Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Sintomas e Tratamento da Neurossífilis

Os sintomas da neurossífilis, que ocorre nos casos mais avançados da sífilis que não foi devidamente tratada, após muito tempo de infecção, podem ser: 

  • Cegueira,
  • Estado de demência,
  • Alteração na marcha,
  • Depressão,
  • Incontinência urinária,
  • Irritabilidade,
  • Dor de cabeça,
  • Confusão mental,
  • Paralisia,
  • Convulsões,
  • Rigidez na nuca,
  • Tremores,
  • Fraqueza,
  • Dormência nas pernas e pés,
  • Distúrbios visuais,
  • Dificuldade em concentração,
  • Lesões também nos ossos,
  • Deformidade articular,
  • Paralisia geral progressiva,
  • Alterações da personalidade,
  • Reflexos nervosos exagerados,
  • Pupilas não responsivas à luz,
  • Alteração na medula espinhal,
  • Aneurisma da aorta,
  • Regurgitação aórtica.

Contudo, alguns pacientes podem não apresentar sintomas, apesar de estarem na 3ª fase da doença.

Na suspeita da doença, os exames de imagem são os mais indicados para avaliar a progressão da doença, assim como o exame de sangue para procurar anticorpos relacionados à sífilis.

Como é feito o tratamento

O tratamento para neurossífilis deve ser realizado no hospital para tomar injeções diárias de antibióticos receitados pelo neurologista, como Penicilina ou Ceftriaxona, durante cerca de 10 a 14 dias.

A neurossífilis surge quando a sífilis não é devidamente tratada, originando uma infecção do cérebro e da medula, especialmente em indivíduos com idade entre 30 e 50 anos e com sistema imune enfraquecido, como pacientes com HIV.

Após o tratamento para neurossífilis, o médico pode fazer exames de sangue ao 3º e 6º mês, assim como 1 vez por ano, durante 3 anos. Além disso, podem ser feitas punções lombares a cada 6 meses para confirmar a cura da infecção.

Sinais de melhora 

Os pacientes podem sentir sinais de melhora da neurossífilis, como diminuição das dores musculares, diminuição da febre e melhora das náuseas, até 7 dias após inicio do tratamento.

Sinais de piora 

Os sinais de piora da neurossífilis são o agravamento do quadro, como aumento da paralisia ou agravamento da rigidez muscular, por exemplo.

Possíveis complicações 

Quando o tratamento não é feito de maneira adequada, a neurossífilis pode provocar alterações graves no sistema nervoso central, resultando em complicações que incluem:

  • Paralisia dos braços ou pernas;
  • Perda de visão;
  • Problemas de fígado, como hepatite;
  • Doenças renais.

As complicações da neurossífilis dependem do tipo de infecção e do tempo de espera até ao início do tratamento e, geralmente, não podem ser tratadas.

Prevenção da neurossífilis

A neurossífilis é uma infecção que pode trazer graves consequências para a saúde e, por isso, deve ser prevenida através do tratamento adequado da sífilis.

Assim, pacientes com sífilis devem seguir as indicações do médico, evitando que a infecção possa chegar ao sistema nervoso, principalmente em casos de pacientes com o sistema imune enfraquecido.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...