Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Sintomas e Tratamento para Câncer no Ânus e Reto

O câncer anal afeta a parte do intestino entre o reto e o ânus, gerando sintomas como sangramento e dor anal, especialmente durante a evacuação.

Geralmente, o câncer do ânus é mais frequente em indivíduos com mais de 50 anos, que praticam sexo anal e que estão infectados pelo vírus do HPV. Porém, não existe relação entre o câncer anal e o HIV ou lesões, como hemorroidas.

O câncer anal, conforme o seu desenvolvimento, pode ser dividido em 4 estágios:

  • Estágio 1: o câncer anal tem menos de 2 cm;
  • Estágio 2: o câncer tem mais de 2 cm, mas está localizado apenas no canal anal;
  • Estágio 3: o câncer tem qualquer tamanho, mas espalhou-se para os nódulos linfáticos ou para áreas próximas, como bexiga ou uretra;
  • Estágio 4: o câncer criou metástases para outras partes do corpo.

O câncer anal tem cura e o seu tratamento depende do grau de desenvolvimento da doença, podendo ser feito com uma combinação de quimioterapia e radioterapia.

Sintomas de câncer anal

Os sintomas de câncer anal incluem:

  • Sangramento vermelho vivo do ânus;
  • Dor no ânus;
  • Inchaço na região anal;
  • Alterações do trânsito intestinal;
  • Coceira ou ardor no ânus;
  • Incontinência fecal.

O indivíduo com sintomas de câncer no ânus deve consultar um proctologista para fazer o diagnóstico e iniciar o tratamento adequado o mais rápido possível.

Conheça outras causas da dor anal.

Tratamento para câncer anal

O tratamento para câncer anal deve ser feito por um proctologista e, geralmente, é feito com uma combinação de quimioterapia e radioterapia durante 5 a 6 semanas, não sendo necessário ficar internado no hospital.

O médico pode ainda recomendar cirurgia para remover pequenos tumores anais, especialmente nos dois primeiros estágios do câncer anal, ou para retirar o canal anal, o reto e uma porção do cólon, nos casos mais graves.

Nos casos mais graves, quando é necessário retirar uma grande parte do intestino, o paciente pode precisar fazer uma ostomia, que é uma bolsa que fica sobre a barriga e que recebe as fezes, que deveriam ser eliminadas através do ânus. A bolsa da ostomia deve ser trocada sempre que estiver cheia.

Veja como pode complementar o tratamento com alimentos que combatem o câncer.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...