Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

7 principais sintomas de fibromialgia, causas e diagnóstico

O principal sintoma da fibromialgia é a dor no corpo, que costuma ser pior nas costas e no pescoço e que dura pelo menos 3 meses. As causas da fibromialgia ainda são pouco esclarecidas, no entanto é mais comum de acontecer nas mulheres entres os 35 e os 50 anos, e os sintomas podem piorar após a realização de esforço físico, estresse emocional ou exposição ao frio.

Além da dor no corpo, outros sintomas que costumam estar presentes na fibromialgia são:

  1. Dor intensa ao toque, devido ao aumento da sensibilidade;
  2. Cansaço frequente;
  3. Alterações do sono;
  4. Enrijecimento muscular, principalmente ao acordar;
  5. Problemas de memória e concentração;
  6. Sensação de formigamento nas mãos e nos pés;
  7. Sensação de pernas inquietas antes de dormir.

Além disso, algumas pessoas com fibromialgia também podem desenvolver a síndrome do cólon irritável, que é uma alteração gastrointestinal caracterizada por dor abdominal, prisão de ventre ou diarreia. É comum também que existam alterações psicológicas como ansiedade e depressão, por exemplo, pois é comum que a pessoa sinta tristeza, desespero e impotência perante a doença, podendo perder o interesse nas atividades que gosta.

7 principais sintomas de fibromialgia, causas e diagnóstico

Como identificar

O diagnóstico da fibromialgia deve ser feito pelo clínico geral ou reumatologista de acordo com os sintomas apresentados pela pessoa, bem como avaliação do histórico de saúde e história de fibromialgia na família. Além disso, é feito um exame físico em que são observados os pontos de dor de fibromialgia. Para ser confirmado o diagnóstico, é necessário que a pessoa sinta dor severa em 3 a 6 áreas diferentes do corpo ou dor mais leve em 7 ou mais áreas do corpo por pelo menos 3 meses. Veja quais são os pontos de dor da fibromialgia.

Possíveis causas

As causas da fibromialgia ainda são desconhecidas, mas existem algumas situações que podem piorar as dores, como o excesso de esforço físico, o estresse emocional, infecções, a exposição ao frio, distúrbios do sono ou traumatismos físicos.

A pouca tolerância à dor na fibromialgia pode ocorrer porque há um aumento da sensibilidade à dor, fazendo com que pequenos estímulos sejam muito dolorosos. Quando se sente dor, o cérebro recebe essa informação e adequa a intensidade da dor, porém, na fibromialgia este mecanismo encontra-se alterado, causando dor que se intensifica ao toque.

Como tratar a fibromialgia

O tratamento para fibromialgia tem como objetivo aliviar os sintomas, pois esta doença não tem cura. Desta forma, é sempre importante consultar um reumatologista, que poderá prescrever remédios analgésicos e relaxantes musculares para aliviar a dor. Além disso, na presença de sintomas neurológicos ou psicológicos, um neurologista ou psiquiatra também deverá ser consultado para indicar remédios para dormir, para a ansiedade ou antidepressivos, por exemplo. Veja como deve ser o tratamento da fibromialgia.

Os sintomas da fibromialgia também podem ser reduzidos com um tratamento natural, como massagem, técnicas de relaxamento ou aromaterapia, por exemplo. Além disso, a realização de sessões de fisioterapia também podem ajudar a aliviar os sintomas, promovendo o relaxamento muscular, aumento da flexibilidade e diminuição da dor.

Veja no vídeo a seguir alguns exercícios de fisioterapia que podem ser realizados para fibromialgia:

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem