Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Prolapso retal infantil: principais causas e tratamento

O prolapso retal infantil acontece quando o reto sai para fora do ânus, podendo ser visualizado como um tecido vermelho, úmido e em forma de tubo. Essa situação é mais comum em crianças até 4 anos devido ao fato dos músculos e ligamentos que sustentam a parte final do intestino, o reto, estarem em formação e ainda não estarem fortemente fixos à parede abdominal.

Assim, durante o desenvolvimento da criança, as paredes do reto encontram-se frouxas e sem fixação, fazendo com que aconteça o prolapso do reto, principalmente se a criança apresentar diarreias frequentes.

Outras possíveis causas do prolapso retal em crianças podem ser a prisão de ventre com fezes muito duras e ressecadas, com esforço para evacuar, a desnutrição, a desidratação e a infecção por parasitas como a amebíase ou a giardíase, por exemplo.

Prolapso retal infantil: principais causas e tratamento

Causas do prolapso retal infantil

O prolapso retal infantil pode acontecer entre 1 e 4 anos de idade, é mais comum em meninos que em meninas e pode acontecer devido a várias situações, sendo as principais:

  • Prisão de ventre com fezes muito duras e ressecadas;
  • Esforço excessivo para evacuar;
  • Diminuição ou falta de força do músculo do ânus;
  • Desnutrição;
  • Desidratação;
  • Infecção por parasitas;
  • Fibrose cística;
  • Doença inflamatória intestinal.

O prolapso retal infantil pode ser identificado pelo pediatra ou pelo coloproctologista a partir da observação da presença de tecido vermelho escuro em forma de tubo fora do ânus. Além disso, é possível verificar a presença de sangue nas fezes, desconforto abdominal e alteração dos hábitos intestinais, por exemplo. Veja como identificar o prolapso retal.

Como é o tratamento

Na maioria dos casos, o prolapso retal infantil é solucionado espontaneamente à medida que a criança cresce e os músculos e ossos da região são fortalecidos e conseguem sustentar o reto. Assim, geralmente o prolapso retal infantil não necessita de tratamento, sendo apenas recomendado acompanhamento pelo pediatra.

No entanto, quando o prolapso não regride naturalmente, é extenso e causa muito desconforto na criança, pode ser necessária a inserção do reto manualmente pelo médico ou, em casos mais graves, por meio de cirurgia. Entenda como é feito o tratamento para o prolapso retal.

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem