Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como identificar os sintomas de Overdose

A overdose acontece quando se usa uma dose excessiva de uma droga ou medicamento, o que pode provocar sérios problemas, especialmente a nível respiratório, podendo surgir dificuldade para respirar e acúmulo de líquido nos pulmões, o que acaba impedindo a respiração e pode levar à morte.

No entanto, os sintomas podem variar de acordo com o tipo de droga, a forma como foi utilizada e se houve ou não mistura de outras drogas. Independente disso, sempre que existir suspeita de que alguém está tendo uma overdose é muito importante chamar imediatamente a ajuda médica ou levar a pessoa ao hospital, iniciando o tratamento para overdose o mais rápido possível.

Veja o que fazer em caso de overdose e como é feito o tratamento.

Como identificar os sintomas de Overdose

1. Overdose por drogas depressoras

As drogas depressivas são aquelas que diminuem a atividade do sistema nervoso. Algumas das mais utilizadas e que, por isso, causam mais casos de overdose incluem a heroína, o álcool, a morfina ou a metadona, por exemplo. Além disso, os medicamentos barbitúricos, como o fentanil, os antiepilépticos ou os soníferos também fazem parte deste grupo.

Quando se utiliza este tipo de drogas, é possível que uma overdose seja acompanhada de sintomas como:

  • Respiração fraca ou dificuldade em respirar;
  • Roncos ou respiração com borbulhas, indicando que algo está obstruindo os pulmões;
  • Lábios e pontas dos dedos de cor azulada;
  • Braços e pernas moles e sem força;
  • Desorientação;
  • Diminuição dos batimentos cardíacos;
  • Desmaio, sem resposta quando se tenta mexer e acordar a vítima.

Mesmo que a overdose seja identificada a tempo de pedir ajuda médica, o uso excessivo dessas drogas e a entrada no estado de overdose pode causar danos permanentes no cérebro.

2. Overdose por drogas estimulantes

Ao contrário das drogas depressoras, as estimulantes são responsáveis por aumentar o funcionamento do sistema nervoso, causando estímulo e excitação. Alguns exemplos são a cocaína, o crack, a maconha, o LSD, o ecstasy, as anfetaminas ou os medicamentos utilizados para reduzir o apetite.

Os sintomas mais frequentes da overdose causada por estas drogas são:

  • Dor no peito;
  • Confusão mental;
  • Dor de cabeça forte;
  • Convulsões;
  • Febre;
  • Dificuldade para respirar;
  • Agitação, paranoia, alucinações;
  • Perda de consciência.

Além disso, é importante lembrar que usar diversas drogas ao mesmo tempo e não se alimentar bem aumenta o risco de overdose e morte.

3. Overdose por remédios

Embora a maior parte dos remédios de venda livre, como o Paracetamol ou o Ibuprofeno, sejam relativamente seguros de serem utilizados sem supervisão médica constante, também podem causar situações de overdose. Dessa forma, é muito importante ter pelo menos uma orientação médica prévia de qual a dose a utilizar, especialmente no caso de crianças.

Um dos casos mais comuns é a overdose por Paracetamol que tende a ser feita por pessoas que tentam o suicídio. Este tipo de medicamento causa sérias lesões no fígado quando utilizado em doses superiores às indicadas e, por isso, os sintomas mais frequentes incluem:

  • Dor intensa no lado superior direito da barriga;
  • Náuseas e vômitos;
  • Tonturas fortes;
  • Convulsões;
  • Desmaio.

Dependendo da dose usada na overdose, os sintomas podem demorar até 2 ou 3 dias para aparecer, no entanto, as lesões vão se desenvolvendo no fígado desde a ingestão do medicamento. Assim, sempre que se ingere uma dose superior acidental, deve-se ir ao hospital, mesmo que não existam sintomas.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Carregando
...