Como saber se é pedra no rim (e que exames fazer)

setembro 2022

A pedra no rim pode ser identificada inicialmente através dos sinais e sintomas apresentados pela pessoa, como crises de dor nas costas, abdome ou virilha que podem ser intensas, prejudicando a realização das tarefas diárias, e acompanhadas de outros sintomas como náusea, vômito e dor para urinar.

Além disso, para confirmar a pedra, o clínico geral ou urologista pode recomendar a realização de exames que ajudam a identificar a localização da pedra, quantidade e tamanho, como ultrassom ou tomografia computadorizada, por exemplo.

A pedra no rim é mais comum de formar em pessoas que ingerem pouca água ou em caso de doenças como obesidade e hipertensão. Conheça outras causas de pedra nos rins. 

Principais sintomas

Os principais sintomas de pedra no rim são:

  • Dor em cólica no abdome, nas costas ou virilha;
  • Náusea;
  • Vômitos;
  • Sangue na urina;
  • Dor para urinar.

Normalmente, a dor surge de forma repentina e pode ser intensa ao ponto de prejudicar na realização das tarefas diárias. Além disso, em alguns casos, pode também haver febre e calafrios. Conheça outros sintomas de pedra nos rins.

Teste online de sintomas de pedra no rim

Se acha que pode estar com uma crise de pedra nos rins, selecione os seus sintomas, para saber quais as suas chances:

  1. 1.Dor intensa na parte de baixo das costas, que pode limitar os movimentos
  2. 2.Dor que irradia das costas para a virilha
  3. 3.Dor ao urinar
  4. 4.Urina rosa, vermelha ou marrom
  5. 5.Vontade frequente para urinar
  6. 6.Enjoos ou vômitos
  7. 7.Febre acima de 38º C

Exames para detectar pedra nos rins

Além de identificar os sintomas, para confirmar o diagnóstico pode ser indicado pelo clínico geral ou urologista um ou mais dos exames mostrados a seguir:

1. Exame de sangue

É utilizado para avaliar se os rins estão funcionando corretamente a partir de parâmetros como ácido úrico, cálcio, ureia e creatinina. Valores alterados dessas substâncias podem indicar problemas nos rins ou em outros órgãos do corpo, e a causa das alterações deve ser avaliada pelo médico.

Saiba mais sobre as principais alterações do exame de sangue e o que significam.

2. Teste de urina

O exame de urina pode ser indicado para avaliar se o corpo está eliminando muitas substâncias que favorecem a formação de pedras, se existem microrganismos causando infecções ou se existe a presença de pequenos pedaços de pedras. Veja como deve ser a coleta da urina.

3. Ultrassom dos rins

Além de identificar a presença de pedras, consegue identificar a quantidade e o tamanho delas, e se existe inflamação em algum órgão do corpo.

4. Tomografia computadorizada

Este exame registra várias fotografias do corpo em diferentes ângulos, facilitando a diferenciação e identificação das pedras, mesmo que estejam presentes em tamanho bastante reduzido.

Como identificar o tipo de pedra

O tipo pode ser determinado principalmente a partir da avaliação de uma pedra expelida. Assim, durante uma crise, deve-se estar atento para ver se alguma pedra é eliminada juntamente com a urina, e levá-la ao médico para que ela seja analisada, pois o tratamento para evitar a formação de novas pedras varia de acordo com cada tipo.

Veja como deve ser a alimentação de acordo com cada tipo e quais as outras opções de tratar a pedra nos rins.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Marcela Lemos - Biomédica, em setembro de 2022. Revisão médica por Dr.ª Clarisse Bezerra - Médica de Saúde Familiar, em dezembro de 2019.

Bibliografia

  • MAYANS, Laura. Nephrolithiasis. Prim Care. Vol.46, n.2. 203-212, 2019
  • STATPEARLS. Nephrolithiasis. 2021. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK559227/?report=classic>. Acesso em 21 set 2022
Revisão médica:
Dr.ª Clarisse Bezerra
Médica de Saúde Familiar
Formada em Medicina pelo Centro Universitário Christus e especialista em Saúde da Família pela Universidade Estácio de Sá. Registro CRM-CE nº 16976.