Algumas formas de eliminar o inchaço nos pés ou tornozelos são tomar um chá diurético, como o chá de hibisco ou cavalinha, que ajudam a combater a retenção de líquidos, ou fazer um escalda pés com água quente e sal amargo que é uma boa opção para melhorar a circulação sanguínea e diminuir o inchaço, a dor e o desconforto dos pés.

Os pés inchados podem ser causados por má circulação sanguínea, gravidez ou por outras condições de saúde, como insuficiência cardíaca ou trombose, por exemplo, sendo recomendado consultar o clínico geral, especialmente quando o inchaço dura mais de 1 dia ou é acompanhado de outros sintomas como dor, vermelhidão intensa ou dificuldade para caminhar. Conheça as principais causas de inchaço nos pés.

Além dos chás e escalda-pés, outras formas de desinchar os pés é beber cerca de 2 litros de água por dia, evitar ficar muito tempo de pé ou sentado, praticar exercício físico regularmente e elevar as pernas à noite, de forma a facilitar o retorno do sangue para o coração e a eliminar o excesso de líquidos.

Algumas opções de chás e escalda-pés para desinchar os pés são:

Chás para desinchar os pés

Algumas opções de chás para ajudar a desinchar os pés, as pernas ou os tornozelos e pés são:

1. Chá de hibisco

O chá de hibisco é rico em antocianinas, flavonoides, vitamina C e ácido clorogênico, com propriedades diuréticas e antioxidantes, que ajudam a eliminar a urina e a regular a atividade da aldosterona, que é um hormônio responsável por controlar a produção de urina. Desta forma, esse chá pode ajudar a desinchar os pés.

Ingredientes

  • 1 colher de sopa de flores de hibisco desidratadas;
  • 400 mL de água.

Modo de preparo

Colocar a água em um recipiente e ferver. Em seguida, desligar o fogo e adicionar as flores desidratadas de hibisco. Coar e beber o chá morno pelo menos 3 vezes ao dia.

O chá de hibisco não deve ser usado sem orientação médica durante a gravidez ou lactação, ou por crianças com menos de 12 anos e pessoas com doença renal ou hepática, ou que usem remédios diuréticos, como a hidroclorotiazida. Saiba quais os chás considerados seguros e quais deve evitar durante a gestação.

2. Chá de cavalinha

O chá de cavalinha possui flavonóides, como quercetina e apigenina, compostos fenólicos, como os ácidos cafeico e cinâmico, com ação diurética que ajuda a combater a retenção de líquidos, o que ajuda a desinchar os pés, pernas ou tornozelos.

Ingredientes

  • 1 colher de sopa do talo seco da cavalinha
  • 1 xícara de água.

Modo de preparo

Colocar a água para ferver e desligar o fogo. Adicionar a água fervente e o talo seco de cavalinha em uma xícara e deixar repousar por cerca de 5 a 10 minutos. Coar e beber até 2 xícaras por dia, de preferência após as principais refeições do dia.

Este chá não deve ser utilizado por mais de 1 semana seguida, para evitar desidratação e eliminação de alguns minerais essenciais para o corpo.

O chá de cavalinha não deve ser usado por grávidas e lactantes, assim como para crianças com menos de 12 anos e pessoas com insuficiência cardíaca, pressão baixa ou doenças renais. Veja outras opções de chás diuréticos e como preparar.  

Escalda-pés para desinchar os pés

O escalda-pés é uma opção simples para ajudar a desinchar os pés, pois ajuda a melhorar a circulação sanguínea e linfática, o que ajuda a aliviar o inchaço nos pés, além de ter um efeito relaxante e desestressante.

1. Escalda-pés com sal amargo

O sal amargo é um ótimo remédio caseiro para pés inchados, porque auxilia o retorno do sangue ao coração, diminuindo o inchaço dos pés e dos tornozelos.

Ingredientes

  • Meia xícara de sal amargo;
  • 3 litros de água.

Modo de preparo

Colocar o sal amargo e aproximadamente 3 litros de água morna em uma bacia e deixar os pés mergulhados durante cerca de 3 a 5 minutos.

Além disso, também se pode colocar bolinhas de gude dentro da bacia e deslizar os pés sobre elas, durante esse período, porque faz uma suave massagem na planta dos pés, sendo muito relaxante. Para finalizar, deve-se lavar os pés com água fria, porque essa diferença de temperatura também ajuda a desinchar.

2. Escalda-pés com sal de epsom

Os sais de Epsom são ricos em sulfato de magnésio que é facilmente absorvido pela pele, facilitando a circulação do sangue e eliminando toxinas, o que ajuda a aliviar o inchaço dos pés ou tornozelos, relaxar a musculatura e aliviar a dor nos pés. Estes sais devem ser usados somente para o escalda-pés e não devem ser consumidos.

Ingredientes

  • ½ xícara de sais de Epsom;
  • 2 a 3 litros de água morna.

Modo de preparo

Colocar os sais de Epsom em um recipiente com 2 a 3 litros de água morna ou uma quantidade de água suficiente para cobrir os pés e chegar até pelo menos os tornozelos. Diluir bem os sais, mexendo a água com a mão, e colocar os pés no interior da água durante cerca de 15 minutos. Em seguida enxaguar os pés e secar com uma toalha limpa e seca. Este processo pode ser feito até 2 vezes por semana.

O escalda-pés com sal de epsom pode deixar a pele dos pés ressecada, e por isso, é recomendado utilizar um hidratante após o seu uso, para evitar irritação da pele ou rachaduras.

Esse escalda-pés não deve ser feito por mulheres grávidas ou por pessoas com diabetes, problemas renais ou cardíacos, sem recomendação médica. 

3. Escalda pés com banho de contraste 

O escalda-pés com banho de contraste é feito alternando o uso de água quente, mas o suficiente para não queimar a pele, com água fria, o que promove a circulação nas pernas e pés, e ajuda a combater o inchaço dos pés ou tornozelos, especialmente causados por ficar muito tempo em pé, usar um sapato apertado durante o dia ou por inchaço nos pés na gravidez.

Assista o vídeo a seguir de como fazer o escalda-pés com banho de contraste:

Esta informação foi útil?

Atualizado por Marcela Lemos - Biomédica, em junho de 2022.

Bibliografia

  • WALKER, P.; et al. Epsom Salt Ingestion Leading to Severe Hypermagnesemia Necessitating Dialysis. J Emerg Med. 58. 5; 767-770, 2020
  • MEA, A.; et al. Diuretic Activity of Hibiscus sabdariffa L. in Wistar Rats. International Journal of Pharmacology, Phytochemistry and Ethnomedicine. 9. 10-17, 2018
Mostrar bibliografia completa
  • MIMICA-DUKIC, Neda; et al. Phenolic Compounds in Field Horsetail (Equisetum arvense L.) as Natural Antioxidants. Molecules. 13. 7; 1455–1464, 2008
  • OYINDAMOLA Vivian et al. Beneficial Effects of Natural Bioactive Compounds from Hibiscus sabdariffa L. on Obesity. Molecules. 24. 1; 1-14, 2019
  • AL-SNAFI, Ali E. The pharmacology of Equisetum arvense- A review. IOSR Journal Of Pharmacy. 7. 2; 31-42, 2017
Equipe editorial constituída por médicos e profissionais de saúde de diversas áreas como enfermagem, nutrição, fisioterapia, análises clínicas e farmácia.

Tuasaude no Youtube

  • Como tomar CHÁ DE HIBISCO para emagrecer

    08:00 | 478544 visualizações
  • PÉ INCHADO: o que fazer para melhorar

    02:34 | 239961 visualizações
  • Tratamento caseiro para PÉS INCHADOS

    03:50 | 1927235 visualizações
  • Massagem para Aliviar a Dor e Relaxar

    03:02 | 229001 visualizações
  • Alimentação para combater o inchaço e a retenção de líquido

    03:43 | 720289 visualizações