Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Remédios caseiros para micose de unha

Os melhores remédios caseiros para a micose de unha, conhecida cientificamente como onicomicose, são, principalmente aqueles preparados com óleos essenciais, já que uma boa parte desses óleos tem propriedades antifúngicas comprovadas e estudadas.

Embora possam ser utilizados isoladamente, os óleos essenciais também podem ser usados junto com o tratamento medicamentoso receitado pelo médico, potencializando seu efeito e acelerando a recuperação. No entanto, é importante que sempre se informe o médico sobre o uso dos óleos, para que possam ser adaptadas as doses e até orientados cuidados específicos.

Estes remédios naturais podem até ser usados quando surgem os primeiros sintomas de micose de unha, como a presença de uma mancha amarelada e espessamento da unha, para tentar controlar a infecção, até à consulta com o médico.

1. Alho

Remédios caseiros para micose de unha

O óleo essencial do alho é um dos óleos melhor estudados para o combate de fungos e outros micro-organismos, tendo um forte efeito e sendo, assim, indicado por muitos médicos e profissionais que recorrem a opções naturais para o tratamento de infecções por fungos. Esse efeito acontece principalmente devido à presença da substância alicina.

Além disso, o alho é barato e bastante versátil, podendo ser usado na sua forma natural ou como óleo.

Ingredientes

Modo de preparo

Antes de dormir, lavar o pé com água e sabão e, depois, cortar o alho em fatias e aplicar diretamente sobre a unha afetada. Colocar uma ligadura em volta do dedo para segurar as fatias no local e calçar uma meia. Depois, dormir com o alho na unha e, de manhã, voltar a lavar o pé com água e sabão.

Este processo deve ser repetido até 4 semanas depois de que a unha voltou ao seu estado normal, o que pode demorar entre 4 a 6 meses.

2. Óleo essencial de tea tree

Remédios caseiros para micose de unha

O óleo de tea tree, que também pode ser conhecido como óleo de melaleuca, contém um composto, conhecido como terpinen-4-ol, que, segundo alguns estudos científicos, demonstrou ter efeito antifúngico, especialmente para os principais organismos causadores da micose de unha.

Para usar este óleo deve-se pingar um gota diretamente sobre a unha afetada, 2 vezes ao dia, após a lavagem do local com água e sabão. O tratamento deve ser mantido por cerca de 4 a 6 meses ou até 4 semanas após a unha recuperar as características normais.

Embora na maioria dos casos não existam efeitos colaterais referidos com o uso deste óleo, pessoas que têm pele mais sensível devem misturar a gota de melaleuca com 1 gota de um óleo vegetal, como coco ou abacate, antes de aplicar na unha.

3. Óleo essencial de alecrim

Remédios caseiros para micose de unha

Assim como o óleo de tea tree, o óleo de alecrim, conhecido cientificamente como Rosmarinus officinalis, também tem apresentado efeitos muito positivos no combate a fungos responsáveis pela micose de unha, em estudos feitos no laboratório. Assim, pode ser uma excelente opção natural para tentar controlar o problema.

Para usar este óleo, deve-se aplicar uma gota diretamente na unha afetada, 2 vezes ao dia, após lavar o local com água e sabão. Caso exista sensibilidade da pele a este óleo essencial, com irritação e vermelhidão na pele em redor da unha, deve-se diluir a gota do óleo em 1 gota de um óleo vegetal, como óleo de amêndoas, abacate ou coco, por exemplo.

Este tratamento deve ser mantido por até 4 semanas após desaparecimento dos sintomas, para garantir que o excesso de fungos foi completamente eliminado.

Bibliografia >

  • PARASHAR, Bharat et al.. Natural Therapy of Fungal Nail Disease: Review. The Pharma Journal. Vol.1. 39-45, 2012
  • SHIN, S.; LIM, S.. Antifungal effects of herbal essential oils alone and in combination with ketoconazole against Trichophyton spp.. Journal of Applied Microbiology. 1289-1296,
  • ABDELHAMID, Dina et al.. Evaluation of the Therapeutic Efficacy of Tea Tree Oil in Treatment of Onychomycosis. International Journal of Pharmacognosy and Phytochemical Research. Vol.12. 1414-1420, 2017
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Mais sobre este assunto:


Publicidade

LIVE | Saúde da Prostata

A Tatiana e o Manuel vão estar te esperando num encontro informal para falar tudo sobre problemas na próstata.

A sua presença vai fazer o evento ser mais especial.

Se inscreva e receba uma notificação quando começar, para não perder nenhum minuto.

Inscreva-se
* Não perca a oportunidade de fazer perguntas e participar deste momento em homenagem ao Novembro Azul.

Estamos ao vivo agora! Vem falar com a gente!

A Tati e o Manuel falam sobre problemas na próstata, o preconceito dos homens a respeito do exame de toque retal, e até sobre impotência sexual, que pode ser um complicação da detecção tardia desse tipo câncer.

Participe agora
* Vamos responder todas as perguntas que chegarem, sem tabus. Estamos te esperando!
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem