Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.

O que pode ser sangue vivo nas fezes e como tratar

A presença de sangue vivo nas fezes acontece principalmente devido a presença de hemorroidas ou fissuras anais, sendo também comum nesses casos que exista coceira anal, dor e inchaço na região. No entanto, o sangue vivo nas fezes pode ser sinal de doença e Crohn ou câncer no intestino, principalmente quando é notado também perda de apetite, febre, cansaço e dor forte na barriga.

Assim, quando a quantidade de sangue nas fezes aumenta ao longo do tempo ou quando dura mais de 1 semana, é importante que o gastroenterologista ou proctologista sejam consultados para que seja possível realizar exames que ajudem a determinar a causa e, assim, iniciar o tratamento mais adequado.

O que pode ser sangue vivo nas fezes e como tratar

As principais causas de sangue vermelho vivo nas fezes são:

1. Hemorroidas

As hemorroidas são mais comuns em pessoas com prisão de ventre e surgem devido à dilatação das veias provocadas pela força necessária para defecar. Além da presença de sangue vermelho vivo nas fezes, a presença de hemorroidas também causa sintomas como coceira intensa, dor ao defecar e inchaço na região do ânus.

Como tratar: uma boa forma de aliviar a dor consiste em fazer banhos de assento com água morna durante 15 a 20 minutos. No entanto, é preciso utilizar pomadas e remédios para tratar a hemorroidas rapidamente, sendo, por isso, recomendado consultar um médico. Veja mais detalhes do tratamento para hemorroidas.

2. Fissura anal

As fissuras anais também podem surgir em quem sofre de prisão de ventre e consistem em pequenas feridas que surgem ao redor do ânus e que podem sangrar no momento em que se defeca, além de poder haver dor ao limpar o ânus e coceira. Conheça mais sobre a fissura anal.

Como tratar: para aliviar o desconforto é recomendado beber bastante água durante o dia e comer vegetais para tornar as fezes mais moles e evitar que machuquem. No entanto, deve-se consultar um proctologista para iniciar o tratamento com remédios que ajudam na cicatrização. Nos casos mais graves, pode ser necessária cirurgia para fechar a fissura.

3. Exames médicos

Alguns exames médicos podem ter como consequência a presença de sangue vermelho vivo nas fezes, como é o caso da colonoscopia, que é um exame realizado para avaliar a presença de alterações no intestino.

Na colonoscopia um tubo fino e flexível é inserido pelo ânus para transmitir imagens que ajudam o médico a observar o interior do intestino. Durante o exame, o tubo pode provocar pequenos traumas na parede do intestino, que depois sangram, levando ao surgimento de sangue nas fezes. Além disso, se for necessário remover pólipos durante a colonoscopia, o risco de sangramento é maior.

Como tratar: geralmente estes sangramentos são normais e não devem ser motivo de preocupação, desaparecendo até 48 horas. Porém, se o sangramento for muito intenso ou durar mais que 2 dias deve-se consultar o médico que fez o exame ou ir no pronto-socorro.

O que pode ser sangue vivo nas fezes e como tratar

4. Diverticulite

A diverticulite é mais comum após os 40 anos e acontece devido a uma inflamação dos divertículos, que são pequenas pregas na parede do intestino. A diverticulite pode provocar sintomas como forte dor abdominal na parte inferior esquerda da barriga, náuseas, vômito e até febre.

Como tratar: o tratamento deve ser indicado por um gastroenterologista e, normalmente, é feito com antibióticos e anti-inflamatórios para tratar a crise de diverticulite. No entanto, como os divertículos continuam no intestino, eles podem voltar a inflamar, sendo aconselhado fazer uma dieta especial para evitar que a crise volte a surgir. Veja como deve ser a dieta para diverticulite.

5. Doença de Crohn

A doença de Crohn é um problema sério e crônico que provoca uma inflamação intensa do intestino por desregulação do sistema imune. A doença pode passar muitos anos sem provocar sintomas como fezes com sangue, diarreia constante, falta de apetite, fortes cólicas abdominais e perda de peso, mas quando aparece é comum provocar várias crises ao longo da vida. Entenda mais sobre a doença de Crohn.

Como tratar: deve-se consultar um gastroenterologista para identificar a gravidade da doença e iniciar o tratamento com antibióticos, corticoides ou remédios que diminuem a resposta do sistema imune e evitam novas crises. Nos casos mais graves, pode ser necessário retirar as partes mais afetadas do intestino, através de cirurgia.

6. Câncer no intestino

Em alguns casos, a presença de sangue vermelho vivo nas fezes pode ser sinal de câncer no intestino, no entanto esses casos são mais raros e acontecem com outros sintomas como alterações bruscas no trânsito intestinal, sensação de peso na região anal, cansaço excessivo e perda de peso.

Como tratar: se existir suspeita de câncer, especialmente quando há histórico familiar da doença, é recomendado consultar um gastroenterologista para fazer uma colonoscopia ou outros exames, como tomografia computadorizada, para confirmar o diagnóstico e iniciar o tratamento adequado. Entenda como pode ser feito o tratamento deste tipo de câncer.

Esta informação foi útil?

Sua opinião é importante! Escreva aqui como podemos melhorar o nosso texto:

Ficou alguma dúvida? Clique aqui para ser respondido.
Verifique o email de confirmação que lhe enviamos.
Mais sobre este assunto:

Carregando
...
Enviar Mensagem