Pepsina: o que é, para que serve e qual a sua função

A pepsina é uma enzima digestiva produzida no estômago, que controla a degradação de proteínas no organismo, facilitando o processo de digestão. Por esta razão, a pepsina é utilizada em medicamentos, sendo indicada para acelerar o processo de digestão, reduzindo a sensação de desconforto e enfartamento.

A pepsina pode ser encontrada em farmácias, em associação a outras substâncias, em medicamentos como o Digeplus, por exemplo.

Para que serve

A pepsina está indicada no tratamento de insuficiência digestiva gástrica, gastrite e gastrenterite crônica. É usada também como redutor de gases intestinais e tratamento auxiliar da má digestão.

Como usar

O modo de uso da Pepsina depende da sua forma de apresentação, sendo que as orientações gerais para o adulto incluem:

  • Pepsina em cápsulas: ingerir 1 a 2 cápsulas após as principais refeições;
  • Pepsina em solução oral: diluir 30 a 40 gotas de cada vez, em um copo de água logo após as refeições.

No entanto, em qualquer caso, é aconselhado consultar a bula do medicamento ou seguir as indicações do médico.

Possíveis efeitos colaterais

Os principais efeitos colaterais dos remédios com pepsina incluem tremores, tonturas e prisão de ventre.

Quem não deve usar

A pepsina está contraindicada para pacientes com hipersensibilidade à substância ativa ou a qualquer componente da fórmula. Além disso, o uso de pepsina em em grávidas deve ser evitado sem indicação médica.

Esta informação foi útil?
Mais sobre este assunto: