Sangue vivo nas fezes: 6 causas (e como tratar)

outubro 2022

O sangue vivo nas fezes pode acontecer devido a hemorroidas, fissuras anais ou divertículos. Mas, também pode ter causas mais graves como câncer do intestino ou doença inflamatória intestinal, como a doença de Crohn e retocolite ulcerativa, por exemplo.

Dependendo da causa do sangue vivo nas fezes, podem ocorrer outros sintomas como dor ao evacuar, desconforto no abdome, diarreia e perda de peso. Por isso, identificar a causa é fundamental para indicar o tratamento mais adequado.

Em caso de sangue vivo nas fezes é importante consultar um proctologista, gastroenterologista ou clínico geral para uma avaliação. O tratamento depende da causa identificada e pode envolver desde medidas simples como aumentar a quantidade de fibras na alimentação e a ingestão de líquidos, até cirurgia.

Veja o vídeo a seguir e descubra outras causas do sangue nas fezes:

Possíveis causas de sangue nas fezes

As principais causas de sangue vivo nas fezes são:

1. Hemorroidas

As hemorroidas são mais comuns em pessoas com prisão de ventre e surgem devido à dilatação das veias provocadas pela força necessária para defecar. Além de sangue vermelho vivo nas fezes, as hemorroidas também podem causar outros sintomas como desconforto, coceira e sensação de inchaço na região do ânus.

Como tratar: medidas simples como aumentar a quantidade de fibras na alimentação e a ingestão de água são importantes para evitar o sangramento em caso de hemorroidas. Além disso, se existir dor pode ser recomendado fazer banhos de assento com água morna durante 15 minutos por dia. 

Podem ainda ser indicadas pomadas e remédios para tratar as hemorroidas rapidamente e, em alguns casos, a cirurgia também pode ser necessária. Por isso, é recomendado consultar um proctologista ou gastroenterologista para uma avaliação mais detalhada. Veja mais detalhes do tratamento para hemorroidas.

2. Fissura anal

As fissuras anais também podem surgir em quem sofre de prisão de ventre e consistem em feridas localizadas ao redor do ânus e que podem sangrar no momento da evacuação, além de poder haver dor ao limpar o ânus e coceira. Conheça mais sobre a fissura anal.

Como tratar: para aliviar o desconforto é recomendado fazer banhos de assento com água morna, beber bastante água durante o dia e comer vegetais para tornar as fezes mais moles e evitar que machuquem. 

Além disso, é importante consultar um proctologista ou gastroenterologista pois pode ser indicado o uso de pomadas que ajudam na cicatrização e aliviam a dor. Nos casos mais graves, pode ser necessária cirurgia para fechar a fissura.

3. Exames médicos

Alguns exames médicos, como a colonoscopia, que é um exame realizado para avaliar alterações no intestino, podem provocar a saída de sangue vivo nas fezes.

Isso acontece porque, durante esses exames, podem ocorrer pequenos traumas na parede do intestino, que depois sangram, levando ao surgimento de sangue nas fezes. Além disso, se for necessário remover pólipos durante a colonoscopia, o risco de sangramento é maior.

Como tratar: geralmente estes sangramentos são normais e não devem ser motivo de preocupação, desaparecendo até 48 horas. Porém, se o sangramento for muito intenso ou durar mais que 2 dias deve-se consultar o médico que fez o exame ou ir no pronto-socorro.

4. Diverticulite

A diverticulite acontece devido a uma inflamação dos divertículos, que são pequenas pregas na parede do intestino. Além de sangue vivo nas fezes, a diverticulite pode provocar sintomas como dor abdominal, náuseas, vômito e até febre.

Como tratar: o tratamento deve ser indicado por um gastroenterologista e, normalmente, é feito com antibióticos e anti-inflamatórios para tratar a crise de diverticulite. No entanto, como os divertículos continuam no intestino, eles podem voltar a inflamar, sendo aconselhado fazer uma dieta especial para evitar que a crise volte a surgir. Veja como deve ser a dieta para diverticulite.

5. Doença de Crohn

A doença de Crohn é um problema crônico que provoca uma inflamação intensa do intestino. Essa doença pode provocar sintomas como fezes com sangue, diarreia constante, falta de apetite, fortes cólicas abdominais e perda de peso. Entenda mais sobre a doença de Crohn.

Como tratar: em caso de suspeita de doença de Crohn é importante consultar um proctologista ou gastroenterologista. Quando confirmado o diagnóstico, o tratamento normalmente envolve o uso de medicamentos que diminuem a resposta do sistema imune e evitam novas crises.

6. Câncer no intestino

Embora mais raro, a presença de sangue vermelho vivo nas fezes pode ser sinal de câncer no intestino. Além disso, geralmente também ocorrem outros sintomas, como mudança na frequência de evacuações, cansaço e perda de peso. Saiba como identificar os sintomas do câncer no intestino.

Como tratar: em caso de suspeita de câncer é muito importante consultar um proctologista ou gastroenterologista para fazer exames, como a colonoscopia ou tomografia computadorizada, que ajudam a confirmar ou descartar o diagnóstico.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Jonathan Panoeiro - Neuropediatra, em outubro de 2022. Revisão médica por Dr.ª Clarisse Bezerra - Médica de Saúde Familiar, em novembro de 2019.

Bibliografia

  • STATPEARLS. Acute Diverticulitis. 2022. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK459316/>. Acesso em 28 out 2022
  • VEAUTHIER, Brian; HORNECKER, Jaime R. Crohn's Disease: Diagnosis and Management. Am Fam Physician. 98. 11; 661-669, 2018
Mostrar bibliografia completa
  • DEKKER, Evelien et al. Colorectal cancer. Lancet. Vol.394, n.10207. 1467-1480, 2019
  • LOHSIRIWAT, Varut. Treatment of hemorrhoids: A coloproctologist’s view. World J Gastroenterol. Vol.21, n.31. 9245–9252, 2015
  • STATPEARLS. Internal Hemorrhoid. 2022. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK537182/>. Acesso em 28 out 2022
  • DYKSTRA, Mark A; BUIE, W. D. Anal fissures. CMAJ. Vol.191, n.26. 737, 2019
  • SWANSON, Sophia M; STRATE, Lisa L. Acute Colonic Diverticulitis. Ann Intern Med. Vol.168, n.9. 65-80, 2018
  • STATPEARLS. Lower Gastrointestinal Bleeding. 2022. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK448126/>. Acesso em 28 out 2022
  • ECKMANN, Jason D; CHEDID, Victor G; LOFTUS, Conor G. A rational approach to the patient with hematochezia. Curr Opin Gastroenterol. Vol.34, n.1. 38-45, 2018
Revisão médica:
Dr.ª Clarisse Bezerra
Médica de Saúde Familiar
Formada em Medicina pelo Centro Universitário Christus e especialista em Saúde da Família pela Universidade Estácio de Sá. Registro CRM-CE nº 16976.

Tuasaude no Youtube

  • O que a cor das fezes diz sobre a sua saúde

    03:23 | 338252 visualizações
  • Dieta para DOENÇA DE CROHN

    07:30 | 152787 visualizações
  • Tratamento natural para HEMORRÓIDA

    03:00 | 1124352 visualizações
  • Dieta e tratamento para diverticulite

    04:31 | 564155 visualizações