Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como tomar Ritonavir e seus efeitos colaterais

O Ritonavir é uma substância anti-retroviral que inibe uma enzima, conhecida como protease, impedindo a replicação do vírus do HIV. Dessa forma, embora este medicamento não cure o HIV é utilizado para atrasar o desenvolvimento do vírus no corpo, evitando o surgimento da AIDS.

Esta substância pode ser encontrada com o nome comercial de Norvir e geralmente é fornecido gratuitamente pelo SUS para portadores de HIV.

Como tomar Ritonavir e seus efeitos colaterais

Como tomar

O ritonavir geralmente é utilizado junto com outros medicamentos para o HIV, já que potencia os seus efeitos. Por isso, em adultos as doses podem variar de acordo com a combinação de remédios:

  • Ritonavir 100 mg + Amprenavir 600 mg: 2 vezes ao dia;
  • Ritonavir 100 mg + Atazanavir 300 mg: 1 vez ao dia;
  • Ritonavir 100 mg + Fosamprenavir 700 mg: duas vezes por dia;
  • Ritonavir 100 mg + Saquinavir 1000 mg: 2 vezes ao dia.

Os comprimidos devem ser ingeridos inteiros e de preferência durante ou após a refeição.

As doses poderão variar de acordo com cada pessoa, por isso, é muito importante seguir todas as orientações do médico.

Possíveis efeitos colaterais

Alguns dos efeitos secundários que podem surgir com o uso prolongado de ritonavir incluem alterações no exame de sangue, urticária, dor de cabeça, tonturas, insônia, ansiedade, confusão, visão embaçada, alteração da pressão arterial, dor abdominal, náuseas, diarreia, excesso de gases, acne e dor nas articulações.

Além disso, o ritonavir também reduz a absorção de alguns anticoncepcionais orais e, por isso, caso se esteja a fazer tratamento com este medicamento é muito importante utilizar outro método contraceptivo para evitar uma possível gravidez indesejada.

Quem não deve tomar

O ritonavir está contraindicado para pessoas com hipersensibilidade a algum dos componentes da fórmula. Além disso, o ritonavir também pode interagir com o efeito de vários tipos de medicamentos e, dessa forma, o seu uso deve ser sempre orientado e avaliado por um médico.

Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...