Somos REDE D'OR
icon de informação icon de telefone 3003-3230
Número disponível apenas em território brasileiro, com custo de chamada local.

10 sintomas de prolapso retal

outubro 2022

O principal sintoma do prolapso retal é a observação de um tecido vermelho escuro, úmido e em forma de tubo fora do ânus. Além disso, outros sintomas de prolapso retal que podem acontecer são dor abdominal, sensação de evacuação incompleta, dificuldade para defecar, ardência no ânus e sensação de peso no reto.

O prolapso retal é mais comum de acontecer a partir dos 60 anos devido ao enfraquecimento dos músculos da região, no entanto também pode acontecer em crianças devido à falta de desenvolvimento dos músculos, ou devido à força realizada no momento da evacuação.

O tratamento para prolapso retal envolve a compressão de uma nádega contra a noutra, a inserção manual do reto para dentro do ânus, aumento da ingestão de alimentos ricos em fibras e ingestão de cerca de 2 litros de água por dia. A cirurgia também pode ser recomendada nos casos em que o prolapso retal é frequente. Veja o que fazer em caso de prolapso retal.

Imagem ilustrativa número 1

Principais sintomas

Os principais sintomas de prolapso retal são:

  1. Dificuldade para defecar;
  2. Sensação de evacuação incompleta;
  3. Cólicas abdominais;
  4. Alterações nos hábitos intestinais;
  5. Diarreia;
  6. Presença de muco ou sangue nas fezes;
  7. Sensação de presença de uma massa na região anal;
  8. Sangramento no ânus;
  9. Sensação de pressão e peso no reto;
  10. Desconforto e sensação de ardência no ânus.

O prolapso retal é mais frequente em mulheres a partir dos 60 anos, devido ao músculo anal estar fraco e em pessoas com histórico prolongado de prisão de ventre devido a um esforço intenso na hora de evacuar. No entanto, também pode acontecer em crianças até aos 3 anos de idade devido aos músculos e ligamentos do reto ainda estarem em desenvolvimento. Veja mais sobre o prolapso retal.

Como é feito o diagnóstico

O diagnóstico do prolapso retal deve ser feito pelo coloproctologista ou gastroenterologista por meio da análise dos sinais e sintomas apresentados pela pessoa, além de exame clínico. No exame clínico, o médico realiza a avaliação do orifício anal da pessoa em pé ou agachada fazendo força, pois dessa forma é possível verificar a extensão do prolapso e indicar a melhor forma de tratamento.

Além disso, o médico pode realizar o toque retal além de outros exames como radiografia com contraste, colonoscopia e sigmoidoscopia, que é um exame feito para avaliar a mucosa da parte final do intestino.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Marcela Lemos - Biomédica, em outubro de 2022.
Equipe editorial constituída por médicos e profissionais de saúde de diversas áreas como enfermagem, nutrição, fisioterapia, análises clínicas e farmácia.