Quetiapina: para que serve, como tomar e efeitos colaterais

outubro 2022
  1. Para que serve
  2. Como tomar
  3. Efeitos colaterais
  4. Contraindicações

A quetiapina é um remédio antipsicótico indicado para o tratamento da esquizofrenia ou transtorno bipolar, que age regulando os níveis de serotonina e dopamina no cérebro, que são neurotransmissores responsáveis pela comunicação entre os neurônios, controle das emoções, humor, memória e sono.

Este medicamento está disponível em farmácias, na forma de comprimidos, com o nome comercial Seroquel ou na forma de genérico com o nome hemifumarato de quetiapina ou com os nomes similares Quetipin, Atip, Quet ou Kitapen, por exemplo, e é vendido somente com prescrição médica e retenção de receita pela farmácia.

É importante que a quetiapina seja usada de acordo com a orientação médica, uma vez que pode causar alguns efeitos colaterais, como dificuldade para falar ou se movimentar, tontura, boca seca ou alterações do humor, sendo importante comunicar ao médico os efeitos sentidos.

Para que serve

A quetiapina é indicada nas seguintes situações:

  • Esquizofrenia;
  • Episódios de mania moderados a graves no transtorno bipolar;
  • Episódios de depressão associados ao transtorno afetivo bipolar;
  • Prevenção da recorrência de episódios de mania ou depressiva em pacientes com transtorno bipolar que foram previamente tratados com quetiapina.

Além disso, esse medicamento também pode ser indicado como tratamento complementar ao episódio de depressão em pacientes com transtorno depressivo grave e que não tenha tido resposta ao tratamento com outros antidepressivos.

Como tomar

A quetiapina pode ser encontrada na forma de comprimidos que podem conter 25 a 300 mg, sendo indicada para adultos a partir dos 18 anos.

As doses da quetiapina para adultos variam de com a indicação, que inclui:

  • Esquizofrenia: a dose inicial normalmente é de 50 mg no 1º dia de tratamento, 100 mg no 2º dia, 200 mg no 3º dia, e 300 mg no 4º dia. A dose total diária deve ser tomada em 2 doses divididas. Após o quarto dia de tratamento, o médico poderá ajustar a dose para 300 a 450 mg por dia. De acordo com a resposta e tolerância ao tratamento, o médico pode ajustar a dose para uma faixa de 150 a 750 mg por dia. Essas  
  • Episódios de mania moderados a graves no transtorno bipolar: a dose inicial normalmente é de 100 mg, até atingir 400 mg no quarto dia. A quantidade será então ajustada pelo médico para a dose eficaz habitual até um máximo de 800 mg por dia. A dose total diária deve ser tomada em 2 doses divididas;
  • Episódios depressivos associados ao transtorno afetivo bipolar: a administrar uma vez por dia ao deitar. A dose é aumentada gradualmente nos primeiros dias de tratamento, começando com 50 mg, até atingir 300 mg no quarto dia. A dose diária recomendada é de 300 mg.

A quetiapina deve ser tomada por via oral antes ou após a refeição, sempre no horário orientado pelo médico. No entanto, se esquecer de tomar uma dose na hora certa, tomar assim que lembrar, mas deve-se pular a dose esquecida se estiver quase na hora de tomar a próxima dose. Não dobrar a dose para compensar a dose esquecida.

Possíveis efeitos colaterais

Alguns dos efeitos colaterais mais comuns que podem ocorrer durante o tratamento com a quetiapina são:

  • Boca seca;
  • Vômitos;
  • Dificuldade para falar ou movimentar;
  • Tontura;
  • Sonolência;
  • Cansaço excessivo;
  • Palpitação cardíaca;
  • Dor de estômago;
  • Nariz entupido;
  • Aumento do peso corporal.

Além disso, é importante comunicar ao comunicar ao médico caso a pessoa apresente alterações de humor ou comportamento, ansiedade, ataques de pânico, dificuldade para dormir ou impulsividade, irritação, agitação, agressividade, depressão ou pensamentos sobre suicídio.

Quem não deve usar

Esse medicamento não é recomendado para pessoas que apresentam hipersensibilidade a qualquer componente do medicamento. Além disso, não deve ser utilizada juntamente com medicamentos inibidores do citocromo P450 3A4, como inibidores das proteases do HIV, antifúngicos do tipo azol, eritromicina, claritromicina e nefazodona.

A quetiapina não deve ser usada por mulheres grávidas ou em amamentação, por pessoas com problemas no fígado ou no coração, catarata, glaucoma ou retenção urinária.

Além disso, a quetiapina não deve ser usada por crianças com idade inferior a 13 anos com esquizofrenia e por crianças com idade inferior a 10 anos com transtorno bipolar.

Esta informação foi útil?

Atualizado e revisto clinicamente por Flávia Costa - Farmacêutica, em outubro de 2022.

Bibliografia

  • STATPEARLS [INTERNET]. TREASURE ISLAND (FL): STATPEARLS PUBLISHING. Quetiapine. 2021. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK459145/>. Acesso em 14 mai 2021
  • MASI, Gabriele; et al. Use of quetiapine in children and adolescents. Paediatr Drugs. 17. 2; 125-40, 2015
Mostrar bibliografia completa
  • DRUGS.COM. Quetiapine. Disponível em: <https://www.drugs.com/mtm/quetiapine.html>. Acesso em 14 mai 2021
  • EL-SAIFI, N.; et al. Quetiapine safety in older adults: a systematic literature review. J Clin Pharm Ther. 41. 1; 7-18, 2016
  • ASTRAZENECA. Seroquel (hemitartarato de quetiapina). 2017. Disponível em: <https://www.astrazeneca.com.br/content/dam/az-br/Medicine/medicine-pdf/Seroquel%20IR_SER029_%20Bula_Paciente.pdf>. Acesso em 14 mai 2021
Revisão clínica:
Flávia Costa
Farmacêutica
Formada em Farmácia pelo Centro Universitário Newton Paiva em 2003. Mestre em Ciências Biomédicas pela UBI, Portugal.