Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Tratamento para Pneumonia Bacteriana

O tratamento da pneumonia bacteriana geralmente é feito no hospital com o uso de antibióticos prescritos pelo pneumologista, como azitromicina, ceftriaxona ou levofloxacina, por exemplo, por cerca de 3 a 7 dias, podendo, no entanto, ser prolongado até 15 ou 21 dias, de acordo com o estado de saúde do indivíduo.

Quando a doença é diagnosticada logo no início e o médico descobre que a causa é uma bactéria e que esta foi adquirida fora do hospital, o tratamento pode ser feito no hospital durante 3 dias e havendo sinais de melhora, o médico pode deixar que a pessoa termine o tratamento em casa.

Reconheça os sintomas e os micro-organismos envolvidos aqui.

Nos casos de pneumonia bacteriana grave, que surge principalmente em indivíduos com HIV, idosos e crianças, pode ser necessário que a pessoa fique internada no hospital para receber os antibióticos pela veia. Além disso, nestes casos, pode ser necessário fisioterapia respiratória, para ajudar a retirar as secreções e melhorar a respiração do paciente. Alguns podem ter que ficar respirando com ajuda de aparelhos.

Tratamento para Pneumonia Bacteriana

As bactérias podem chegar ao pulmão causando pneumonia bacteriana nos casos onde a pessoa já se encontra internada no hospital e houve contaminação nos locais de acesso às veias ou aspiração do conteúdo do estômago para os pulmões, por exemplo. No entanto, esta doença também pode ter início fora do hospital.

Existem maiores riscos de pessoas que estão muito fracas e com o sistema imune comprometido desenvolverem este tipo de pneumonia e por isso em caso de suspeita o médico poderá solicitar raio-x do pulmão e antibiograma para identificar a doença e qual a bactéria causadora.

Remédios para pneumonia

O médico poderá decidir os medicamentos indicados após saber qual a bactéria está causando a pneumonia. Pode-se optar por somente um tipo de antibiótico ou uma combinação entre eles. 

Os antibióticos que podem ser indicados são betalactâmicos, cefalosporinas, quinolonas e carbapenêmicos, como Penicilina, ampicilina, cloranfenicol, ceftriaxona, vancomicina e nafcilina. 

Cuidados durante o tratamento da pneumonia bacteriana

Se o médico recomendar que o tratamento seja feito em casa, é preciso ter alguns cuidados como:

  • Evitar ir para o trabalho ou, no caso das crianças, à escola;
  • Manter o repouso em casa, evitando fazer esforços;
  • Ingerir cerca de 1,5 a 2 litros de água por dia;
  • Vestir roupa adequada à estação do ano;
  • Evitar mudanças bruscas de temperatura.

A pneumonia bacteriana não se transmite de pessoa para pessoa, por isso, o paciente não necessita ficar isolado de outras pessoas, mas é importante evitar o contato com os outros para facilitar a sua própria recuperação.

Veja como a alimentação pode ajudar na recuperação neste vídeo:

Sinais de melhora

Os sinais de melhora da pneumonia bacteriana incluem a diminuição da febre, da tosse e do catarro, assim como, redução da falta de ar e da dificuldade para respirar, após o início da toma dos remédios prescritos pelo médico.

Normalmente há sinais de melhora em 3 dias, mas o médico pode decidir manter a pessoa internada por até 3 semanas para se certificar que ela está bem para voltar para casa ou poderá indicar que ela termine o tratamento em casa, dependendo do seu estado geral de saúde.

Sinais de piora

Os sinais de piora da pneumonia bacteriana surgem quando o tratamento não é iniciado logo que o paciente apresenta os sintomas da doença e incluem o aumento ou a persistência da febre, da tosse com catarro, podendo haver vestígios de sangue e aumento da falta de ar e da dificuldade para respirar.

A piora também pode estar relacionada com infecções em outros locais do corpo ou com a má escolha dos antibióticos usados, sua combinação ou dosagem.

Complicações

Em alguns casos, a pneumonia bacteriana pode agravar havendo morte do tecido pulmonar ou acumulo de pus nos pulmões, sendo preciso adotar outros antibióticos fazer punção ou colocar um dreno para eliminar as secreções. No entanto, a mais temida das complicações é a resistência da bactéria aos antibióticos utilizados. Entenda porque isso pode acontecer em: Uso inadequado de antibióticos dá origem à Superbactérias

Mais sobre este assunto:
Carregando
...