Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.

Sangramento anal: o que pode ser e o que fazer

Abril 2021

O sangramento anal é na maioria dos casos relacionados com a presença de hemorroidas e fissuras anais que são comuns de surgir em pessoas com prisão de ventre, já que as fezes ficam mais ressecadas e endurecidas, dificultando a sua eliminação.

No entanto, o sangramento anal pode ser sinal de doenças intestinais, proctite ou câncer de ânus, por exemplo, sendo importante que o gastroenterologista ou proctologista seja consultado quando o sangramento é frequente e acompanhado por outros sinais e sintomas como presença de muco nas fezes, perda de peso sem causa aparente, perda do apetite e cólicas abdominais. Dessa forma, é possível identificar a causa do sangramento anal e iniciar o tratamento mais adequado.

Sangramento anal: o que pode ser e o que fazer

As principais causas de sangramento anal são:

1. Hemorroidas

As hemorroidas são veias dilatadas que podem surgir dentro do reto ou no ânus e que podem sangrar quando a pessoa elimina fezes muito ressecadas ou quando faz muita força. Além do sangramento anal, é comum que exista coceira, sangue nas fezes, dor e desconforto ao andar ou sentar e, em alguns casos, presença de muco nas fezes.

O que fazer: É importante mudar alguns hábitos de higiene e de alimentação para evitar as hemorroidas e tornar as fezes mais moles, o que ajuda a aliviar os sintomas. Assim, é recomendado evitar o uso do papel higiênico, pois pode causar ainda mais irritação, e ter uma alimentação rica em fibras e em água. Além disso, para aliviar a dor e o desconforto, pode ser utilizada uma pomada anestésica que deve ser aplicada diretamente na hemorroida. 

Nos casos em que as hemorroidas não melhoram ou os sintomas são frequentes, é importante que o gastroenterologista ou proctologista seja consultado, pois assim é possível avaliar as hemorroidas e verificar se é necessário realizar cirurgia. Veja mais detalhes do tratamento para hemorroida.

2. Fissura anal

Assim como as hemorroidas, a fissura anal pode também surgir como consequência da passagem de fezes muito secas e duras, comum na prisão de ventre, ou ser consequência de relação sexual anal sem uso de lubrificante, provocando lesão na região e resultando em sangramento anal, dor, desconforto e ardência ao defecar. Saiba mais sobre a fissura anal.

O que fazer: É recomendado evitar o uso de papel higiênico, dando preferência a lenços de papel molhado com um pouco de água, ter uma alimentação rica em fibras, beber bastante água e usar pomadas anestésicas. 

3. Proctite

A proctite é também uma das causas de sangramento anal e consiste na inflamação da mucosa que reveste o reto devido a infecções, alterações na circulação sanguínea ou doenças inflamatórias intestinais, o que faz com que exista sangramento anal, dor no ânus, presença de sangue e muco nas fezes. Conheça outros sintomas e causas de proctite.

O que fazer: Nesse caso, é importante consultar o gastroenterologista ou o proctologista para que seja identificada a causa, gravidades dos sintomas e, assim, ser indicado o tratamento mais adequado, que normalmente é feito com o uso de medicamentos que ajudam a diminuir a inflamação, podendo em alguns casos ser também recomendado o uso de antibióticos.

Sangramento anal: o que pode ser e o que fazer

4. Pólipos intestinais

Os pólipos intestinais são estruturas que podem aparecer no intestino devido à proliferação excessiva de células na mucosa do intestino grosso e, quando estão mais desenvolvidos, podem provocar o aparecimento de alguns sintomas como sangramento anal, presença de sangue nas fezes, cólicas abdominais, prisão de ventre ou diarreia.

O que fazer: É recomendado consultar o gastroenterologista assim que surgirem os primeiros sinais e sintomas, pois assim é possível que seja feito o diagnóstico e iniciado o tratamento, diminuindo a probabilidade do pólipo virar câncer. Na maioria dos casos o tratamento para pólipo intestinal consiste na retirada do pólipo durante a realização da colonoscopia. Saiba mais sobre o tratamento para pólipos intestinais.

5. Doenças intestinais

Alterações intestinais como síndrome do intestino irritável, doença de Crohn e infecção intestinal por Salmonella sp., por exemplo, podem também causar sangramento anal, além de poder haver dor e desconforto abdominal, febre, excesso de gases, diarreia e perda de apetite.

O que fazer: É importante que o gastroenterologista seja consultado para que seja feita uma avaliação dos sintomas apresentados e, assim, possa ser confirmado o diagnóstico e iniciado o tratamento mais adequado, que pode envolver o uso de medicamentos anti-inflamatórios, antibióticos e mudança dos hábitos alimentares.

6. Câncer no ânus

O câncer de ânus é pouco frequente, no entanto é mais comum de acontecer entre as pessoas mais velhas e pode ser caracterizada pelo sangramento anal, presença de sangue e muco nas fezes, inchaço na região anal e presença de nódulo no ânus. Saiba reconhecer outros sintomas de câncer no ânus.

O que fazer: Na presença de sinais e sintomas indicativos de câncer no ânus, é importante que o proctologista ou gastroenterologista seja consultado, pois assim é possível que o tratamento seja iniciado rapidamente, prevenindo complicações. O tratamento para câncer no ânus pode envolver a realização de cirurgia para remover pequenos tumores da região anal, além de quimioterapia e radioterapia.

Esta informação foi útil?

Sua opinião é importante! Escreva aqui como podemos melhorar o nosso texto:

Ficou alguma dúvida? Clique aqui para ser respondido.
Verifique o email de confirmação que lhe enviamos.

Bibliografia

  • INCA. Câncer anal. Disponível em: <https://www.inca.gov.br/tipos-de-cancer/cancer-anal>. Acesso em 23 Jan 2020
  • NATIONAL CANCER INSTITUTE. Anal Cancer Treatment (PDQ®)–Patient Version. Disponível em: <https://www.cancer.gov/types/anal/patient/anal-treatment-pdq>. Acesso em 23 Jan 2020
  • PHILLIPS, R.K.S; CLARK, S. Cirurgia Colorretal. 5 ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2017. p. 95-102.
  • MINISTÉRIO DA SAÚDE. Hemorroidas. Disponível em: <http://bvsms.saude.gov.br/dicas-em-saude/2460-hemorroidas>. Acesso em 06 Fev 2020
  • NATIONAL INSTITUTES OF HEALTH. Treatment of Hemorrhoids. Disponível em: <https://www.niddk.nih.gov/health-information/digestive-diseases/hemorrhoids/treatment>. Acesso em 06 Fev 2020
  • REVISTA PORTUGUESA DE COLOPROCTOLOGIA. Doença hemorroidária. . Acesso em 06 Fev 2020
  • SOCIEDADE BRASILEIRA DE MEDICINA DE FAMÍLIA E COMUNIDADE. Sangramento retal. 2014. Disponível em: <http://www.sbmfc.org.br/wp-content/uploads/media/NHG%2017%20Sangramento%20retal(1).pdf>. Acesso em 05 Abr 2021
Mais sobre este assunto:

Carregando
...
Enviar Mensagem