Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Rinite crônica: quais os sintomas e tratamento

A rinite crônica é a forma grave da rinite alérgica, em que há inflamação das fossas nasais que se manifesta frequentemente através de crises alérgicas intensas por mais de 3 meses consecutivos.

Esta doença geralmente é causada por uma exposição contínua a algum alérgeno ou por uma alteração anatômica da região nasal que gera uma rinite vasomotora. O sintoma mais comum da rinite crônica é a coriza e o nariz sempre escorrendo, além de espirros sucessivos e nariz entupido.

O tratamento pode ser feito por meio de vacina para alergia, medicamentos anti-histamínicos, como a loratadina, ou cirurgia para correção do nariz, especialmente quando se trata de uma rinite crônica com hipertrofia de cornetos nasais.

Rinite crônica: quais os sintomas e tratamento

Principais sintomas 

Nas crises de rinite crônica o sintoma mais comum são os espirros frequentes, mas outros sintomas podem ser:

  • Tosse seca;
  • Espirros sucessivos;
  • Coriza;
  • Nariz entupido;
  • Olhos avermelhados, lacrimejantes e inchados;
  • Coceira no nariz;
  • Coceira na garganta e no céu da boca;
  • Diminuição da audição e do olfato;
  • Irritabilidade no nariz;
  • Perda do paladar;
  • Voz anasalada;
  • Dor de cabeça.

As irritações nasais que acontecem por conta da rinite crônica podem se tornar mais graves e causar obstruções nasais permanentes. Para aliviar os sintomas, pode ser interessante lavar o nariz com soro fisiológico a 0,9% para limpar as vias aéreas superiores e diminuir as irritações nasais. Saiba como fazer a lavagem nasal da maneira correta.

Causas da rinite crônica

As causas da rinite crônica são as mais variadas, mas geralmente estão relacionadas á:

  • Cigarro;
  • Poluição;
  • Pêlos;
  • Poeira;
  • Pólen;
  • Alterações anatômicas da região orofaríngea.

A rinite alérgica também pode aparecer como consequência de algumas doenças, como sífilis, tuberculose e leishmaniose, que são infecções que sensibilizam as fossas nasais.

Rinite crônica: quais os sintomas e tratamento

Qual o tratamento 

O tratamento para rinite crônica deve ser indicado por um otorrinolaringologista ou alergologista e baseia-se no uso de descongestionantes nasais, anti-histamínicos, como loratadina, cetirizina e desloratadina, e soluções para lavagem nasal que são vendidos livremente nas farmácias. Veja alguns remédios caseiros para rinite.

A lavagem nasal com soro fisiológico pelo menos duas vezes ao dia ajuda a aliviar os sintomas da rinite crônica. No caso de obstruções nasais permanentes o tratamento mais indicado é a cirurgia. Se os não melhorarem, é importante voltar ao médico, para que outra estratégia de tratamento seja feita. Saiba mais sobre como tratar a rinite crônica.

A rinite crônica tem cura?

A rinite crônica não tem cura, mas tem controle. A primeira forma de controlar a rinite é eliminando suas causas, que pode ser poeira, por exemplo, e mantendo o ambiente sempre limpo. 

A outra maneira de controle da rinite crônica é fornecida pelo médico. A depender dos sintomas, o médico pode receitar algum medicamento, indicar a realização de uma terapia de dessensibilização imunológica, através da vacina, ou sugerir a realização de cirurgia para corrigir alguma alteração que possa existir nas fossas nasais. 

Como é feito o diagnóstico

O diagnóstico da rinite crônica é feito através da observação clínica dos sintomas e da avaliação das fossas nasais por meio de uma tomografia ou rinoscopia, em que poderá ser verificado os sinais de irritabilidade, como vermelhidão, inchaço ou ressecamento da mucosa.

Prevenção da rinite crônica

Algumas medidas simples são ótimas formas de prevenir a rinite crônica. As principais são:

  • Manter a casa sempre ventilada e limpa;
  • Evitar o uso de pelúcias, carpetes ou cortinas, pois acumulam ácaros e poeira.
  • Trocar as fronhas e os lençóis pelo menos uma vez por semana.

Além disso é importante evitar poluição e cigarro, já que podem estimular crises alérgicas.

Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar