Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Sinais e sintomas de cálculo renal

A presença do cálculo renal nem sempre provoca sintomas, e pode ser descoberto durante a realização de exames de rotina, como radiografia ou ultrassom de abdômen. Geralmente os cálculos nos rins provocam sintomas quando alcançam os ureteres ou quando obstruem a região de transição entre os rins e os ureteres.

Se acha que pode estar com cálculo renal, selecione os seus sintomas: 

  1. 1. Dor intensa na parte de baixo das costas, que pode limitar os movimentos
    Sim
    Não
  2. 2. Dor que irradia das costas para a virilha
    Sim
    Não
  3. 3. Dor ao urinar
    Sim
    Não
  4. 4. Urina rosa, vermelha ou marrom
    Sim
    Não
  5. 5. Vontade frequente para urinar
    Sim
    Não
  6. 6. Enjoos ou vômitos
    Sim
    Não
  7. 7. Febre acima de 38º C
    Sim
    Não
Imagem que indica que o site está carregando

A infecção das vias urinárias, provocando febre, urina mal cheirosa e presença de pus no exame de urina, pode surgir em associação ao cálculo renal, entretanto, é mais provável em pessoas que iniciaram algum tratamento em que houve manipulação ou cirurgia do trato urinário. 

Geralmente, um cálculo com tamanho menor que 0,7 cm de diâmetro costuma ser eliminado espontaneamente através da urina, entretanto, em alguns casos, ou nos cálculos maiores, pode ser necessária a realização de procedimentos cirúrgicos orientados pelo urologista. Conheça algumas das principais formas de tratamento para pedras nos rins.

Sinais e sintomas de cálculo renal

Como confirmar

Para diagnosticar o cálculo renal, é necessária a realização de exames de imagem da região das vias urinárias, como radiografia ou ultrassom abdominal, que são os exames mais comuns. Entretanto, o exame que pode mais facilmente identificar o cálculo renal é a tomografia computadorizada do abdômen, pois consegue obter imagens mais definidas da anatomia da região. 

Além disso, durante uma crise de cólica renal, o médico também poderá solicitar exames como sumário de urina e dosagem da função renal, para detectar outras alterações, como algum prejuízo ao funcionamento dos rins ou presença de infecção, por exemplo. Saiba mais sobre os exames para confirmar pedra nos rins.

Quais são os tipos

Existem vários tipos de cálculos renais, que podem ser provocados pelo acúmulo de diferentes substâncias, como oxalato de cálcio, fostato de cálcio, ácido úrico ou estruvita, por exemplo. 

O tipo só pode ser determinado a partir da avaliação de uma pedra expelida, e este exame de análise costuma ser feito em casos em que foi necessário procedimento cirúrgico para sua retirada, ou quando há cálculos renais de repetição.  

Quem tem mais risco

Os principais fatores de risco conhecidos são:

  • Baixa ingestão de líquidos;
  • Dieta pobre em cálcio e com excesso de proteínas;
  • História anterior pessoal ou familiar de cálculo renal;
  • Obesidade;
  • Hipertensão;
  • Diabetes;
  • Idade entre 20 e 50 anos;
  • Excesso de eliminação de cálcio pelos rins.

Além disso, os cálculos de estruvita são provocados devido à infecção urinária por germes produtores de urease, como o Proteus mirabilis e Klebsiella. Os cálculos de estruvita costumam ser do tipo coraliforme, ou seja, cálculos grandes que podem ocupar a anatomia dos rins e vias urinárias, e causar prejuízos ao funcionamento renal.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...