Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como usar o Saxenda para emagrecer

O Saxenda é um medicamento injetável utilizado para o emagrecimento de pessoas com obesidade ou sobrepeso, pois ajuda a diminuir o apetite e a controlar o peso corporal, podendo causar a redução de até 10% do peso total, quando associado a uma dieta saudável e prática de exercício físico regular.

O princípio ativo deste remédio é a liraglutida, o mesmo que já é utilizado na composição de medicamentos para o tratamento do diabetes, como o Victoza. Esta substância atua nas regiões do cérebro que regulam o apetite, fazendo com que se sinta menos fome e, por isso, o emagrecimento acontece pela redução do número de calorias consumidas ao longo do dia.

Este medicamento é produzido pelos laboratórios Novo Nordisk e pode ser comprado nas farmácias convencionais com prescrição médica por um preço que pode variar entre 668 e 742 reais, sendo que cada caixa contém 3 canetas que são suficientes para 3 meses de tratamento, quando utilizada a dose mínima recomendada.

Como usar o Saxenda para emagrecer

Quem pode utilizar

O Saxenda está indicado para o tratamento da:

  • Obesidade em adultos com IMC superior a 30 kg/m2 ou
  • Pessoas adultas com IMC superior a 27 kg/m2 com doenças associadas, como hipertensão arterial, diabetes tipo 2, dislipidemia ou colesterol alto.

 A classificação do índice de massa corporal (IMC) ajuda a calcular e indicar qual deve ser o peso ideal, podendo auxiliar no planejamento da dieta e da perda de peso. Saiba qual o seu IMC, utilizando a nossa calculadora online:

Erro
help
anos
Erro
help
m
Erro
help
kg
Erro
help
Erro
help
Imagem que indica que o site está carregando

Como usar

O Saxenda deve ser utilizado conforme a orientação do médico, sendo que a posologia recomendada pelo fabricante é de uma aplicação por dia debaixo da pele do abdômen, coxa ou braço, a qualquer hora, independente dos horários das refeições. A dose inicial recomendada é de 0,6 mg, que pode ser aumentada gradualmente da seguinte forma:

Semana

Dose Diária (mg)

1

0,6

2

1,2

3

1,8

4

2,4

5 e seguintes

3

Não deve ser ultrapassada a dose máxima de 3 mg por dia. É importante lembrar que se deve seguir o plano de tratamento indicado pelo médico, sendo que as doses e a duração do tratamento devem ser respeitados.

Além disso, o tratamento com Saxenda só terá eficácia se for seguido um plano com uma dieta equilibrada, de preferência, associada a exercícios físicos regulares. Confira as dicas de emagrecimento saudável orientado pela nossa nutricionista em programa para emagrecer em 10 dias.

Como aplicar a injeção

Para aplicar corretamente o Saxenda na pele, devem-se seguir os passos:

  1. Retirar a tampa da caneta;
  2. Colocar uma agulha nova na ponta da caneta, enroscando até apertar;
  3. Tirar a proteção exterior e interior da agulha, jogando fora a proteção interior;
  4. Rodar o topo da caneta para selecionar a dose indicada pelo médico;
  5. Inserir a agulha na pele, fazendo um ângulo de 90º;
  6. Pressionar o botão da caneta até o marcador de doses apresentar o número 0;
  7. Contar lentamente até 6 com o botão pressionado e, só depois, retirar a agulha da pele;
  8. Colocar a tampa exterior da agulha e remover a agulha, jogando-a no lixo;
  9. Colocar a tampa da caneta.

Se houver dúvidas sobre a forma de utilizar a caneta, é importante consultar um profissional de saúde para receber as instruções mais corretas.

Possíveis efeitos colaterais

Os efeitos colaterais mais comuns que podem ocorrer durante o tratamento com Saxenda incluem enjoo, vômito, diarreia, prisão de ventre e perda de apetite.

Embora seja mais raro, pode também ocorrer indigestão, gastrite, desconforto gástrico, dor na região superior do estômago, azia, sensação de empachamento, aumento de arrotos e gases intestinais, boca seca, fraqueza ou cansaço, alterações no paladar, tontura, cálculos biliares, reações no local da injeção e hipoglicemia.

Quem não pode tomar

O Saxenda está contraindicado para pacientes com alergia à liraglutida ou qualquer outro componente presente no medicamento, crianças e adolescentes com menos de 18 anos, durante a gravidez e lactação e também não deve ser utilizado por quem toma outros remédios agonistas do receptor de GLP-1, como o Victoza.

Conheça outros remédios muito utilizados para tratar o excesso de peso, como a Sibutramina ou o Xenical, por exemplo.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:
Carregando
...
Fechar