Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Pneumonia bacteriana: sintomas, transmissão e tratamento

A pneumonia bacteriana é uma infecção grave dos pulmões que gera sintomas como tosse com catarro, febre e dificuldade para respirar, que surge após uma gripe ou resfriado que não passa ou que piora ao longo do tempo.

Geralmente, a pneumonia bacteriana é causada pela bactéria em Streptococcus pneumoniae, no entanto, outros agentes etiológicos como Klebsiella pneumoniae, Staphylococcus aureus, Haemophilus influenzae, Legionella pneumophila também podem causar a doença.

A pneumonia bacteriana normalmente não é contagiosa e pode ser tratada em casa com a ingestão de antibióticos receitados pelo médico. Porém, no caso de bebês ou pacientes idosos, pode ser necessário internamento no hospital.

Pneumonia bacteriana: sintomas, transmissão e tratamento

Sintomas da Pneumonia Bacteriana

Os sintomas da pneumonia bacteriana podem incluir:

  • Tosse com catarro;
  • Febre alta, acima de 39º;
  • Dificuldade para respirar;
  • Falta de ar;
  • Dor no peito.

O diagnóstico da pneumonia bacteriana pode ser feito por um clínico geral e/ou médico pneumologista através de exames, como raio X do tórax, tomografia computadorizada do tórax, exame de sangue e/ou exame de catarro.

Como acontece a transmissão

A transmissão da pneumonia bacteriana é muito difícil e, por isso, o paciente não contamina pessoas saudáveis. Normalmente é mais frequente pegar pneumonia bacteriana por entrada acidental de bactérias no pulmão vindas da boca ou de outra infecção em algum local do corpo, por engasgamento com alimentos ou devido ao agravamento de uma gripe ou resfriado.

Assim, para prevenir o surgimento de pneumonia é recomendado lavar frequentemente as mãos, evitar permanecer em locais fechados com pouca ventilação de ar, como shopping centers e cinemas, e tomar a vacina contra a gripe, especialmente no caso de crianças e idosos.

São pessoas com maior risco de infecção os asmáticos, portadores de Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) ou com o sistema imunológico comprometido.

Como é feito o tratamento

O tratamento da pneumonia bacteriana pode ser feito em casa com repouso e uso de antibióticos por 7 a 14 dias, de acordo com a recomendação médica.

No entanto, em alguns casos, o médico pode recomendar que o tratamento seja complementado com sessões diárias de fisioterapia respiratória para retirar as secreções dos pulmões e facilitar a respiração.

Já nos casos mais graves, quando a pneumonia se encontra numa fase mais avançada ou no caso de bebês e idosos, pode ser necessário ficar internado no hospital para fazer antibióticos diretamente na veia e receber oxigênio. Veja os remédios usados, sinais de melhora e piora, e cuidados necessários da pneumonia bacteriana.

Bibliografia >

  • CORRÊA, Ricardo A. et al. Recomendações para o manejo da pneumonia adquirida na comunidade 2018. Jornal Brasileiro de Pneumologia. Vol 44. 5 ed; 405-424, 2018
  • VILAR, Fernando C. Programa de Educação Médica Continuada - Pneumonias. Disponível em: <http://www.cremesp.org.br/pdfs/eventos/eve_04102016_145915_Pneumonias%20-%20Dr.%20Fernando%20Crivelenti%20Vilar.pdf>.
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem