Pré-menopausa: o que é, sintomas e o que fazer

setembro 2022

A pré-menopausa é uma fase da vida da mulher em que acontece a transição do período reprodutivo para o não reprodutivo. A pré-menopausa geralmente começa 10 anos antes da menopausa, tendo seu início por volta dos 45 anos de idade, embora possa iniciar até mesmo um pouco antes, próximo dos 42 anos.

A pré-menopausa ocorre devido à diminuição progressiva na produção de hormônios sexuais femininos, resultando em mudanças no corpo da mulher com sintomas semelhantes aos da menopausa.

Embora nem sempre seja necessário, o tratamento da pré-menopausa é feito com a pílula anticoncepcional ou com o DIU, e ajuda a aliviar os incômodos dessa fase.

Principais sintomas

Os principais sintomas da pré-menopausa são:

  • Inicialmente há um encurtamento do ciclo menstrual que passa de 28 para 26 dias, por exemplo;
  • Posteriormente há maior intervalo entre as menstruações;
  • Pode eventualmente ocorrer uma menstruação abundante;
  • Irritabilidade;
  • Insônia,
  • Diminuição do desejo sexual;
  • Redução da lubrificação vaginal.

A quantidade de estrogênio produzida pelos ovários começa a mudar entre os 30 e 40 anos, de forma que o ciclo menstrual também sofre alterações e podem ser notados os sintomas desse período.

Como saber se está na menopausa

Se acha que pode estar na menopausa, preencha os sintomas que apresenta:

  1. 1.Menstruação irregular
  2. 2.Ausência de menstruação por 12 meses seguidos
  3. 3.Ondas de calor que começam de repente e sem causa aparente
  4. 4.Suores noturnos intensos que podem interromper o sono
  5. 5.Cansaço frequente
  6. 6.Alterações de humor como irritabilidade, ansiedade ou tristeza
  7. 7.Dificuldade para dormir ou menor qualidade de sono
  8. 8.Secura vaginal
  9. 9.Queda de cabelos
  10. 10.Diminuição da libido

Por que acontece

A pré-menopausa acontece devido à diminuição da produção dos hormônios femininos. Essa situação é mais comum a partir dos 40 anos e algumas situações podem acelerar essa fase, de forma que a mulher pode apresentar sintomas de pré-menopausa antes da idade comum, como tabagismo, antecedentes familiares, tratamento para o câncer ou realização de cirurgia para retirar ovário ou útero.

Como é feito o diagnóstico

O diagnóstico da pré-menopausa é feito pelo médico ginecologista por meio da avaliação dos sinais e sintomas apresentados pela mulher, assim como pela realização de exame de sangue que verifica os níveis de FSH e que deverá ser realizado em 2 ou 3 dias diferentes. Quanto mais elevado estiver este valor, mas perto a mulher está da menopausa. Saiba mais sobre os exames para identificar a menopausa.

O que fazer para aliviar os sintomas

O tratamento para pré-menopausa nem sempre é necessário, mas se a mulher sentir muitos incômodos, pode-se recorrer a pílula anticoncepcional combinada ou colocar o DIU Mirena para evitar a gravidez e regularizar a menstruação até que se instale o menopausa.

Tratamento natural

O tratamento natural para pré-menopausa pode ser feito com:

​​Este tratamento natural pode ajudar a evitar as intensas alterações hormonais e por isso podem aliviar os sintomas da pré-menopausa mas é importante informar que a tendência é o agravamento destes sintomas e surgimento de outros como ondas de calor, dor de cabeça e inquietação que são característico da menopausa. O ginecologista poderá indicar a toma de medicamentos hormonais para que a mulher atravesse este período de forma mais confortável.

Para combater a tensão pré menstrual - TPM que tende a ser mais intensa na pré-menopausa, pode-se utilizar:

  • Óleo de onagra;
  • Agnocasto (Vitex agnus-castus L.,);
  • Dong quai (Angelica sinensis);
  • ​Suplemento alimentar de cromo e magnésio.

Praticar pelo menos 30 minutos de exercícios físicos diariamente também é indicado para garantir um bom tônus muscular, ossos fortes e a manutenção do peso porque com o envelhecimento o volume muscular diminui e é substituído por gordura, e esta alteração torna o metabolismo mais lento, levando ao acumulo de gordura principalmente na barriga.

Como a alimentação pode ajudar

Em relação a alimentação na pré-menopausa é indicado:

  • Incluir sementes de linhaça na sua alimentação diária;
  • Aumentar o consumo de cálcio, presente em alimentos como a soja, peixes e legumes;
  • Evitar alimentos ricos em cafeína, bebidas alcoólicas destiladas ou fermentadas;
  • Beber bastante água;
  • Reduzir alimentos gordurosos e
  • Diminuir o consumo de açúcar refinado.

Estas medidas são importantes para evitar que a mulher ganhe muito peso e para que atravesse esta fase de forma mais confortável.

É importante ainda que a mulher tenha alguns cuidados com a beleza na pré-menopausa, cuidando da pele, cabelo e unhas, pois têm tendência a se tornar mais quebradiços e ressecados. Boas dicas são usar produtos à base de queratina nos cabelos e nas unhas e tomar um suplemento de colágeno para manter a pele e as articulações firmes.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Marcela Lemos - Biomédica, em setembro de 2022. Revisão médica por Drª. Sheila Sedicias - Ginecologista, em maio de 2022.

Bibliografia

  • BRASIL. MINISTÉRIO DA SAÚDE. Manual de Atenção à Mulher no Climatério/Menopausa. 2008. Disponível em: <https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/manual_atencao_mulher_climaterio.pdf>. Acesso em 16 mai 2022
  • FEDERAÇÃO BRASILEIRA DAS SOCIEDADES DE GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA . Climatério. Manual de Orientação . 1995. Disponível em: <http://www.itarget.com.br/newclients/sggo.com.br/2008/extra/download/manualCLIMATERIO>. Acesso em 16 mai 2022
Revisão médica:
Drª. Sheila Sedicias
Ginecologista
Médica mastologista e ginecologista formada pela Universidade Federal de Pernambuco, em 2008 com registro profissional no CRM PE 17459.