8 remédios caseiros para irritação nos olhos (e como preparar)

dezembro 2022

Alguns remédios caseiros para irritação nos olhos, como aplicar compressas mornas ou frias, usar o chá de camomila ou a solução de calêndula, ajudam a reduzir a inflamação, o inchaço ou o desconforto nos olhos, causados por olho seco, conjuntivite ou bleflarite, por exemplo, pois possuem propriedades anti-inflamatórias, antissépticas e calmantes.

Além disso, esses remédios caseiros ajudam a diminuir as secreções que os olhos produzem quando estão irritados, aliviando assim alguns sintomas desagradáveis como coceira, ardência e vermelhidão. 

Os remédios caseiros podem ajudar a aliviar a irritação nos olhos, no entanto, não substituem o tratamento indicado pelo médico. Desta forma, é indicado consultar o oftalmologista sempre que surgir irritação, vermelhidão, coceira ou ardor nos olhos, para que seja diagnosticado e iniciado o tratamento mais adequado de acordo com sua causa. Veja as principais causas de irritação nos olhos.  

Principais remédios caseiros para irritação nos olhos

Algumas opções de remédios caseiros para irritação nos olhos são:

1. Chá de camomila

O chá de camomila pode ser usado na forma de compressas aplicadas sobre a pálpebra, pois tem propriedades anti-inflamatórias e calmantes, que ajudam a aliviar a irritação e a inflamação no olho, causadas por conjuntivite, por exemplo. 

Ingredientes

  • 20 a 30 g de flores frescas ou secas de camomila;
  • 500 mL de água fervente.

Modo de preparo

Adicionar as flores frescas ou secas de camomila na água fervente e deixar em repouso por 15 minutos. Coar e deixar esfriar naturalmente ou colocar a infusão de camomila por 10 a 20 minutos na geladeira. Molhar uma gaze, e aplicar sobre o olho fechado durante 15 a 30 minutos, pelo menos 2 vezes por dia.

Outra opção é usar o saquinho de chá de camomila para preparar a infusão e aplicar o saquinho sobre o olho afetado, após ter esfriado em geladeira.

2. Solução de calêndula

A solução de calêndula, preparada com a planta medicinal Calendula officinalis, possui propriedades anti-inflamatórias que ajudam a aliviar a irritação nos olhos, a coceira e o desconforto causados por conjuntivite alérgica ou conjuntivite folicular.

Ingredientes

  • 2 colheres (de sopa) de calêndula seca;
  • 250 mL de água fervente.

Modo de preparo

Adicionar a calêndula na água fervente, cobrir e deixar repousar por cerca de 15 minutos. Em seguida, deve-se coar, esperar amornar, e mergulhar uma gaze limpa na solução de calêndula. Espremer a gaze ligeiramente para tirar o excesso da solução de calêndula e aplicar sobre o olho fechado, ou seja, sobre a pálpebra, durante 15 minutos. Após esse tempo, remover a gaze e descartá-la. Pode-se utilizar a solução de calêndula até 6 vezes por dia.

Se os dois olhos estiverem afetados pela conjuntivite, deve-se utilizar uma gaze com a solução de calêndula para cada olho separadamente e descartar após o uso.

3. Chá verde

O chá verde, feito da planta Camellia sinensis, pode ser usado na forma de compressa sobre os olhos, pois possui compostos fenólicos na sua composição, especialmente  epigalocatequina, que tem propriedades anti-inflamatórias que ajudam a reduzir a inflamação e a irritação no olho, além de diminuir o inchaço nas pálpebras. 

Ingredientes

  • 1 sachê de chá verde;
  • 1 xícara de água fervente.

Modo de preparo

Adicionar o sachê de chá verde na xícara com água fervente e deixar repousar por 10 minutos. Em seguida, retirar o saquinho do chá e colocar por 20 a 30 minutos na geladeira para resfriar. Após resfriado, aplicar o sachê de chá verde sobre o olho fechado durante 5 minutos, até 2 vezes por dia.

4. Compressa de eufrásia

A compressa de eufrásia, feita com as plantas medicinais Euphrasia officinalis, pode ser utilizada para conjuntivite ou blefarite, pois ajuda a aliviar a irritação dos olhos devido às suas propriedades calmantes.

Ingredientes

  • 1 colher de chá de eufrásia seca;
  • 250 mL de água.

​​Modo de preparo

Colocar a água a ferver e depois de fervida derramar sobre eufrásia em um recipiente e tampar, deixando repousar durante 15 minutos. Utilizar um filtro para coar e embebedar bolas de algodão ou gaze estéril na solução, aplicando a seguir sobre olhos irritados por, pelo menos, 3 vezes ao dia, durante 10 minutos.

5. Chá de hidraste

O chá de hidraste, feito com a planta medicinal Hydrastis canadensis, possui propriedades anti-inflamatórias e antissépticas, que ajudam a acalmar a irritação nos olhos e combater a inflamação, podendo ser usada na forma de compressas para conjuntivite, por exemplo.

Ingredientes

  • 1 colher (de chá) de raiz de hidraste em pó;
  • 250 mL de água fervente.

Modo de preparo

Adicionar o hidraste em pó na água fervente, misturar, cobrir e deixar repousar por cerca de 15 minutos. Coar o chá em um filtro de café para remover todas as partículas do pó de hidraste. Em seguida, aguardar o chá de hidraste ficar morno e molhar uma gaze limpa com o chá. 

Espremer a gaze ligeiramente para tirar o excesso do chá de hidraste e aplicar sobre o olho fechado, ou seja, sobre a pálpebra, durante 5 a 10 minutos. Após esse tempo, remover a gaze e descartá-la. Pode-se utilizar o chá de hidraste até 3 vezes por dia.

6. Compressa com soro fisiológico

A compressa com soro fisiológico 0,9% ajuda a aliviar o desconforto e a irritação nos olhos, além de limpar o excesso de secreções que podem estar presentes no canto do olho ou nas pálpebras, devendo-se dar preferência por usar embalagens individuais de utilização única, que podem ser encontradas em farmácias ou drogarias.

Além disso, também pode-se aplicar algumas gotas de soro fisiológico nos olhos, para ajudar a para eliminar qualquer objeto que possa estar causando a irritação, como ciscos ou contato com substâncias irritantes. 

Ingredientes

  • Soro fisiológico 0,9%;
  • Gaze estéril.

Modo de preparo

Colocar o soro fisiológico 0,9% na geladeira e aguardar esfriar. Em seguida, molhar a gaze estéril com o soro fisiológico 0,9% resfriado e colocar sobre os olhos fechados. 

Para limpar as pálpebras e região em volta dos olhos, deve-se passar a compressa de soro fisiológico no sentido do canto do olho para fora, para ajudar a limpar as secreções nos olhos. É importante usar uma gaze para cada olho e após a limpeza, deve-se descartar a gaze e o frasco de soro utilizados.

O soro fisiológico 0,9% também pode ser encontrado em embalagens individuais de utilização única, em que podem ser colocadas 2 a 3 gotas no olho para lavar os olhos e, assim, aliviar a irritação em casos de ciscos ou contato com substâncias irritantes. No entanto, não é recomendado aplicar gotas com frequência, pois o excesso de sal pode causar ou piorar a irritação nos olhos.

Após a utilização do soro fisiológico em embalagens individuais, deve-se descartar qualquer quantidade não utilizada para evitar o risco de contaminação da solução. No caso de embalagens maiores, o soro pode ser mantido em geladeira por no máximo 3 dias. Após esse período, deve-se descartar qualquer quantidade não utilizada.

7. Compressas mornas

As compressas mornas ajudam a diminuir irritação nos olhos, causados por blefarite, meibomite, conjuntivite ou olhos secos, por exemplo, aliviando a dor e o desconforto. 

Ingredientes

  • Gaze estéril;
  • Água morna.

Modo de preparo

Aquecer a água no fogo, mas não deixar ferver. Molhar a gaze estéril na água morna, espremer para tirar o excesso de água e aplicar sobre o olho afetado, deixando agir por cerca de 2 a 3 minutos. Após esse tempo, remover a gaze e descartá-la.

No caso da irritação ser nos dois olhos, deve-se usar uma gaze estéril para cada olho e descartar em seguida.

É importante que água esteja morna, por isso, deve-se testar a temperatura colocando um pouco da água no dorso da mão. Se estiver muito quente, deixar esfriar um pouco, pois a água muito quente pode causar queimaduras nas pálpebras ou região em volta dos olhos.

8. Compressas frias

As compressas frias são uma boa opção para diminuir a irritação no olho, o inchaço da pálpebra, a dor e o desconforto causados por conjuntivite.

Ingredientes

  • Gaze estéril;
  • 250 mL de água fria.

Modo de preparo

Molhar a gaze estéril em água fria e aplicar sobre a pálpebra no olho fechado, deixando atuar por alguns minutos até sentir melhora nos sintomas. Quando deixar de estar frio, trocar e colocar outra compressa fria. Descartar a gaze após o uso.

Como evitar a irritação nos olhos

Para evitar a irritação nos olhos, é importante evitar dormir com maquiagem, usar óculos de sol, evitar usar colírios sem orientação médica e dormir bem. Além disso, é recomendado usar óculos de natação quando for à piscina, pois o cloro pode causar irritação. Veja quais os cuidados que se deve ter com os olhos.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Flávia Costa - Farmacêutica, em dezembro de 2022.

Bibliografia

  • BARONE, D.; et al. Guia Médico Remédios e Tratamento Caseiros. Rodale Press Inc, 2001. 103-104.
  • VUKOVIC, L. 1001 Remédios Naturais. Porto: Dorling Kindersley, 2006. 17;179.
Mostrar bibliografia completa
  • MOURA, M. F. Segredos e virtudes das plantas que curam. 1.ed. Lisboa: Seleções, 2011. 93.
  • CALVO, M. I.; CAVERO, R. Y. Medicinal plants used for ophthalmological problems in Navarra (Spain). J Ethnopharmacol. 190. 212-8, 2016
  • BIGAGLI, E.; et al. Pharmacological activities of an eye drop containing Matricaria chamomilla and Euphrasia officinalis extracts in UVB-induced oxidative stress and inflammation of human corneal cells. J Photochem Photobiol B. 173. 618-625, 2017
  • CHACKO, S. M.; et al. Beneficial effects of green tea: a literature review. Chin Med. 6. 5; 1-9, 2010
  • GRUNWALD, JORG; JANICKE, CHRISTOF. A farmácia verde - Eufrásia. Espanha: Editora Everest, 2009. 215-216.
  • LINDSEY, K.; et al. Interventions for chronic blepharitis. Cochrane Database Syst Rev. 2012. 5; CD005556, 2012
  • LINDSLEY, K.; et al. Interventions for acute internal hordeolum. Cochrane Database Syst Rev. 4. CD007742, 2012
  • ROUEN, P. A.; et al. Dry Eye Disease: Prevalence, Assessment, and Management. Home Healthc Now. 36. 2; 74-83, 2018
  • McGINLEY, T. C. JR. Adult Eye Conditions: Common Eye Conditions. FP Essent. 519. 11-18, 2022
  • BILKHU, P. S.; et al. Effect of a commercially available warm compress on eyelid temperature and tear film in healthy eyes. Optom Vis Sci. 91. 2; 163-70, 2014
Equipe editorial constituída por médicos e profissionais de saúde de diversas áreas como enfermagem, nutrição, fisioterapia, análises clínicas e farmácia.

Tuasaude no Youtube

  • Conjuntivite viral, alérgica ou bacteriana? Como tratar | com Dr. Arthur Frazão

    10:33 | 190620 visualizações
  • APRENDER A LAVAR AS MÃOS ✋

    02:44 | 44409 visualizações