Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que fazer quando Pés e Mãos estão inchados

A principal causa do inchaço nas mãos e nos pés, que surge ao acordar ou depois de andar, é a má circulação sanguínea devido ao consumo excessivo de sal ou sódio, e a falta de atividade física regular, porque esses fatores são suficientes para num dia de calor causar inchaço até mesmo nos jovens. 

Nesse caso, basta beber mais água, dar uma caminhada de 20 minutos e tomar um chá diurético, como o salsinha, para combater o inchaço das mãos, pernas e pés.

O que fazer quando Pés e Mãos estão inchados
O que fazer quando Pés e Mãos estão inchados

O que causa inchaço nos pés e nas mãos

Além da má circulação, outras causas incluem a diabetes, pressão alta, insuficiência cardíaca ou renal, e por isso deve-se observar quando os pés ou as mãos ficam inchados e se existem outros sintomas como pouca ou muita urina, taquicardia ou cansaço excessivo mesmo ao fazer pequenos esforços.

Em todo caso, fazer uma alimentação diurética, manter atividade física regularmente e consumir menos sal e sódio são de grande ajuda para desinchar, mas se os sintomas se mantiverem, é aconselhado ir ao clínico geral ou cardiologista para identificar a causa e iniciar o tratamento que pode ser feito com a toma de remédios diuréticos, por exemplo.

Como desinchar os pés e as mãos

Quando os pés ou as mãos estão inchados o que se pode fazer para desinchar é:

  • Sentar e colocar os pés em cima de uma outra cadeira, para favorecer a circulação sanguínea dos pés em direção ao coração;
  • Abrir e fechar as mãos, dobrando os dedos, porque este simples exercício ajuda a drenar o excesso de líquidos;
  • Comer alimentos diuréticos todos os dias também é uma excelente forma de eliminar o excesso de líquidos do corpo, veja aqui quais são os melhores diuréticos naturais;
  • Colocar os pés ou as mãos numa bacia com água quente e depois fria, também é uma excelente estratégia. Veja os passos para fazer essa técnica corretamente nesse vídeo da fisioterapeuta Marcelle Pinheiro:

A principal causa do inchaço nas extremidades do corpo é a retenção de líquidos que acontece em pessoas com pressão alta, hipertensas ou diabéticas, mas isso também pode acontecer quando a pessoa tem apenas má circulação sanguínea. Embora este sintoma seja comum durante a gravidez, são mais frequentes após os 40 anos de idade, afetando igualmente homens e mulheres.

Pés e mãos inchados na gravidez

É muito comum o surgimento de pés e mãos inchados durante a gravidez, devido a má circulação sanguínea, que nessa fase se deve a presença excessiva do hormônio relaxina, que provoca a dilatação das veias e dificulta o retorno do sangue para o coração.

  • O que fazer: A prática de exercícios durante a gravidez, o aumento do consumo de água e a redução do sal e do sódio na alimentação são muito importantes para desinchar os pés e as mãos nessa fase. A gestante deve caminhar diariamente, pelo menos, durante 40 minutos no início ou no final do dia e deve beber bastante líquidos, especialmente água ou chás claros sem açúcar porque quanto mais água ingerir, mais urina irá produzir, favorecendo o desinchar.

Também é recomendado evitar ficar muito tempo parada na mesma posição, seja de pé ou sentada, porque isso aumenta o inchaço dos pés. Assim, o mais indicado é permanecer sentada com as pernas sob uma outra cadeira ou, deitada com os pés sob almofadas ou o braço do sofá para facilitar o retorno dos líquidos para o coração.

Sinais de alerta para ir ao médico

É recomendado ir ao médico quando além das mãos e pés inchados, estão presentes outros sintomas como formigamento; quando somente 1 mão ou 1 pé estão muito inchados; se houver dificuldade para respirar ou febre.

Como evitar o inchaço

Para que os pés e as mãos não voltem a ficar inchados, o que se aconselha fazer é:

  1. Praticar algum tipo de atividade física, como caminhar 3 a 4 vezes por semana;
  2. Beber, pelo menos, 2 litros de água ou de chá, sem açúcar, todos os dias;
  3. Evitar comer alimentos ricos em açúcar como biscoito, bolacha, bolo, docinhos e sorvetes;
  4. Diminuir o consumo diário de sal, evitando salgadinhos de pacote, colocando menos sal nas refeições e nã adicionando sal fino na salada, por exemplo;
  5. Diminuir o consumo de alimentos industrializados porque estão cheios de toxinas e sódio em sua composição;
  6. Comer diariamente alimentos diuréticos como pepino, abóbora, melão, laranja, limão e salsinha;

Outra boa dica é beber um copo de suco diurético, como melancia com limão, por exemplo. Veja outro exemplo em Remédio caseiro para pés e mãos inchadas.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...