Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Entenda porque a Sibutramina pode ser perigosa

A Sibutramina é um inibidor da recaptação da serotonina e noradrenalina, levando à diminuição do apetite e, por isso, ajuda a emagrecer. No entanto, o uso excessivo de Sibutramina pode ser perigosa, pois aumenta o risco de doenças cardíacas e só deve ser utilizada com orientação médica, uma vez que seus efeitos colaterais podem ser graves e não compensar seu benefício emagrecedor.

O que a Sibutramina pode causar

Alguns efeitos que a Sibutramina pode causar incluem:

  • Dor de cabeça;
  • Insônia;
  • Delírios;
  • Pressão alta e palpitações;
  • Alterações do paladar e boca seca.

Além disso, a Sibutramina aumenta as chances de derrame e infarto, podendo em casos mais graves, causar a morte. Por esse motivo a Sibutramina teve sua venda suspensa na Europa.

A Sibutramina também pode provocar reações alérgicas em pacientes que estejam tomando outros medicamentos como redutores do peso, descongestionantes nasais, antidepressivos, antitussígenos, medicamentos para enxaqueca ou à base de lítio. E deve ser utilizada com cautela em caso de anorexia, bulimia, doenças cardíacas, epilepsia, glaucoma ou depressão.

Como tomar sibutramina de forma segura

A Sibutramina só deve ser utilizada sob prescrição médica e com o preenchimento do termo de responsabilidade preenchido pelo médico, que deve ser entregue na farmácia no momento da compra.

No Brasil a Sibutramina pode ser usada em pacientes obesos que tenham IMC igual ou superior a 30, em complemento à dieta e atividade física.

Leia aqui a bula da sibutramina e entenda quais são as suas indicações: Sibutramina.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...