  2. Urina escura, que acontece pelo acúmulo de bilirrubina no sangue, devido à obstrução do transporte da bile;
  3. Fezes esbranquiçadas ou com gordura, devido à dificuldade da bile e bilirrubina chegarem ao intestino;
  4. Coceira na pele, também causada pelo acúmulo de bilirrubina no sangue;
  5. Dor abdominal forte que irradia para as costas, quando o tumor cresce e comprime órgãos vizinhos ao pâncreas;
  6. Má digestão persistente, quando bloqueia a liberação do suco pancreático para o intestino, dificultando a digestão dos alimentos gordurosos;
  7. Falta de apetite e perda de peso, devido à alteração na digestão e mudanças hormonais causadas pelo câncer;
  8. Náuseas frequentes e vômitos, quando o tumor bloqueia e comprime o estômago;
  9. Formação de coágulos de sangue ou sangramentos, devido à interferência na coagulação causada pelas mudanças hormonais da doença, e pela lesão causada nos órgãos e na circulação ao redor
  10. Desenvolvimento de diabetes, que podem acontecer quando o tumor interfere no metabolismo do pâncreas, alterando a sua produção de insulina;

Além disso, este tipo de câncer também pode se desenvolver nas células responsáveis por produzir hormônios e, nesses casos, os sinais comuns incluem excesso de acidez e surgimento frequente de úlceras no estômago, alterações bruscas dos níveis de açúcar no sangue, aumento do fígado ou diarreia intensa, por exemplo.

Uma vez que na sua fase inicial este tipo de câncer não provoca o surgimento de sintomas, a maior parte dos pacientes só descobrem o diagnóstico numa fase mais avançada ou terminal, quando o câncer já se espalhou para outros locais, tornando mais difícil o tratamento.

Entenda como é feito o tratamento deste tipo de câncer.

Como identificar os sintomas de câncer de pâncreas

Quando ir ao médico

Ter um ou alguns destes sintomas não indica a presença de câncer, no entanto, é aconselhado consultar um clínico geral, gastroenterologista ou endocrinologista quando surgem um ou mais sintomas de forma intensa ou que demoram mais de 1 semana para desaparecer.

Nestes casos, se a causa não for encontrada com a avaliação clínica e exames de sangue iniciais, pode ser feita uma tomografia computadorizada, para identificar se existem alterações no pâncreas, e exames de sangue, para observar se existem alterações nos níveis de alguns hormônios, que possam confirmar o diagnóstico.

Principais causas do câncer de pâncreas

O surgimento câncer de pâncreas parece estar relacionado a alterações genéticas do órgão, e alguns tipos podem ser herediários, apesar de não se saber qual a causa exata.

Também existem alguns fatores de risco que predispõem ao desenvolvimento do câncer, como idade maior que 50 anos, tabagismo, consumo de bebidas alcoólicas em excesso e alimentação com excesso de gorduras, frituras e carne vermelha.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...