Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Problemas de pele mais comuns no bebê

As manchas na pele do bebê são muito comuns no primeiro ano de vida porque a pele do bebê é muito sensível e reage contra qualquer tipo de substância, desde os raios solares até bactérias, por exemplo. Geralmente, elas não são graves e o seu tratamento pode ser facilmente feito com cremes e pomadas indicadas pelo pediatra.

As manchas de nascença, normalmente, não precisam de tratamento e não provocam complicações, mas devem ser observadas pelo pediatra para garantir que não são sinal de algum problema de pele.

Causas comuns de manchas na pele do bebê

As manchas no bebê podem ser facilmente identificadas através das suas características, forma ou momento em que surgem, no entanto, é sempre recomendado consultar o pediatra antes de iniciar qualquer tipo de tratamento.

1. Assadura

Problemas de pele mais comuns no bebê

A assadura é comum no bebê que usa fralda, manifestando-se como manchas vermelhas no bumbum e região genital do bebê devido ao contato das fezes e da urina com a pele, sendo muito comum nos dias de verão e quando o bebê passa muito tempo com a mesma fralda.

O que fazer: manter a pele do bumbum e da região genital limpa e seca, trocando as fraldas quando estão sujas, e aplicar um creme para assadura, como Hipoglós, para proteger a pele contra a acidez das fezes e da urina. Veja o que mais você pode fazer para curar a assadura do bebê

2. Acne neonatal

Problemas de pele mais comuns no bebê

O acne neonatal pode surgir até aos 6 meses de vida do bebê, no entanto, ele é mais frequente nas primeiras 3 semanas, produzindo pequenas bolinhas vermelhas ou brancas na pele do rosto, testa ou costas do bebê.

O que fazer: não é necessário tratamento para acne neonatal, sendo apenas aconselhado lavar a região afetada com água e sabão de pH neutro adequado à pele do bebê. Nos casos em que as espinhas não desaparecem após os 6 meses, deve-se consultar novamente o pediatra para avaliar a necessidade de iniciar tratamento com produtos para acne.

3. Intertrigo

Problemas de pele mais comuns no bebê

O intertrigo é uma mancha vermelha na pele do bebê que surge na região das dobras, como nas pernas e pescoço, especialmente em bebês gordinhos com menos de 6 meses de idade. Normalmente, o intertrigo não incomoda o bebê, mas pode provocar dor quando é muito grande.

O que fazer: lavar e secar bem a região de pele debaixo das dobras na pele e passar uma pomada com vitamina A ou zinco, como Hipoglós, sob orientação médica.

4. Seborreia

Problemas de pele mais comuns no bebê

A seborreia pode aparecer como manchas vermelhas nas sobrancelhas ou couro cabeludo, assim como causar o surgimento de uma camada espessa e amarelada na cabeça do bebê, semelhante à caspa.

O que fazer: lavar o cabelo com água e shampoo de pH neutro adequado para bebês e, após o banho, pentear com uma escova de cerdas macias para retirar as casquinhas. Outra opção é aplicar óleo morno antes do banho para facilitar a tirada das casquinhas com a escovinha ou pente.

5. Catapora

Problemas de pele mais comuns no bebê

A catapora, também conhecida como varicela, é uma doença muito comum nos bebês e crianças que provoca o surgimento de pequenas pintinhas na pele que causam muita coceira, fazendo com que o bebê chore e fique irritado facilmente.

O que fazer: é recomendado consultar o pediatra antes de iniciar o tratamento, pois pode ser necessário utilizar pomadas antialérgicas, como Polaramine, para reduzir os sintomas e tratar as pintinhas vermelhas. Veja mais dicas de como tratar a Catapora.

6. Brotoeja/Miliária

Problemas de pele mais comuns no bebê

A brotoeja consiste no aparecimento de pequenas bolinhas vermelhas ou brancas na pele devido ao excesso de calor e, por isso, são frequentes após estar dentro de um carro quente ou quando o bebê está vestindo muita roupa. As manchas podem surgir em qualquer local do corpo, especialmente no rosto, costas e peito.

O que fazer: vestir roupas adequadas à estação do ano, evitando roupas muito quentes dentro de casa e outros ambientes quentes. Além disso, também se deve evitar a exposição solar prolongada, mesmo durante viagens no carro. 

Além dos cuidados indicados, os pais devem levar o bebê regularmente ao pediatra para avaliar a evolução das manchas e adequar o tratamento, se necessário.

Veja também:

Mais sobre este assunto:


Carregando
...