Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Sintomas de pneumonia no bebê e como tratar

A pneumonia no bebê é uma infeção pulmonar aguda que deve ser identificada o mais rápido possível para evitar o seu agravamento e, por isso, é importante que se tenha atenção ao surgimento de sinais e sintomas que possam ser indicativos de pneumonia.

Os sintomas de pneumonia infantil são parecidos com uma gripe, no entanto duram mais tempo e podem ir agravando. Os principais sintomas que chamam atenção dos pais é a febre alta, acima de 38ºC e a tosse com catarro, além do choro fácil e alterações na respiração.

A pneumonia no bebê pode ser causada por bactérias ou vírus, sendo importante identificar qual o microrganismo responsável pela infecção para que possa ser indicado o tratamento mais adequado, o que normalmente envolve a realização de nebulizações para ajudar a fluidificar as secreções e favorecer a eliminação do agente infeccioso.

Sintomas de pneumonia no bebê e como tratar

Sintomas de pneumonia no bebê

Os sinais e sintomas de pneumonia no bebê podem surgir poucos dias depois do contato com o agente infeccioso responsável pela pneumonia, sendo os principais:

  • Febre acima de 38ºC que demora para baixar;
  • Respiração curta, rápida e ofegante;
  • Tosse forte e com secreção;
  • Choro fácil;
  • Dificuldade para dormir;
  • Olhos com remelas e secreções;
  • Vômitos e diarreia;
  • Movimentos das costelas ao respirar.

A pneumonia no bebê pode ser diagnosticada pelo pediatra por meio da avaliação dos sinais e sintomas apresentados pelo bebê, além de poder ser recomendado, em alguns casos, a realização de exames de imagem para que seja verificada a gravidade da pneumonia.

Além disso, pode ser indicada a realização de exames que permitem identificar a causa da pneumonia, que pode ser causada por vírus, fungos, bactérias ou parasitas. Na maioria dos casos, a pneumonia em bebê é causada por vírus, principalmente pelo vírus sincicial respiratório, parainfluenza, influenza, adenovírus e o vírus do sarampo. Conheça mais sobre a pneumonia viral.

Como é o tratamento

O tratamento para a pneumonia no bebê deve ser feito sob orientação do pediatra, sendo recomendado garantir a hidratação do bebê através do leite ou de água, caso o consumo de água já tenha sido liberado pelo pediatra. Além disso, é recomendado colocar roupas confortáveis e adequadas para a temperatura no bebê e fazer 1 a 2 nebulizações por dia com soro fisiológico.

Os xaropes para a tosse estão desaconselhados porque eles impedem a tosse e a eliminação das secreções e, consequentemente, do microrganismo. Porém podem ser utilizados, sob supervisão médica, em casos em que a tosse não deixa o bebê dormir ou comer adequadamente. Saiba reconhecer os sinais de melhora e piora da pneumonia no bebê.

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem