Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que pode ser a queimação nos pés e como tratar

A queimação nos pés é uma sensação dolorosa que costuma acontecer devido à lesão nos nervos das pernas e pés, geralmente, devido à situações como neuropatia diabética, alcoolismo, deficiências nutricionais, infecções ou lesões que afetam a coluna ou os trajetos dos nervos, por exemplo.

Entretanto, muitas pessoas podem ter uma sensação de queimação ou calor nos pés por diversos outros motivos, desde alterações na circulação do sangue, uso excessivo dos pés, principalmente com calçados inadequados, mudanças hormonais, lesões na pele ou devido a lesões nos ligamentos e músculos da região, como ocorre na fascite plantar, por exemplo.

Devido a estas diversas causas, quando a sensação de queimação nos pés surge, é necessário consultar-se com o clínico geral ou médico de família para que as primeiras avaliações sejam feitas e, assim, as alterações sejam identificadas. Para aliviar esta sensação, é necessário fazer o tratamento indicado pelo médico, de acordo com sua causa, que pode incluir o controle da glicemia no diabetes, usar sapatos confortáveis ou adaptados e realizar exercícios indicados pelo fisioterapeuta.

O que pode ser a queimação nos pés e como tratar

O que pode ser

Algumas alterações no organismo podem contribuir para o surgimento da queimação nos pés, como lesões de pele causadas por dermatites, alergias ou infecções por fungos ou, até mesmo, situações como alterações hormonais durante o ciclo menstrual e outros problemas endócrinos que provocam aumento na temperatura corporal, por exemplo. No entanto, as causas mais comuns de queimação nos pés são:

1. Neuropatia diabética

A neuropatia diabética é uma situação que surge como consequência da diabetes mellitus descompensada e que é caracterizada pela degeneração progressiva dos nervos, havendo diminuição da sensibilidade em várias partes do corpo, principalmente nos pés e em outras extremidades, como as mãos. Esse tipo de complicação é mais comum de acontecer em pessoas que não fazem o tratamento adequado da diabetes, apresentando níveis elevados constantes de glicose no sangue. Veja como identificar a neuropatia diabética.

Além das pessoas com diabetes descontrolada, a neuropatia também pode acontecer devido a outras situações, como alcoolismo crônico, deficiências nutricionais, como falta de vitamina B12, doenças neurológicas, tumores ou intoxicação por medicamentos ou metais pesados.

2. Fascite plantar

A fascite plantar é a inflamação da fáscia, um tecido fibroso localizado na sola do pé e que se estende do calcanhar até os dedos, e provoca sintomas como dor na sola do pé, sensação de queimação e desconforto ao caminhar e ao correr. Essa situação costuma acontecer com mais frequência em pessoas com excesso de peso, que praticam atividades de alto impacto, como corridas de longa distância, ou que usam sapato de salto alto por muito tempo. Conheça outras causas da fascite plantar.

3. Alterações circulatórias

A insuficiência venosa ou arterial, também conhecidas como má circulação, fazem com que o sangue não consiga circular adequadamente nos membros inferiores, o que provoca surgimento de varizes, inchaço nas pernas e sensação de queimação, dor ou peso, a depender do local e vaso sanguíneo afetado.

4. Alterações nos pés

Durante o dia os pés podem ser sobrecarregados por situações como exercícios físicos intensos, uso de calçados inadequados ou por alterações nos ossos e músculos, como pé plano ou alterações na pisada, por exemplo, o que pode provocar dor e queimação, principalmente ao fim do dia.

5. Infecções

Infecções pelo herpes vírus, herpes-zoster, citomegalovírus, HIV e a síndrome de Guillain-Barré, por exemplo, também podem levar à inflamação dos nervos periféricos do corpo, provocando dor, formigamento e queimação na região acometida, que pode incluir os pés.

Como tratar

Para aliviar a queimação nos pés é necessário realizar o tratamento de acordo com a sua causa, indicado pelo médico. Algumas opções incluem o controle da glicemia, com uso de insulina e outros medicamentos antidiabéticos, no caso da queimação dos pés ser causada pela diabetes mellitus.

Em alguns casos de neuropatia periférica, também pode ser indicado o uso de remédios, como Amitriptilina, Gabapentina ou Carbamazepina, por exemplo, sendo necessário um acompanhamento com o neurologista para orientação de doses, exercícios, fisioterapia, perda de peso e adoção de hábitos de vida saudáveis, que ajudam na regeneração dos nervos e melhoria dos sintomas.

Repousar os pés, mantendo as pernas elevadas ou uso de meias elásticas podem ser boas alternativas para quem sofre de má circulação nas veias. Quando as artérias são afetadas, está indicado o uso de remédios, como AAS. É necessário o seguimento com o angiologista, pois em alguns casos pode ser necessária a realização de cirurgia.

Já nos casos de alterações nos pés ou na forma de pisar pode ser indicada a correção do tipo de calçado ou uso de palmilhas, que podem ajudar a reduzir a sobrecarga aos músculos e ossos da região. A realização de fisioterapia também é recomendada, principalmente como forma de aliviar deformidades e corrigir a postura. Confira mais orientações e técnicas caseiras para tratar a dor na sola dos pés.

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem