12 principais sintomas de pressão alta

Atualizado em junho 2023

Os sintomas de pressão alta como tontura, dor no peito, dor de cabeça ou dor na nuca geralmente só surgem quando a pressão aumenta muito rapidamente, como acontece em situação de estresse, após o uso de algum remédio ou de algum tipo de droga.

Nos casos de pressão alta, ou hipertensão arterial, onde a pressão vai aumentando gradualmente ao longo dos anos, é pouco comum que surjam sintomas, já que o corpo vai se adaptando, o que faz com que a pressão alta seja considerada uma "doença silenciosa".

Por isso, ao desconfiar de pressão alta, é recomendado medir a pressão sanguínea com um aparelho próprio, em casa ou na farmácia, para verificar se a pressão realmente está alta, ou seja, acima de 140x90 mmHg. Veja como medir a pressão arterial.

Imagem ilustrativa número 1

12 sintomas de pressão alta

Os principais sintomas que podem indicar que a pressão está alta são:

1. Enjoo

A pressão alta pode causar o rompimento de alguns vasos sanguíneos no cérebro, aumentando a pressão dentro da cabeça, provocando alterações nas funções do sistema nervoso e causando, assim, o enjoo.

2. Dor de cabeça

O aumento da pressão arterial diminui a circulação de sangue na cabeça, além de comprimir alguns nervos sensíveis à dor, podendo causar dor de cabeça forte em algumas pessoas.

3. Dor no peito

A dor no peito é um possível sintoma de pressão alta, pois o aumento da pressão faz o coração bombear com maior força e rapidez, o que provoca dor nos músculos cardíacos.

No entanto, a dor no peito também pode ser um sinal de infarto, principalmente quando acompanhado de sintomas como palidez, sensação de falta de ar, tosse, dor no peito que irradia para o ombro, pescoço, mandíbula e braço. Por isso, na presença de dor no peito, é fundamental procurar um hospital ou pronto-socorro mais próximo.

4. Tontura

A tontura é um possível sintoma de pressão alta, podendo surgir devido às alterações na pressão arterial e oxigenação no cérebro, que provocam perda do equilíbrio e, em alguns casos, desmaios.

No entanto, a tontura também pode surgir como efeito colateral de alguns medicamentos usados para controlar a hipertensão arterial.

5. Dor na nuca

A pressão alta pode causar dor na nuca que irradia para a testa, devido ao aumento da pressão na cabeça que comprime alguns nervos sensíveis à dor.

6. Fraqueza

Por diminuir o fornecimento de oxigênio para o cérebro e aumentar o esforço do coração, a pressão alta pode causar fraqueza e sonolência.

Além disso, a pressão alta também diminui o fluxo de oxigênio nos pulmões, o que pode dificultar a respiração, provocando o cansaço.

7. Zumbido no ouvido

O zumbido no ouvido, na forma de pulsação ou batidas, pode acontecer como consequência das alterações no fluxo de sangue nas artérias causadas pela pressão alta.

8. Pequenos pontos de sangue nos olhos

A pressão alta pode provocar o vazamento de sangue das veias para os olhos, que aparecem como pequenos pontos de sangue.

9. Dificuldade para respirar

A dificuldade para respirar é um possível sintoma da pressão alta, porque essa condição diminui o fluxo de sangue, dificultando, assim, o transporte de oxigênio para os pulmões.

10. Visão dupla ou embaçada

A pressão alta, pode causar a retinopatia hipertensiva, uma condição caracterizada por danos nas veias e nervos da retina, causando visão dupla ou embaçada ou o aparecimento de uma mancha escura nos olhos.

11. Palpitações

Como na pressão alta as artérias estão mais estreitas, o coração precisa de maior esforço para bombear o sangue, causando palpitações cardíacas, que são alterações nos batimentos do coração.

12. Sangramento nasal

Embora seja raro, o sangramento nasal pode ser um sintoma de pressão alta. Isso porque os vasos sanguíneos nas narinas são muito finos e podem romper facilmente com o aumento da pressão.

Calculadora online de pressão arterial

Se acha que a sua pressão arterial está alta, por favor insira os dados na nossa calculadora:

mmHg
Erro
mmHg
Erro

Sintomas de pressão alta em mulheres

Os sintomas de pressão alta são iguais tanto em homens quanto em mulheres. No entanto, algumas situações, como a gravidez, por exemplo, podem aumentar o risco de pressão alta, chamada também de pré-eclâmpsia, podem incluir fortes dores abdominais e pernas e pés muito inchados. Neste caso, deve-se consultar o obstetra o mais rápido possível para iniciar o tratamento adequado e prevenir complicações graves, como sangramentos e eclâmpsia.

A menopausa também é uma situação que aumenta o risco de pressão alta nas mulheres e que pode levar ao aparecimento de sintomas.

Qual médico consultar

Quando existe suspeita de pressão alta, é recomendado consultar um cardiologista, que é o especialista na saúde do coração e que poderá avaliar os sintomas e sinais, analisar o histórico de saúde e indicar o tratamento mais adequado, se necessário.

Cuidar da sua saúde nunca foi tão fácil!

Marque uma consulta com nossos Cardiologistas e receba o cuidado personalizado que você merece.

Marcar consulta

Disponível em: São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Pernambuco, Bahia, Maranhão, Pará, Paraná, Sergipe e Ceará.

Foto de uma doutora e um doutor de braços cruzados esperando você para atender

O que fazer para baixar a pressão alta

Para baixar a pressão alta, é importante tomar os medicamentos receitados pelo cardiologista e repousar. No entanto, se a pressão arterial se manter acima de 140 / 90 mmHg após uma hora depois de tomar o remédio, é recomendado procurar um atendimento médico de urgência para iniciar o tratamento mais adequado.

Outra opção é tomar chá de cavalinha ou suco de romã. Após 1 hora, deve-se medir a pressão novamente e, caso ainda esteja elevada, é recomendado ir a um atendimento de urgência para que seja indicada a melhor forma de diminuir a pressão. Veja outros remédios caseiros que ajudam a controlar a pressão alta.

Assista no vídeo a seguir outras dicas para ajudar a controlar a pressão alta:

Vídeos relacionados