Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.

Alimentos que prejudicam a tireóide (e o que comer)

Alguns tipos de alimentos, como a soja, o açúcar, as farinhas refinadas, os alimentos industrializados e alguns vegetais, como brócolis e couve-flor, quando consumidos em excesso, podem prejudicar o funcionamento da tireoide.

​Para manter a tireoide regulada é importante manter uma dieta equilibrada com alimentos fonte de fibras, iodo, selênio, zinco e cobre, que são nutrientes necessários para o bom funcionamento desta glândula e que podem ser encontrados em alimentos como peixes, frutos do mar, cereais integrais, ovos e castanha-do-pará.

É importante lembrar que, caso já se tenha alguma doença na tireoide, nenhum alimento deve substituir o uso dos medicamentos prescritos pelo endocrinologista. Veja alguns medicamentos usados para tratar a tireoide.

Alimentos que prejudicam a tireóide (e o que comer)

Alguns alimentos que, quando consumidos em excesso e por muito tempo, podem prejudicar a tireoide são:

Soja e derivados

A soja e seus derivados, como leite de soja, tempeh ou tofu, são fontes de fitoestrógenos, que são nutrientes que desempenham função semelhante ao do hormônio estrogênio no organismo e que são benéficos para a saúde. No entanto, quando consumidos em grandes quantidades, estes alimentos podem desregular a tireoide e causar hipotireoidismo, que é a diminuição na produção de hormônios por esta glândula.

Para quem tem hipotireoidismo, é recomendado comer a soja com moderação para que não atrapalhe o efeito do medicamento prescrito pelo endocrinologista, sendo indicado consumir no máximo 2 vezes por semana.

Vegetais crucíferos

Os vegetais crucíferos, como couve-flor, couve, nabo, rabanete, brócolis, repolho ou couve de Bruxelas, são ricos em antioxidantes importantes para a prevenção de inúmeras doenças. No entanto, esses vegetais também contêm glucosinolatos, que são compostos que diminuem a produção de hormônios na tireoide, podendo causar hipotireoidismo em pessoas que consomem pouco iodo na dieta. 

Os vegetais crucíferos podem e devem ser incluídos na alimentação, mas sem exageros e de preferência 1 a 2 vezes na semana, alternando com o consumo de outros tipos de vegetais.

Alimentos industrializados

Os alimentos industrializados, como carnes defumadas, molhos prontos, sorvetes e salgadinhos de pacote, contêm alguns conservantes que, em excesso, atrapalham a absorção do mineral iodo pela tireóide e podem causar o hipotireoidismo. Além disso, estes conservantes podem causar também alterações mais graves, como alguns tipos de câncer.

O consumo excessivo de alimentos industrializados é ainda uma das principais causas do aumento de peso e gordura corporal. O excesso de gordura no corpo gera inflamação em vários órgãos, dificultando a absorção de iodo na tireoide, podendo contribuir também para o hipotireoidismo.

Farinhas e açúcar refinados

O consumo exagerado de açúcar, encontrado em alimentos como doces, bolos e sorvetes, e farinhas refinadas, presentes em alimentos como pão, arroz e macarrão brancos, pode causar a resistência ao hormônio insulina e a diabetes. Esta alteração nos níveis de insulina no organismo pode levar ao surgimento de nódulos ou até mesmo de câncer na tireoide.

O que comer para regular a tireoide 

Uma alimentação variada em vegetais, frutas, cereais e leguminosas fornece os nutrientes que ajudam a regular as funções da tireoide, como:

Iodo

O iodo é fundamental para a produção dos hormônios da tireoide e, por isso, a carência deste mineral na dieta pode causar problemas como hipertireoidismo e bócio, que é o aumento de tamanho da glândula tireoide. No entanto, é importante não exagerar no mineral, pois o consumo excessivo de iodo também pode levar ao desenvolvimento de hipertireoidismo ou hipotireoidismo. Veja uma lista com alimentos ricos em iodo e os benefícios para a saúde.

A recomendação de ingestão mínima de iodo para adultos é de 75 μg por dia e o máximo é de 1,100 µg por dia. As principais fontes deste mineral são os frutos do mar, peixes de água salgada, algas marinhas, ovos, cereais, leite e derivados, e sal de cozinha iodado. O consumo de 75g de peixe pescada, por exemplo, já atende às recomendações diárias de iodo para um adulto. Veja uma lista com os alimentos ricos em iodo.

No Brasil, o consumo de alimentos com iodo é baixo e, por isso, o sal de cozinha já é obrigatoriamente fortificado com este mineral para prevenir problemas na tireoide. 

Selênio

O selênio é encontrado em grandes quantidades na tireoide, pois ajuda na produção dos hormônios da glândula. Além disso, este  mineral possui ainda propriedades antioxidantes, que são fundamentais para fortalecer o sistema imunológico.

A deficiência de selênio pode contribuir para o surgimento de bócio e outros problemas na tireoide e a recomendação de ingestão desse mineral para adultos é de 55 µg/ por dia e as principais fontes do mineral são ovos, carnes, frutos do mar, cogumelos, castanha do Pará e cereais. O consumo de 1 castanha do Pará por dia, por exemplo, atende às recomendações do selênio para um adulto. Conheça outros alimentos que são ricos em selênio.

Zinco

O zinco é outro mineral essencial para a produção de hormônios na tireoide. Alguns estudos mostram que a falta deste nutriente no organismo pode piorar o hipotireoidismo em pessoas que já possuem a doença. Além disso, a deficiência de zinco também pode contribuir para o desenvolvimento do hipotireoidismo.

A recomendação de consumo do zinco para adultos é de 15 mg por dia, sendo encontrado principalmente em alimentos como castanhas, nozes, amendoim, sementes de abóbora, ostras, carne vermelha, frango, feijão e cereais integrais. Veja uma lista mais completa de alimentos fonte de zinco.

Veja com a nossa nutricionista como a alimentação variada pode ajudar a regular a tireoide:

Opção de cardápio para a tireoide

A tabela a seguir sugere um exemplo de cardápio de 3 dias para manter a tireoide regulada:

Refeição

Dia 1

Dia 2

Dia 3

Café da manhã

200g de iogurte natural desnatado com banana picada + 1 colher de sopa de aveia + 1 omelete com 1 ovo

1 copo de leite desnatado com 1 col sopa de cacau em pó de linhaça + 2 tortilhas de milho com húmus 

½ abacate com 1 colher de sopa de chia + 1 fatia de pão integral com 1 fatia de queijo Minas

Lanche da manhã

2 castanhas do Pará + 1 pera 

½ mamão papaia com 1 colher de sementes de abóbora

1 laranja + 3 nozes

Almoço/ jantar

90 gramas de salmão grelhado + brócolis, cenoura e couve flor salteados com azeite de oliva + 2 cols de sopa de arroz integral + 1 tangerina

Macarrão integral com carne moída e molho de tomate caseiro + salada de alface, cebola e tomate com azeite de oliva + 1 maçã

90 gramas de frango grelhado + 4 colheres de sopa de quinua + aspargos salteados no azeite + 1 caqui

Lanche da tarde

1 copo de suco de laranja + 1 fatia de pão integral com 1 col creme de ricota 

200 g de iogurte natural desnatado + 10 uvas frescas

3 fatias de abacaxi + 1 porção de amendoim

Importante lembrar que este cardápio é apenas um modelo de alimentação para ajudar a manter uma dieta equilibrada e pode variar se a pessoa tem alguma alteração na tireoide ou não. Por isso, o melhor é procurar orientação de um nutricionista para que seja feita uma avaliação completa e um plano alimentar personalizado.

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • SOCIEDADA BRASILEIRA DE ENDOCRINOLOGIA E METABOLOGIA. Alimentação e tireóide. 2021. Disponível em: <https://www.endocrino.org.br/alimentacao-e-tireoide/>. Acesso em 01 Jul 2021
  • SOCIEDADE BRASILEIRA DE ENDOCRINOLOGIA E METABOLOGIA. 10 Coisas que Você Precisa Saber sobre Hipotireoidismo. Disponível em: <https://www.endocrino.org.br/10-coisas-que-voce-precisa-saber-sobre-hipotireoidismo/>. Acesso em 01 Jul 2021
  • MEZZOMO, R, Thais; NADAL, Juliana . Efeito dos nutrientes e substâncias alimentares na função tireoidiana e no hipotireoidismo. Demetra: Alimentação, Nutrição e Saúde. Vol.11. 2.ed; 427-443, 2016
  • SILVA, S, Liliana Isabel . Abordagem Nutricional na Função da Tiróide. tese de conclusão de curso, 2018. universidade do Porto.
  • NUTRITOTAL. 4 alimentos que prejudicam a tireoide. 2019. Disponível em: <https://nutritotal.com.br/publico-geral/material/4-alimentos-que-prejudicam-a-tireoide/>. Acesso em 01 Jul 2021
  • SOCIEDADE BRASILEIRA DE DIABETES. Quando a culpa é da tireoide?. 2015. Disponível em: <https://www.diabetes.org.br/publico/temas-atuais-sbd/1097-quando-a-culpa-e-da-tireoide>. Acesso em 01 Jul 2021
  • SOCIEDADE BRASILEIRA DE ENDOCRINOLOGIA E METABOLOGIA. Tireóide e resistência insulínica. 2009. Disponível em: <https://www.tireoide.org.br/tireoide-e-resistencia-insulinica/>. Acesso em 01 Jul 2021
Mais sobre este assunto:

Carregando
...