Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Síndrome do olho seco: o que é, sintomas e tratamento

A síndrome do olho seco pode ser caracterizada pela diminuição da quantidade de lágrimas, o que deixa o olho um pouco mais seco que o normal, além de também poder ser notada vermelhidão nos olhos, irritação e sensação de que existe um corpo estranho no olho como um cisco ou pequenas partículas de poeira.

O aumento da sensibilidade à luz do sol também é uma característica comum nas pessoas que possuem esta síndrome, que pode surgir em qualquer fase da vida, embora seja mais frequente após os 40 anos de idade, afetando especialmente pessoas que trabalham horas na frente do computador e que por isso tendem a piscar menos os olhos.

A síndrome do olho seco tem cura, no entanto para isso é preciso que a pessoa siga o tratamento indicado pelo oftalmologista, além de ter alguns cuidados durante o dia para evitar que os sintomas voltem a aparecer.

Síndrome do olho seco: o que é, sintomas e tratamento

Sintomas da síndrome do olho seco

Os sintomas de olho seco surgem principalmente quando há diminuição da quantidade de lágrima produzida durante o dia, resultando em diminuição da lubrificação do olho e levando ao aparecimento dos seguintes sintomas:

  • Sensação de areia nos olhos;
  • Olhos vermelhos;
  • Pálpebras pesadas;
  • Aumento da sensibilidade à luz;
  • Visão embaçada;
  • Coceira e ardor nos olhos.

É importante que a pessoa consulte o oftalmologista assim que notar o aparecimento dos sintomas relacionados com a síndrome, pois assim é possível identificar o fator que está levando ao aparecimento dessa alteração e, assim, ser possível iniciar o tratamento mais adequado.

Principais causas

As causas do surgimento da síndrome do olho seco incluem trabalhar em locais muito secos, com ar condicionado ou muito vento, usar remédios para alergia ou resfriado ou pílulas anticoncepcionais que podem ter como efeito colateral a diminuição da produção de lágrimas, uso de lentes de contacto ou desenvolvimento de conjuntivite ou blefarite, por exemplo.

Uma outra causa muito comum de olho seco é a exposição prolongada ao sol e ao vento, que é muito comum quando se vai à praia e, por isso, é importante usar óculos de sol, com filtro UVA e UVB para proteger os olhos dos efeitos nocivos do sol e também do vento, que pode piorar a secura nos olhos.  

Olho seco pode surgir na gravidez?

O olho seco pode surgir na gravidez, sendo um sintoma muito frequente e normal que acontece devido às alterações hormonais que a mulher passa durante a esta fase. Normalmente, este sintoma desaparece após o bebê nascer, mas para reduzir o incômodo, a grávida deve usar um colírio adequado para a gravidez, que deve ser indicado pelo médico.

Como é feito o tratamento

O tratamento para olho seco pode ser feito em casa com o uso de lágrimas artificiais ou colírios, como Hylo Comod ou Refresh Advanced ou gel ocular como o Hylo gel ou o Genteal gel, por exemplo, que ajudam a evitar a secura dos olhos e a diminuir este desconforto, sendo importante que o seu uso seja orientado pelo médico.

Geralmente, a posologia recomendada é de 1 gota do colírio em cada olho, várias vezes ao dia, conforme a necessidade da pessoa, mas é importante que o colírio seja indicado pelo oftalmologista para evitar complicações devido ao uso incorreto deste medicamento. Conheça mais sobre os diferentes tipos de colírios e veja como usar.

Durante o tratamento deve-se evitar ficar em frente da televisão ou fazer atividades que diminuam a quantidade de piscadas, como por exemplo, usar o computador ou o celular sem pausas. Além disso, também se deve evitar utilizar remédios para alergia sem indicação médica, assim como estar muito tempo em locais secos ou com muita fumaça. Colocar compressas geladas nos olhos antes de dormir também pode ajudar a aliviar este desconforto, porque ajuda a lubrificar os olhos de forma rápida, aliviando o desconforto da síndrome do olho seco. Confira outros cuidados para evitar o olho seco.

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem