Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Saiba qual o melhor sal para a saúde

O sal mais saudável é aquele que possui a menor concentração de sódio, pois ele é responsável pelo aumento da pressão arterial e pelo inchaço. Outro ponto importante para escolher o melhor sal, é optar pelos não refinados, o que preserva os minerais naturais e não adiciona substâncias químicas, como é o caso do sal rosa do himalaia, por exemplo. 

A quantidade de sal que se pode consumir por dia são 5g distribuídos em todas as preparações do dia, o que equivale a 5 pacotinhos de sal de 1g ou uma colher rasa de café. Como nem todo sal possui a mesma quantidade de sódio, confira na tabela abaixo qual é o sal ideal para preparar as refeições:

Tipos de sal

Tipo CaracterísticasQuantidade de sódioUso
Sal refinado, sal comum ou de cozinhaPobre em micronutrientes, contém aditivos químicos e, por lei, é adicionado de iodo para combater a deficiência deste mineral importante que é útil para a formação de hormônios da tireóide.400mg por 1g de salÉ o mais consumido, tem textura fina e se mistura facilmente aos ingredientes durante o preparo dos alimentos ou na comida depois de pronta.
Sal líquidoÉ o sal refinado diluído em água mineral. 11mg por cada jato Ótimo para temperar saladas
Sal light

Possui 50% menos sódio

197mg por 1g de sal

Ideal para temperar após o preparo.

Bom para hipertensos.

Sal grossoÉ mais saudável porque não é refinado.400mg por 1g de salIdeal para carnes de churrasco.
Sal marinhoNão é refinado e tem mais minerais que o sal comum. Pode ser encontrado grosso, fino ou em flocos.420mg por 1g de salUsado para cozinhar ou temperar saladas.
Flor de salContém aproximadamente 10% a mais de sódio que o sal comum, por isso não é indicado aos hipertensos. 450mg por 1g de sal.

Utilizado em preparações gourmet para adicionar crocância. Deve ser colocado em pequena quantidade.

Sal rosa do HimalaiaExtraído das montanhas do Himalaia e tem origem marinha. É considerado o mais puro dos sais. Contém muitos minerais, como cálcio, magnésio, potássio, cobre e ferro. Seu uso é indicado para hipertensos.230mg por 1g de sal

Preferencialmente após o preparo do alimento. Também pode ser colocado no moedor.

Bom para pessoas com hipertensão e insuficiência renal. 

Os alimentos industrializados contêm grandes quantidades de sódio, mesmo refrigerantes, sorvetes ou biscoitos, que são alimentos doces. Por isso, é recomendado sempre ler o rótulo e evitar o consumo de produtos com quantidades iguais ou superiores a 400mg de sódio por 100g de alimento, especialmente no caso de hipertensão.

Como consumir menos sal

Assista ao vídeo e aprenda a fazer um sal de ervas caseiro para diminuir o consumo de sal de uma forma saborosa:

Independentemente do sal utilizado na cozinha, é importante usar a menor quantidade possível. Assim, para diminuir o consumo de sal, experimente:

  1. Retirar o saleiro de cima da mesa; 
  2. Não colocar sal na comida sem antes experimentar;
  3. Evitar consumir pães e alimentos industrializados, como salgadinhos de pacote, batata-frita, temperos em pó e em cubos, molhos prontos e embutidos, como salsicha, presunto e nuggets;
  4. Evitar consumir alimentos em conserva, como azeitonas, palmito, milho e ervilha;
  5. Não usar ajinomoto ou glutamato monossódico, presente em molho inglês, molho de soja e sopas prontas;
  6. Use sempre uma colher de café para dosar o sal no lugar das pitadas;
  7. Substitua o sal por temperos naturais, como cebola, alho, salsa, cebolinha, orégano, coentro, limão e hortelã, por exemplo ou, em casa, cultive plantas aromáticas que substituem o sal.

Outra estratégia para substituir o sal de forma saudável é utilizar o gomásio, também conhecido como sal de sésamo, que tem baixo teor de sódio e é rico em cálcio, óleos saudáveis, fibras e vitaminas do complexo B.

Mais sobre este assunto:


    Carregando
    ...