10 sintomas de candidíase masculina (e o que fazer)

novembro 2022

Os sintomas de candidíase masculina incluem vermelhidão ou inchaço na região genital, placas esbranquiçadas na cabeça do pênis, ou dor ou sensação de queimação ao urinar, por exemplo, que podem surgir devido a infecção pelo fungo Candida albicans, que resulta em uma inflamação da glande do pênis.

Apesar de ser mais frequente na região genital, a candidíase também pode surgir na boca, no intestino ou na pele, especialmente em regiões como a dobra dos joelhos, da virilha, do pescoço e no umbigo. Geralmente a candidíase no homem se manifesta quando o sistema imunológico está enfraquecido, como acontece durante períodos de grande estresse ou quando se tem alguma doença, como diabetes ou infecção por HIV, por exemplo.

É importante consultar o urologista ou o clínico geral, sempre que surgirem sintomas de candidíase masculina para que seja diagnosticada e iniciado o tratamento mais adequado. Veja mais sobre a candidíase no homem.

Sintomas de candidíase masculina

Os principais sintomas de candidíase masculina são:

  1. Coceira na cabeça do pênis ou no prepúcio;
  2. Manchas vermelhas no pênis;
  3. Vermelhidão ou inchaço na região genital;
  4. Corrimento esbranquiçado, semelhante a leite coalhado;
  5. Dor ou queimação ao urinar;
  6. Dor ou desconforto durante o contato íntimo;
  7. Placas esbranquiçadas na cabeça do pênis;
  8. Mau cheiro;
  9. Dificuldade de puxar o prepúcio do pênis para trás;
  10. Ressecamento da pele.

É importante consultar o urologista sempre que surgirem sintomas da candidíase, para que seja diagnosticada, e descartada infecções sexualmente transmissíveis (IST´s) que podem ter sintomas semelhantes, como herpes genital, gonorreia ou clamídia, por exemplo, e assim iniciar o tratamento mais adequado. Confira os principais sintomas de IST´s em homens.

Teste de sintomas

Para saber o risco de estar com candidíase, selecione os sintomas apresentados no teste a seguir:

  1. 1.Coceira intensa na região genital
  2. 2.Vermelhidão e inchaço na região genital
  3. 3.Placas esbranquiçadas na vagina ou na cabeça do pênis
  4. 4.Corrimento esbranquiçado com grumos, semelhante a leite talhado
  5. 5.Dor ou queimação ao urinar
  6. 6.Desconforto ou dor durante o contato íntimo

O que fazer em caso de suspeita

Quando se acha que se pode estar com candidíase é muito importante consultar um urologista para confirmar o diagnóstico e iniciar o tratamento com uma pomada antifúngica. No entanto, para aliviar os sintomas em casa, enquanto se espera pela consulta, deve-se manter a região íntima bem limpa e seca, assim como evitar o uso de roupas sintéticas ou muito apertadas, de forma a deixar que a pele respire.

Nos casos em que a candidíase é muito frequente ou persistente, e na ausência de outros fatores como ansiedade, estresse ou resfriados, é aconselhado que o homem faça um exame de sangue para avaliar a possibilidade de ter alguma doença que esteja prejudicando o sistema imune, como diabetes ou até uma infecção por HIV.

Como tratar a candidíase no homem

O tratamento para candidíase no homem pode ser feito em casa com a ingestão de remédios antifúngicos, como Fluconazol, e/ou o uso de uma pomada antifúngica, como Nistatina, por, aproximadamente, 7 a 10 dias. Veja uma lista mais completa das pomadas usadas para tratar a candidíase.

Além disso, durante o tratamento é também importante evitar o consumo de alimentos doces, açucarados ou fontes de carboidratos, pois favorecem o desenvolvimento do fungo Candida. Confira esta e outras dicas para completar o tratamento da candidíase naturalmente.

Conheça, com o Dr. Alberto Antunes, um pouco mais sobre a candidíase masculina:

Esta informação foi útil?

Atualizado por Equipe Editorial do Tua Saúde, em novembro de 2022. Revisão médica por Dr. Arthur Frazão - Oftalmologista, em fevereiro de 2016.

Bibliografia

  • R, AN.; RAFIQ, N. B. IN: STATPEARLS [INTERNET]. TREASURE ISLAND (FL): STATPEARLS PUBLISHING. Candidiasis. 2022. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK560624/>. Acesso em 31 out 2022
  • BORELLI, S.; LAUTENSCHLAGER, S. Differential diagnosis and management of balanitis. Hautarzt. 66. 1; 6-11, 2015
Mostrar bibliografia completa
  • WRAY, A. A.; VELASQUEZ, J.; KHETARPAL, S. IN: STATPEARLS [INTERNET]. TREASURE ISLAND (FL): STATPEARLS PUBLISHING. Balanitis. 2022. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK537143/>. Acesso em 31 out 2022
  • JANIER, M.; et al. Balanitis. Ann Dermatol Venereol. 143. 11; 770-772, 2016
Revisão médica:
Dr. Arthur Frazão
Clínico geral
Médico generalista, especialista em Oftalmologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, em 2008, com registro profissional no CRM/PE 16878

Tuasaude no Youtube

  • Como se livrar da CANDIDÍASE MASCULINA rapidamente

    06:45 | 10149 visualizações
  • O que significam as ALTERAÇÕES NO PÊNIS (coceira, manchas, espinhas...)

    03:57 | 509859 visualizações
  • Como LAVAR O PINTO do jeito certo

    02:40 | 225680 visualizações